Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio desperdiça pênalti, e fica só no empate com o Coritiba

Tricolor saiu na frente, mas cedeu o empate na segunda etapa

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Ainda de olho na classificação direta para a Libertadores, o Grêmio entrou em campo neste domingo na busca por mais três pontos no Brasileirão e para tentar reverter uma sequência de cinco jogos sem vencer. Com sete desfalques, o time comandado por Renato Portaluppi fez uma partida inconsistente diante de um fragilizado Coritiba e conseguiu apenas um amargo empate, em 1 a 1, no confronto que valeu pela 33ª rodada do Brasileirão. Paulo Miranda abriu o marcador no primeiro tempo, e, no segundo, o goleiro Wilson empatou em cobrança de pênalti. No fim da partida, Jean Pyerre desperdiçou um pênalti. 

Na primeira metada do confronto, os gaúchos foram superiores durante todo o período. Com marcação adiantada, não davam brechas para o adversário, que não vence em casa há oito partidas. As jogadas foram concentradas pelas laterais e foi após uma cobrança de falta de Jean Pyerre que Miranda cabeceou para o fundo das redes. Depois, o Tricolor baixou a guarda, mas conseguiu manter o domínio.

O segundo tempo foi de queda de rendimento para o Grêmio, que viu os adversários crescerem em campo. Após uma bola na trave, o time sofreu o empate em um pênalti cometido por Darlan. O goleiro Wilson fez cobrança forte, sem chances para Paulo Victor. Depois, o arqueiro do Coritiba ainda fez grande defesa em pênalti batido por Jean Pyerre no canto direito.

Com o resultado, o Grêmio foi ultrapassado pelo Fluminense, que venceu o Goiás por 3 a 0, e caiu para o sétimo lugar na tabela, agora com 52 pontos. O próximo compromisso do Tricolor é na quarta-feira, às 16h, contra o Santos, na Arena.

Soberania na primeira parcial

Em uma tarde quente na capital paranaense, o início de partida foi morno no Couto Pereira. O Grêmio esteve mais consistente nos primeiros minutos, tentando furar a defesa da Coritiba pelas laterais. A marcação adiantada proposta por Renato impedia que os adversários avançassem, mas o Tricolor dependia muito de Ferreira e Alisson para tentar criar. E a primeira finalização dos visitantes foi justamente com Ferreira, logo aos 3 minutos O atacante dominou pela esquerda, foi para cima de Natanael, cortou e chutou. A bola saiu alta demais, sobre o gol.

Porém, se os gaúchos tinham mais posse, foram os paranaenses que chegaram com perigo pela primeira vez. Aos 8 minutos, Neilton arrancou pela esquerda e foi para cima da marcação e bateu colocado. A bola passou perto do gol de Paulo Victor, mas cruzou por cima da goleira. Foi um dos poucos lances de perigo na primeira parcial, pois sobravam ao time do paraguaio Gustavo Morínigo erros de passe e falta.

O gol do Grêmio saiu justamente em um lance de bola parada, em falta cobrada por Jean Pyerre. Na sequência de jogada em que fechou o ângulo e impediu que Alisson marcasse, o goleiro Wilson nada pôde fazer quando Paulo Mirando cabeceou após a cobrança do camisa 10 gremista. A bola ainda beliscou o travessão antes atravessar a marca do gol aos 19 minutos.

Cinco minutos mais tarde, Thaciano perdeu a chance de ampliar: Jean Pyerre fez bonita jogada e encontrou o companheiro entre os zagueiros. Mas ele finalizou muito mal, por cima da goleira. O time de Renato ainda tentou chutes de fora da área com Vanderson, Ferreira e Jean Pyerre, sem levar perigo. Aos poucos, o Tricolor recuou a linha de marcação, dando espaço aos adversários, que apontavam nas bolas rápidas.

Em lance aos 36 minutos, após lançamento longo, Nathan quase chegou para fazer a finalização, contudo Paulo Victor se adiantou, saiu da área e afastou com chute para frente. O goleiro ainda fez boa defesa quando afastou saltou alto para afastar de soco cruzamento de Natanael. Ainda assim, o Coritiba apresentava dificuldades para criar no setor ofensivo e não conseguiu o empate.

Pênaltis decidem o resultado

Sem mudanças, o Grêmio começou o segundo tempo levando um susto com a postura ofensiva do adversário. Aos 9 segundos, Thaciano fez falta em Rafinha. Após a cobrança de Neilton, Paulo Victor saiu para afastar de manchete e se chocou com David Braz, que quase atrapalhou o goleiro. O zagueiro ficou caído após o impacto e precisou de atendimento. O Coritiba tentou mais dois cruzamentos nos minutos seguintes, afastados de cabeça por Paulo Miranda.

Aos poucos, o Grêmio foi se reencontrando na partida. Aos 11 minutos, o Tricolor fez jogada de velocidade após drible pelo meio das pernas do marcador. A bola sobrou para Thaciano, que lançou Ferreira. O meia achou Cortez subindo livre pela esquerda e fez o passe. O lateral cruzou na medida para Alisson, que errou a cabeçada. No minuto seguinte, o camisa 23 recebeu pela meia direita e encontrou Thaciano dentro da área. O meio-campista girou e devolveu para Alisson e o arremate foi para fora.

Aos 22 minutos, o Grêmio teve chance claríssima de ampliar, em jogada coletiva de troca de passes rápidas. De Luiz Fernando para Alisson e, então, para Vanderson. O lateral encontrou espaço pela direita e ajeitou para o atacante, que chutou. A bola encontrou Thaciano no meio do caminho e desviou na trave antes de sair.

Custou caro e, na sequência, o gol de empate. Em contra-ataque de velocidade, Rafinha disparou pelo meio dos zagueiros e entrou na área. No contato de Darlan, o árbitro marcou pênalti, para ira dos jogadores do Tricolor. Além de Darlan, Bruno Cortez e David Braz foram amarelados. O goleiro e capitão Wilson bateu forte, no alto, no canto direito de Paulo Victor e deixou tudo igual no marcador aos 27 minutos.

O Tricolor teve a chance de conquistar os três pontos também de pênalti: aos 41 minutos, Thaciano foi derrubado na área por Cerutti. Após confusão na área, Jean Pyerre foi para a cobrança. Bateu rasteiro no canto esquerdo, exatamente para onde o goleiro Wilson caiu para fazer grande defesa e não deixar a equipe de Renato voltar para Porto Alegre com uma vitória na mala, em seu 400º jogo como técnico do Grêmio.

O time ainda teve 8 minutos de acréscimo, mas não conseguiu fazer o check-in dos três pontos e ficou mesmo no empate. O seu 16º em 33 jogos no Brasileirão.

Coritiba x Grêmio | Campeonato Brasileiro 33ª rodada

Coritiba (1)
Wilson (C); Natanael, Nathan Ribeiro, Vermudt (Rhodolfo), Jonathan; Nathan Silva, Hugo Moura (Rafinha), Matheus Galdezani, Sarrafiore (Cerutti); Neilton (Yan Sasse), Nathan (Ricardo Oliveira).
Técnico: Gustavo Morínigo

Grêmio (1)
Paulo Victor; Vanderson (Guilherme Azevedo), Paulo Miranda (C), David Braz, Cortez; Darlan (Pinares), Thaciano (Rodrigues), Jean Pyerre, Alisson, Ferreira; Isaque.
Técnico: Renato Portaluppi

Gol: Paulo Miranda (19’/1ºT); Wilson (24’/2ºT)
Cartão amarelo: Neilton e Rafinha (CFC), Darlan, Cortez, David Braz (GRE)

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Prisão ocorreu instantes depois de terem feito uma idosa de 80 anos de vítima

Ambos possuem extensa ficha criminal por furtos em veículos

Colorado entra em campo às 19h15min, no estádio Hernando Siles