Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio volta a vencer no Brasileirão e aplica goleada no Botafogo

Triunfo por 5 a 2 no Engenhão encerrou sequência negativa da equipe de Renato Portaluppi no Brasileirão

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio precisava encerrar uma sequência negativa no Brasileirão. Vindo de sete jogos sem vencer, tinha no Botafogo o adversário ideal para isso. Rebaixado e na lanterna, os cariocas não tinham mais pretensões na competição. E foi o que aconteceu. Na noite desta segunda-feira, o Tricolor goleou o rival pelo placar de 5 a 2 e voltou a triunfar na competição.

O caminho para a vitória foi construído cedo. Aos 6, Alisson abriu o placar. Depois, foi a vez de Jean Pyerre, dez minutos depois, marcar de falta. Na segunda etapa, Churín marcou de pênalti. Navarro até descontou, mas não foi suficiente para uma reação do apático Botafogo. Porque Matheus Henrique marcou mais duas vezes, antes de Matheus Babí dar números finais ao confronto.  

Com o resultado, o Grêmio subiu momentaneamente para a sexta colocação, com 56 pontos, dois a menos que o São Paulo, primeira equipe dentro do G4. O Tricolor volta a campo para enfrentar os paulistas, no domingo, às 20h30min, na Arena, em jogo válido pela 36ª rodada do Brasileirão.

Grêmio constrói vitória cedo 

O Grêmio entrou bastante modificado para o duelo contra o Botafogo. Só na defesa, foram três alterações. No gol, Paulo Victor substituiu Vanderlei. O zagueiro Kannemann, que sentiu um desconforto, foi substituído por Paulo Miranda. Na lateral direita, o suspenso Victor Ferraz deu lugar ao jovem Vanderson. Também fora pelo terceiro amarelo, Diego Souza cedeu a vaga para Churín.

O Grêmio começou a partida um pouco atrapalhado, cometendo erros defensivos em sequência. Em apenas cinco minutos, o Botafogo chegou a finalizar em três oportunidades. A mais perigosa delas com Zé Welison, que arriscou de fora da área e bateu rasteiro, assustando Paulo Victor, em bola que passou perto do pé da trave.

No entanto, o Grêmio marcou o gol que abriu o placar logo na primeira chegada à frente. Maicon começou a jogada na intermediária, buscando Matheus Henrique. O volante acelerou o passe e buscou Jean Pyerre, que enfiou belo passe para Alisson, na cara do gol. Ele bateu na saída do goleiro para fazer 1 a 0 a favor do Tricolor no Engenhão.

Não demorou para ampliar. E, de novo, com a participação de Jean Pyerre. Mas dessa vez, em bola parada. O Tricolor tocou muito no campo de ataque, rodando a bola até sofrer a falta. Na cobrança, Jean Pyerre bateu colocado, com categoria, fazendo a bola morrer no gol ao lado do pé da trave defendida por Diego Loureiro.

A partir do 2 a 0, o jogo caiu de produção. O Botafogo esbarrava nas suas próprias limitações. Com o time repleto de garotos, já bastante modificado após o rebaixamento, até se esforçou para chegar à frente. Já o Grêmio optou por tocar a bola e arriscar descidas pelas pontas, especialmente pela direita, com o insinuante lateral Vanderson. No entanto, o placar se manteve o mesmo até o fim da primeira etapa. 

Goleada na etapa final

As duas equipes voltaram com a mesma postura para a etapa final. Logo aos 8 minutos, o Tricolor teve a chance de ampliar. Pepê sofreu pênalti após bate rebate na área. O árbitro precisou consultar o VAR antes de assinalar a infração. Churín bateu deslocando o goleiro para fazer 3 a 0. 

Quando parecia que o jogo estava resolvido, a defesa do Grêmio resolveu colocar uma emoção na partida. Após passe em profundidade de Cesinha, ele buscou Rafael Navarro. O atacante do Botafogo ganhou na velocidade de David Braz, que partiu muito atrasado para o lance. Ele venceu Paulo Victor para descontar para o Botafogo.

A partir daí, os cariocas melhoraram. E até ensaiaram uma pressão, especialmente com Matheus Nascimento. Com personalidade, o garoto insistia nas finalizações e levou perigo ao gol de Paulo Victor, limpando para dentro e batendo forte aos 20 da etapa final. 

No entanto, foi o Grêmio quem marcou de novo. Após boa troca de passes na entrada da área, pelo lado direito, Jean Pyerre escorou para Matheus Henrique. Em um lance rápido, de futsal, o meia pisou, adiantou e bateu colocado, forte, para fazer 4 a 1. Quatro minutos depois, com um Botafogo totalmente entregue, o mesmo Matheus Henrique tabelou com Isaque e marcou o quinto. 

O Botafogo ainda teve forças para descontar. Em nova falha do sistema defensivo, Matheus Babi fez o segundo da equipe carioca, o último antes do apito final de um jogo movimentado, que marcou o reencontro do Tricolor com as vitórias no Campeonato Brasileiro. 

Campeonato Brasileiro – 35ª rodada 

Botafogo 2 

Diego Loureiro; Kevin, Kanu, Souza e Hugo (Marcelo Benevenuto); Caio Alexandre, Zé Welison (Kayque), Romildo (Matheus Babi) e Matheus Nascimento; Cesinha (Warley) e Rafael Navarro (Lecaros). Técnico: Lucio Flavio

Grêmio 5

Paulo Victor; Vanderson (Ferreira), Paulo Miranda, David Braz e Cortez; Maicon (Lucas Silva), Matheus Henrique (Thaciano), Alisson (Rodrigues), Pepê e Jean Pyerre; Churín (Isaque). Técnico: Renato Portaluppi

Gols: Alisson (6/1T), Jean Pyerre (16/1T), Churin (8/2T), Navarro (11/2T), Matheus Henrique (28 e 33/2T), Matheus Babí (37/2T)

Local: Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Data e hora: 08/02, às 20h

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

A mulher de 47 anos, estava internada em Vacaria, e faleceu na terça-feira, dia 20

Colisão aconteceu no entroncamento com a RSC-453

Moradora sofreu queimaduras e foi atendida pelo Samu

Os cinco animais apresentavam sinais de desnutrição e estavam em péssima situação de higiene

error: Content is protected !!