Giro do Vale / Destaque / Saúde

RS recebe 17 pacientes vindos de Manaus

Equipe recepcionou 14 homens e três mulheres, com idades entre 33 e 70 anos

Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

O jato C-99 da Força Aérea Brasileira transportando os 17 pacientes de Manaus, capital do Amazonas, infectados por Covid-19 aterrissou às 19h50min desta segunda-feira, dia 1º, no antigo terminal do Porto Alegre Airport – Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre.  Um total de 17 ambulâncias estavam na pista para fazer o transporte individual dos enfermos –  14 homens e três mulheres. O número previsto inicialmente era 18, mas houve uma desistência. Nove pessoas foram encaminhadas para o Grupo Hospitalar Conceição (GHC) e outras oito  para o Hospital Universitário, em Canoas. Todos passaram por triagem e ficarão em leitos clínicos,  isolados dos demais portadores de Covid-19 já hospitalizados. 

No GHC, todos  passaram por atendimento na Emergência, onde foi constatado que não necessitavam de internação em Unidade de Terapia Intensiva. Por conta disso, foram encaminhados para leitos clínicos, em ala  especial. Nesta terça-feira, outros 18 pacientes procedentes de Manaus chegarão ao Estado. Os enfermos, portadores de Covid-19, serão internados no Hospital Regional de Santa Maria. O pedido para que fossem enviados à cidade partiu do Ministério da Saúde, via governo do Estado. 

“Depois de oito anos, estamos retribuindo ao Estado e ao Brasil o gesto de ajuda que promoveram durante a tragédia da Boate Kiss, quando morreram 242 pessoas, acolhendo os feridos daquela madrugada em diversos hospitais”, afirmou o prefeito Jorge Pozzobom. “É um gesto humanitário que estamos fazendo”, disse.

Eles chegarão de avião na Ala 4 (antiga Base Aérea), onde 18 ambulâncias estarão preparadas para o deslocamento até o hospital, localizado na zona Oeste do municipio. “Ficarão em uma ala isolada,  adaptada para recebê-los”, informou o secretário municipal de Saúde, Guilherme Ribas. 

Esse é o terceiro grupo de casos confirmados de Covid-19 de outros estados que vem receber tratamento em solo gaúcho. Dois grupos com 9 pacientes cada um, ao todo 18, vieram de Rondônia na semana passada . Um desses pacientes está na UTI e cinco receberam alta, conforme relata o diretor do Departamento de Regulação Estadual, Eduardo Elsade. Segundo ele,  não há perigo desses pacientes transmitirem uma nova variante da Covid-19, já  que foram seguidos  os protocolos sanitários durante a viagem. “A variante vai chegar no Estado, já que é um vírus, mas não por esses pacientes, aliás já chegou”, destaca. 

O governo do Rio Grande do Sul disponibilizou 50 leitos no Estado para regiões em situação crítica, como aconteceu em Rondônia e Manaus, onde o sistema de saúde entrou em colapso e a falta de cilindros de oxigênio causaria o óbitos dos doentes por falta de ar.  No entanto,  só 18 rondonienses foram transferidos em janeiro. Desta forma, a rede hospitalar gaúcha passará a atender 53 pacientes vindos de fora do RS, contabilizando os 17 manauras que chegaram à capital gaúcha nesta segunda-feira e os 18 que chegarão em Santa Maria nesta terça-feira.

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

O espaço da sala de recuperação do bloco cirúrgico passa a funcionar como uma UTI Intermediária Covid 19

Ele assina contrato até dezembro de 2022

Lote deve chegar ao Aeroporto Salgado Filho no período da manhã

Hospital São José apresenta lotação dos 10 leitos disponíveis para UTI Covid