Giro do Vale / Destaque / Saúde

RS tem aumento no registro de regiões em bandeira vermelha

O Vale do Taquari retornou para a bandeira vermelha após ter sido classificado com bandeira laranja na última rodada do Distanciamento Controlado

Foto: Divulgação

Aumentou o número de regiões em bandeira vermelha no Rio Grande do Sul. De acordo com o mapa preliminar da 41ª rodada do Distanciamento Controlado, divulgado pelo governo do Estado, 16 áreas foram classificadas como alto risco para esgotamento da capacidade hospitalar e a velocidade de contaminação do coronavírus no Estado. Na última fase do plano eram 13. 

Nesta semana, Porto Alegre, Canoas, Capão da Canoa, Cruz Alta, Novo Hamburgo, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santo Ângelo, Taquara, Cachoeira do Sul, Erechim, Guaíba, Lajeado e Uruguaiana estão na bandeira vermelha. As regiões em bandeira laranja nessa rodada são Bagé, Caxias do Sul, Pelotas, Ijuí e Santa Rosa. 

Os municípios e associações regionais podem apresentar, até as 6h de domingo, pedidos de reconsideração, que serão analisados para que as bandeiras definitivas sejam divulgadas na segunda-feira. As medidas do Distanciamento Controlado passam a valer oficialmente a partir da meia-noite de terça-feira.

De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, nesta semana o RS reportou pela primeira vez presença da variante P1, que é uma cepa mais contagiosa do coronavírus. Atualmente, a variante P2 é a dominante no Estado. 

Nesta sexta, o RS chegou a 11.300 vítimas do coronavírus, em 11 meses de pandemia. Já são mais de 580 mil casos de Covid-19, enquanto a vacina foi aplicada em 284,6 mil pessoas.

Segundo o governo estadual, entre os indicadores monitorados, chamam a atenção a forte elevação no número de confirmados em leitos clínicos (+23%), o aumento nos registros de hospitalização (+32%) e também no número de óbitos (+16%). As internações em UTI se mantiveram estáveis (+1%). Nessa semana houve leve aumento no número total de leitos de UTI ocupados. Considerando a estabilidade no total de leitos e também dos confirmados com Covid-19 em UTI, a razão de leitos livres para cada ocupado por Covid-19 reduziu para 0,79 no Estado.

Da laranja para vermelha

Nesta rodada, as regiões de Cachoeira do Sul, Lajeado, Guaíba, Uruguaiana e Erechim passaram da bandeira laranja para a vermelha devido a piora nos indicadores de monitoramento pelo sistema de enfrentamento à pandemia. 

Regra 0-0 e cogestão

De acordo com o mapa preliminar da 41ª rodada, 378 de 497 municípios estão classificados em bandeira vermelha. Desses, 164 podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.

Caso a classificação do mapa preliminar seja mantida, das 21 regiões, 18 estão em cogestão e podem adotar protocolos próprios, elaborados pelas respectivas associações regionais. As regiões de Santa Maria e Guaíba são as únicas que não aderiram ao sistema, entre as que estão em bandeira vermelha, portanto, devem seguir os protocolos determinados pelo Estado.

As cinco regiões classificadas em laranja e participantes do sistema de cogestão podem utilizar protocolos de bandeira amarela, se estiverem previstos e atualizados nos seus planos regionais.  

O levantamento completo da 41ª rodada está disponível neste link

Secom

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

A colisão entre dois veículos ocorreu no Km 444 da rodovia, em Canoas

Curso não iniciou no prazo prometido e empresa não atende o telefone

Aeronave com o imunizante contra a Covid-19 aterrissou às 19h45min desta segunda-feira, no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre