Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter vence o Ypiranga por 4 a 2 no Beira-Rio

Colorado saiu na frente, sofreu a virada, mas conseguiu o triunfo nos minutos finais da partida

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Na estreia do grupo principal na temporada 2021 e em uma partida eletrizante, o Inter venceu o Ypiranga por 4 a 2, no estádio Beira-Rio, pela quarta rodada do Gauchão, neste domingo. O resultado tira o Canarinho da liderança do estadual – agora o time de Erechim é o vice, com sete pontos, mas saldo positivo – e deixa o Colorado na terceira colocação, com sete. 

Com a nova escalação do técnico Miguel Ángel Ramírez – que não ficou na casamata por ainda não estar regularizado –, o time abriu o placar logo aos 5 minutos com Yuri Alberto em linda finalização. No entanto, viu o Ypiranga se aproveitar de erros defensivos e empatar com Cristiano, aos 44, na primeira etapa.

Na volta do intervalo, ainda com o Colorado desencontrado em campo, Praxedes cometeu pênalti, que Caprini bateu e virou para os visitantes. Após a desvantagem, o Inter promoveu mudanças na escalação e passou a controlar o jogo. O empate chegou de cabeça, com Zé Gabriel aos 19 minutos. A partir daí, foi só pressão pela vitória, que veio com Edenilson, aos 45 minutos, cobrando perfeitamente a penalidade sofrida por Caio Vidal. O alívio, porém, foi garantido por Danilo Fernandes, que fez uma grande defesa logo após o gol. E ainda deu tempo de Patrick marcar mais um, aos 48. 

Começo fulminante e erros defensivos

Ainda que sem Miguel Ángel Ramírez na casamata, a era do comandante espanhol começou na noite deste domingo no Beira-Rio. O novo treinador mandou a campo um time desenhado no 4-3-3, com Peglow e Marcos Guilherme como novidades entre os titulares, nas vagas de Galhardo e Patrick. O espanhol, se não estava na beira do gramado, ficou ali perto, na mureta que separa a arquibancada do campo. 

Marcando em cima, o Inter abriu o placar cedo, aos 5 minutos, em jogada de roubada no ataque. Edenilson recuperou, acionou Rodinei, que avançou bem pela direita e cruzou para Yuri Alberto. Em belo domínio, o jovem atacante venceu dois marcadores e finalizou forte para abrir o placar.

Após o gol, a equipe colorada diminuiu bastante a intensidade e o controle do jogo. Com isso, os visitantes passaram a aumentar o ritmo e a pressionar a marcação na saída de jogo da defesa. A pressão surtiu efeito. Aos 20 minutos, Cristiano ficou cara a cara com Danilo, mas Cuesta salvou. Aos 25, o volante Clayton perdeu livre, dentro da área, depois de bom cruzamento de Zé Mário. 

O empate chegou também numa falha da zaga do Inter, que escapou de erros em sequência aos 42 e 43, mas aos 44 minutos, o Ypiranga não perdoou. No último vacilo, Cristiano foi letal. Mossoró tocou e o atacante finalizou para o fundo das redes.

Vitória e volta de Guerrero

A volta do intervalo foi da melhor maneira para o Ypiranga. Aos 3 minutos, Caprini avançou rapidamente e tocou para Mossoró, que foi derrubado dentro da área por Praxedes. Pênalti. Na cobrança, Caprini cobrou forte e colocou o Canarinho na frente do placar: 2 a 1. 

O jogo ficou movimentadíssimo com o Inter em desvantagem. Aos 7 minutos, Yuri Alberto quase empatou em chute forte na trave. No lance seguinte, foi a vez de Cristiano mandar no poste e quase ampliar para os visitantes. Na arquibancada, Ramírez orientou Osmar Loss e Martin Anselmi, seus auxiliares, a trocarem o time. Caio Vidal e Patrick entraram nas vagas de Marcos Guilherme e Peglow.

As mudanças até surtiram efeito, mas com o Colorado tendo dificuldade de romper a defesa do Ypiranga. Na bola parada, o Inter conseguiu levar vantagem e Zé Gabriel igualou o marcador de cabeça, depois de cobrança de escanteio de Edenilson. Logo após o 2 a 2, Guerrero e Galhardo entraram nas vagas de Yuri Alberto e Praxedes. Em um de seus primeiros lances, Guerrero encontrou Caio Vidal em boas condições, que finalizou em cima de Deivity. 

Se aproveitando do cansaço do Ypiranga, o Inter passou a empilhar oportunidades de gol. Aos 32, Patrick finalizou para fora desviado. Na cobrança de escanteio, Edenilson rolou para Rodinei, que limpou e chutou forte para grande defesa do goleiro adversário.  A pressão seguiu. Aos 35, Caio Vidal passou para Galhardo, que bateu rasteiro e só não marcou pois Jonathan salvou em belo carrinho. 

O Ypiranga até tentou, mas não conseguiu resistir a qualidade do ataque do Inter. Aos 45, Jonathan cometeu pênalti em Caio Vidal, que Edenilson bateu com perfeição para selar a vitória. Aos 48, ainda deu tempo de Patrick marca mais um para o Colorado e fechar a estreia do time principal no Gauchão.

Campeonato Gaúcho – 4ª rodada

Inter 4
Danilo Fernandes; Rodinei, Zé Gabriel, Victor Cuesta, Moisés, Nonato (Lindoso), Edenilson, Praxedes (Galhardo), Marcos Guilherme (Patrick), Peglow (Caio Vidal) e Yuri Alberto (Guerrero) . Técnico: M.A. Ramírez

Ypiranga 2
Deivity; Muriel, Reinaldo, Patrick (Luis Eduardo) e Zé Mário (Jonathan); Mikael, Clayton e Mossoró; Jean Silva, Caprini (Quirino) e Cristiano (Dija Baiano). Técnico: Junior Rocha.

Gols: Yuri Alberto (5min/1T°) Cristiano (44min/1T°) Caprini (04/2T°) Zé Gabriel (19min/2T°) Edenilson (45min/2T°) Patrick (48min/2T°)
Cartões amarelos: Mikael (Ypiranga)
Árbitro: Jean Pierre de Lima
Local: Estádio Beira-Rio
Início: 20h deste domingo

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Prisão ocorreu instantes depois de terem feito uma idosa de 80 anos de vítima

Ambos possuem extensa ficha criminal por furtos em veículos

Colorado entra em campo às 19h15min, no estádio Hernando Siles