Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Reservas do Grêmio vencem o Ayacucho e avançam à terceira fase da Libertadores

Resultado de 2 a 1 garantiu classificação para enfrentar o Independiente del Valle

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Um jogo protocolar, apenas para confirmar aquilo que já se sabia desde a semana passada, quando o Grêmio aplicou uma goleada por 6 a 1. Desta vez, na altitude de Quito, no Equador, na noite desta terça-feira, o Tricolor saiu atrás, mas buscou a virada de 2 a 1 diante do Ayacucho, e fez o suficiente para, com uma equipe repleta de garotos, garantir vaga na terceira e última fase prévia antes dos grupos da Libertadores.

Sosa abriu o placar para o Ayacucho, aos 39. Mas, um minuto depois, Ferreira empatou. Já no fim do jogo, Ricardinho definiu a virada aos 41. 

Com o resultado, o Grêmio garante vaga na terceira fase prévia da Libertadores. O adversário será o Independiente del Valle, que eliminou o Uniõn Española, também na noite desta terça-feira. Pelo Gauchão, o Tricolor volta a campo na sexta-feira, às 20h, para enfrentar o Aimoré, na Arena. 

Grêmio sai atrás, mas reage imediatamente

Com a classificação encaminhada após a goleada no jogo de ida, o Grêmio deu descanso aos principais jogadores e mandou ao Equador uma equipe bastante descaracterizada, recheada de garotos. Entre os mais experientes, destaque para o lateral Bruno Cortez, o meia Thaciano e o atacante Ferreira. No gol, Brenno recebeu mais uma oportunidade, e de volante o autor do gol contra o Esportivo, Lucas Araújo, iniciou.

Os primeiros 25 minutos de jogo foram muito fracos tecnicamente. O Grêmio, pouco preocupado diante da confortável vantagem, não se esforçava para trocar passes e chegar à frente. Com a displicência, errava atrás e não conseguia dar sequência aos lances ofensivos. Já o Ayacucho, além das fragilidades já apresentadas em Porto Alegre, tinha um agravante: os desfalques por Covid-19 obrigaram o time a jogar com reservas, deixando a equipe ainda mais limitada. 

Graças às jogadas individuais dos garotos o Tricolor passou a levar perigo, quase a 30 minutos da etapa inicial. Gui Azevedo disparou pelo meio, levou a bola e abriu pela esquerda para Ferreira. O atacante invadiu a área e finalizou, obrigando Espinosa a espalmar para o meio da área. No rebote, Thaciano não alcançou. 

Mas foi o Ayacucho quem abriu o placar, aos 39 minutos da etapa inicial. Da esquerda, Ardilles levantou bola à meia altura, na marca do pênalti. Sosa escorou para o meio de cabeça, e a bola voltou para ele. De primeira, colocado, tirou de Brenno para fazer 1 a 0 para os peruanos.

A resposta veio no minuto seguinte. Logo após a saída de bola, Ferreira recebeu e fez boa jogada individual pela esquerda. Avançou com a bola dominada, invadiu a área e bateu na saída do goleiro para igualar o marcador e levar a partida em 1 a 1 ao intervalo.

Segundo tempo protocolar e virada no fim 

O Ayacucho ensaiou uma postura mais agressiva na volta do intervalo. Com Sosa e Ardilles pelo lado direito, criou algumas jogadas e levou vantagem sobre a marcação do Grêmio. Antes dos 10, quase marcou em bola parada. Sempre com Ardilles, ele cobrou falta com perigo, com a bola passando rente à trave direita do goleiro Brenno.

Os peruanos seguiram insistindo, e levando perigo especialmente na bola parada, único desafogo além de Sosa e Ardilles. De novo, aos 25, obrigou Brenno a espalmar para escanteio. No lance, aliás, o goleiro do Grêmio preocupou, ficando caído e sentindo dores.

Pelo lado do Grêmio, mais uma vez, o destaque foi Ferreira. O ponta recebia quase todas as bolas e partia sempre para a jogada individual na etapa final. Depois, com a entrada de Léo Chu, que já havia disputado o confronto contra o Esportivo, também entrou para tentar movimentar o setor ofensivo do Grêmio.

As alterações mudaram o cenário do jogo, e o Grêmio confirmou a virada no fim. Ricardinho marcou já aos 41 do segundo tempo e definiu o 2 a 1. Assim, o Tricolor avançou à terceira e última fase prévia antes dos grupos, para enfrentar o Independiente del Valle.

Copa Libertadores – Jogo de volta da 2ª fase prévia

Ayacucho 1

Espinosa; Villamarín, Delgado, Quina e Aguirre; Paucar, Rojas e Ardilles; Sosa, Vargas e Pósito. Técnico: Valter Fiori

Grêmio 1

Brenno; Vanderson, Rodrigues, Ruan e Cortez; Lucas Araújo, Darlan, Thaciano, Guilherme Azevedo e Ferreira; Ricardinho. Técnico: Alexandre Mendes

Gols: Sosa (39/1T) e Ferreira (40/1T) e Ricardinho (41/2T)
Cartões amarelos: Paucar, Villamarín (Ayacucho); Ruan (Grêmio)
Arbitragem: Esteban Ostojich (URU)
Local: Estádio Atahualpa, em Quito (EQU)

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ele era fundador e diretor do jornal O Informativo do Vale

Área precisou ser isolada junto a RS-118 em Viamão na manhã desta segunda-feira, deixando o trânsito interrompido

Previsão faz parte de um total de 18,4 milhões de doses da Oxford/AstraZeneca previsto para até o dia 1º de maio

Os homens que atiraram a droga para o interior da casa prisional não foram localizados

error: Content is protected !!