Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter atropela o Olímpia em goleada por 6 a 1 no retorno de Taison

Equipe de Miguel Ángel Ramírez garantiu manutenção da liderança do grupo B da Libertadores com goleada histórica no Beira-Rio

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

A noite era de reencontro, mas também era fundamental vencer. E o torcedor colorado viu as duas coisas, além de uma boa atuação de Taison, voltando a vestir a camisa do Inter depois de 11 anos. Nesta quarta-feira, a equipe de Miguel Ángel Ramírez foi muito superior e atropelou o Olimpia por 6 a 1, no Beira-Rio, pela Libertadores. Com o resultado, o Colorado lidera o grupo B da competição, com seis pontos em três jogos. 

Na etapa inicial, Cuesta marcou de cabeça. Já no segundo tempo, Edenilson anotou de pênalti. Thiago Galhardo fez dois, e Yuri Alberto anotou também. O sexto foi um golaço, com Caio Vida marcando de bicicleta. O gol de honra do Olimpia foi de González.

O Inter enfrenta o Juventude neste sábado, às 19h, no Beira-Rio, pelo jogo de volta da semifinal do Gauchão. O colorado precisa de dois gols de diferença para avançar à decisão. Pela Libertadores, o próximo confronto é contra o Deportivo Táchira, na terça-feira, 11 de maio, às 19h15min, na Venezuela. 

Inter domina primeiro tempo e marca na bola aérea 

Depois de duas semanas de espera desde o último treino, o Inter finalmente promoveu a reestreia de Taison. O atacante começou a partida ao lado de Marcos Guilherme, que substituiu o lesionado Patrick, com lesão na coxa. No comando de ataque, o escolhido de Miguel Ángel Ramírez foi Thiago Galhardo. 

Desde o início do confronto, o Inter foi bem superior ao Olimpia. Com Taison centralizado, ele foi o responsável por criar duas boas chances para o Inter ainda antes dos 10 minutos. Mas a chance mais clara no início do confronto foi criada em erro de saída de bola do Olimpia, que não foi aproveitada por Marcos Guilherme.

A pressão intensa do Inter logo resultou no gol de abertura do placar. Após jogada pela direita, o colorado ganhou escanteio. Rodinei cruzou para dentro da área com precisão. Cuesta dividiu com o defensor e, mais uma vez na bola aérea, mergulhou de peixinho para fazer 1 a 0 diante do Olimpia no Beira-Rio. 

O Olimpia, por sua vez, não apresentou praticamente nada no primeiro tempo. Amplamente dominado, viu o Inter empilhar chances, e ficar sempre mais perto de marcar o segundo do que do empate. Sem nenhuma alternativa ofensiva e quase sem conseguir reter a bola nas poucas vezes em que teve a posse, precisou se contentar em ir ao intervalo perdendo apenas por 1 a 0. 

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Goleada histórica no segundo tempo 

O Inter manteve a intensidade apresentada no primeiro tempo e, logo no início da segunda etapa, chegou ao segundo gol. Taison seguiu jogando bem e ajudou a construir a jogada que resultou no pênalti. Mauricio tentou abrir bola, mas o defensor do Olimpia interceptou com a mão dentro da área. Na cobrança, Edenilson bateu com categoria, deslocando o goleiro Olveira e fazendo 2 a 0. 

Com a desvantagem de dois gols no marcador, o Olimpia se viu obrigado a correr riscos. A partir dos quinze minutos, ensaiou uma presença ofensiva maior no campo do Inter, buscando a chegada pelas pontas. No entanto, pelo mesmo setor, ofereceu espaço aos contra-ataques velozes do colorado, deixando o jogo mais franco. 

E foi justamente em uma jogada rápida pela esquerda que o Inter ampliou. Taison centralizou bola para Galhardo, que fez um corta-luz inteligente para Marcos Guilherme. Ele bateu, e o goleiro saltou para fazer defesa de mão trocada. No rebote, no entanto, ela voltou para o próprio Galhardo. Oportunista, bem posicionado, tocou para as redes para fazer o terceiro no jogo.

O próprio Galhardo foi o responsável por anotar um lindo gol no Beira-Rio. Com facilidade diante de um adversário nas cordas, o Inter não teve trabalho para chegar à frente. Praxedes, que havia acabado de entrar, enfiou bola entre a defesa para Galhardo. Ele bateu com categoria, encobrindo o goleiro e marcando um golaço. 

O Colorado manteve o ritmo intenso e, logo depois, chegou ao quinto com Yuri Alberto. Mas o gol mais bonito da noite foi para fechar o placar. Caio Vidal, de bicicleta, pegou na veia, e fez 6 a 0. No fim, o Olimpia ainda chegou ao seu gol de honra, marcando de pênalti com González. Nada que atrapalhasse o brilho da atuação, garantindo a liderança do grupo B da Libertadores para o Colorado. 

Libertadores – 3ª rodada da fase de grupos

Inter 6

Marcelo Lomba; Rodinei, Zé Gabriel, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson, Mauricio, Marcos Guilherme e Taison; Thiago Galhardo. Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

Olimpia 1 

Olveira; Benítez, Alcaraz, Polenta e Torres; Ojeda, Ortíz, Rojas, Sosa e Silva; Recalde. Técnico: Sergio Orteman

Gols: Cuesta (29/1T), Edenilson (7/2T), Galhardo (18, 25 /2T), Yuri Alberto (31/2T), Caio Vidal (34/2T) e González (40/2T)

Cartões amarelos: Edenilson (Inter) Polenta, Silva (Olimpia)

Árbitro: Facundo Tello (ARG)

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data e hora: 05/05, às 21h

Correio do Povo

Veja mais imagens

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Corpo que estava em avançado estado de decomposição, foi encontrado por um pescador.

Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou relatos de falta do imunizante em prefeituras gaúchas

No Vale do Taquari, a mínima será de 13°C e a máxima chega aos 32°C

Sexta oportunidade de deixar o Z4 foi desperdiçada com derrota por 2 a 0, em jogo com pênalti e expulsão do zagueiro Paulo Miranda