Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter faz 4 a 1 no Juventude e está na final do Gauchão

Com gols de Yuri Alberto, Maurício, Edenílson e Rodinei marcaram os gols que garantiram o Colorado na decisão

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

O Inter venceu o Juventude por 4 a 1, na noite deste sábado, no Beira-Rio, e garantiu a vaga na final do Gauchão 2021. Yuri Alberto, Maurício, Edenílson e Rodinei marcaram os gols da classificação para a decisão, que o clube não disputava desde 2019. Matheus Peixoto descontou de pênalti.

O Colorado aguarda a definição entre Grêmio e Caxias para saber quem será o adversário. O jogo entre as duas equipes ocorre neste domingo, às 16h, na Arena. O Tricolor venceu no Centenário, por 2 a 1, e largou em vantagem.

O próximo compromisso do Inter é contra o Deportivo Táchira, no estádio Pueblo Nuevo, na terça-feira, às 19h15min, válido pela quarta rodada do grupo B da Libertadores. O Colorado é líder com os mesmos seis pontos do Always Ready, da Bolívia, mas com saldo sete contra quatro. A final do Gauchão inicia no próximo final de semana.

Inter marca dois nos minutos finais

Com a vantagem da vitória em Caxias do Sul, o Juventude começou a partida tentando pressionar o Inter dentro do Beira-rio, mas rapidamente a equipe de Miguel Ángel Ramírez conseguiu se estabilizar e passou a atacar. Aos nove, Rodinei cobrou escanteio do lado esquerdo de ataque e a bola foi direta no primeiro poste, onde Carné teve que soquear para não sofrer o gol.

Com o adversário atuando com os 11 jogadores no seu campo defensivo, o Colorado o jogo virou um ataque contra defesa. Entretanto, a equipe trocava passes no meio de campo e não conseguiu criar chances de gols. Em um contra-ataque, aos 29, Capixaba passou por Moisés e Cuesta, invadiu a área e cruzou rasteiro para Peixoto, que entrava pela direita, mas o lateral do Inter salvou chutando pela linha de fundo.

Três minutos depois, Palácios invadiu a área, adiantou a bola e Alyson acertou a coxa do atacante do Inter, que caiu. O árbitro Daniel Nobre Bins entendeu como jogada normal, não recorreu ao VAR e mandou seguir. Aos 37 minutos, sentindo muitas dores, Palácio caiu no gramdo e foi retirado de maca chorando e Yuri Alberto entrou.

A partir da alteração, o jogo mudou e o Inter conseguiu dois gols em contra-ataques. Aos 43, após escanteio, Praxedes fez um “pé de ferro” com o adversário, a bola sobrou para Yuri Alberto, que passou para Thiago Galhardo. Em alta velocidade, os dois chegaram na frente do goleiro Marcelo Carné e Galhardo passou para Yuri Alberto empurrar para o fundo da rede.

Três minutos depois, Edenílson aproveitou um erro de passe do Juventude, avançou em velocidade área a dentro e tocou no segundo poste. Maurício chegou nas costas da defesa e empurrou para o fundo das redes. Inter 2 a 0, placar que colocava o Inter na semifinal do Gauchão.

Inter sofre um gol, mas faz mais dois e garante a vaga

Atrás no placar, o Juventude voltou pressionando e por pouco não marcou. Logo a um minuto, Peixoto deu um drible em Zé Gabriel dentro da área e ficou na frente de Marcelo Lomba, mas Dourado chegou de carrinho e empurrou a bola pela linha de fundo. Cinco depois, Capixaba bateu da intermediária, marcado por vários jogadores e Lomba deu um leve toque na bola, empurrando pela linha de fundo e evitando o primeiro da equipe de Caxias.

Aos 11, Moisés tentou atrasar de cabeça para Lomba, mas a bola saiu fraca, Wescley chutou e Cuesta, de bicicleta, afastou o perigo. Dois minutos depois, Thiago Galhardo lançou Yuri Alberto, a bola foi em direção a linha de fundo e Marcelo Carné saltou ao chão para fazer a defesa, mas acertou as pernas do atacante.

Após ver o lance no VAR, Daniel Nobre Bins marcou a penalidade. Edenilson chutou no ângulo esquerdo de Carné, que nem se mexeu. Inter 3 a 0. Porém, aos 21, Cuesta fez pênalti em Paulo Henrique e Matheus Peixoto diminuiu, acertando o canto inferior de Lomba.

Dez minutos depois, Wescley passou em profundidade para Peixoto. Lomba saiu da meta, fechou o ângulo e defendeu o chute cruzado do centroavante do Juventude. Apesar da pressão, foi o Inter que ampliou. Aos 33, Nonato, após entrar na vaga de Praxedes, fez excelente lançamento para Caio Vidal, que entrou no lugar de Maurício, que chutou. Carné fez a defesa e, no rebote, Rodinei marcou o quarto de cabeça.

Aos 42 minutos, Peixoto ficou na frente de Lomba e chutou, mas o goleiro do Inter fez excelente defesa. Foi última grande oportunidade do Juventude e do jogo. Nos minutos finais, o Colorado administrou e segurou o adversário, já cansado. Classificação colorada com uma nova goleada. 

Campeonato Gaúcho – 2ª partida da semifinal

Inter (4)
Marcelo Lomba; Rodinei, Cuesta, Zé Gabriel e Moisés; Dourado, Edenilson (Lindoso), Mauricio (Marcos Guilherme), Praxedes (Nonato) e Palacios (Yuri Alberto); Thiago Galhardo (Caio Vidal).
Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

Juventude (1)
Marcelo Carné; Paulo Henrique, Vitor Mendes, Rafael Forster e Alyson; João Paulo, Castilho (Bochecha), Wescley, Capixaba (Matheuzinho) e Marcos Vinicios; Matheus Peixoto.
Técnico: Marquinhos Santos.

Gols: Yuri Alberto (43min/1ºT), Maurício (46min/1ºT), Edenilson (18min/2ºT) e Rodinei (33min/2ºT); Matheus Peixoto (22min/2ºT)

Cartões amarelos: Cuesta e Miguel Ángel Ramírez (I); Wescley e Marcelo Carné (J)
Cartões vermelhos: –

Árbitro: Daniel Nobre Bins
Auxiliares: Jorge Bernardi e Mateus Rocha
Árbitro do VAR: Wagner Reway (MT)

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Também foram localizados dois carregadores e cem munições

Colisão entre carro e moto ocorreu na altura do Bairro Imigrantes, próximo a Withe Martins

Governo de SP anunciou antecipação do cronograma de vacinação em 30 dias

Manhã é marcada por temperaturas baixas, mas tarde será amena no Estado