Giro do Vale / Destaque / Geral

Municípios querem discutir a duplicação da RSC-287 com concessionária

Encontro reuniu lideranças políticas para criar uma frente regional e levar as demandas até a Sacyr

Foto: Reprodução / Facebook

Lideranças iniciaram um movimento para criar uma frente regional em busca por diálogo com a empresa responsável pela concessão da RSC-287. A intenção é levar até os representantes do grupo espanhol Sacyr, as necessidades da região.

O encontro ocorreu na localidade de Costa do Capivara, por solicitação do morador Leon Leite. Estiveram presentes o vice-prefeito de Taquari Ramon Jesus, o vice-prefeito de Tabaí Ênio Braga, o prefeito de Bom Retiro do Sul Edmilson Busatto, o prefeito de Venâncio Aires Jarbas da Rosa, além de vereadores desses municípios.

A preocupação das autoridades e moradores desses municípios, inclui os pontos onde serão feitas saídas e rótulas junto a rodovia. Por isso querem uma conversa com os representantes da concessionária, para um estudo conjunto dos detalhes da duplicação.

Concessão por 30 anos

Na manhã da terça-feira, dia 20, o governador Eduardo Leite assinou o contrato de concessão da RSC-287, com o grupo Sacyr, que prevê um investimento de R$ 2,7 bilhões em investimentos pelos próximos 30 anos. Nesses investimentos, está prevista a duplicação de 204,5 quilômetros da rodovia, que é a principal ligação entre a Região Metropolitana e o centro do Estado.

Comentários

  1. Mano_jorge disse:

    Esclarecimento.
    Causou espanto e preocupação uma notícia divulgada no jornal Gazeta de Santa Cruz sobre a RSC 287 dando conta da duplicação da rodovia e o fato de que estariam projetados apenas trevos de retorno entre Venâncio Aires e Tabaï nos atais trevos de acesso já existentes em Vila Mariante e Taquari.
    Preocupação esta que levou o usuário da dita via Leon Leite, morador da Costa do Capivara (Amoras) a articular um movimento junto as autoridades dos municípios que teriam suas áreas bi-partidas por uma espécie de via expressa, tipo uma “freewayx.
    O fato acima relatado pelo jornal Giro do Vale é um testemunho que algo já foi feito de concreto.
    Isto é apenas o início, não podemos nos acomodar. Vamos nos mobilizar pela construções de mais retornos e acessos à rodovia que tanto usamos.

    .

Publicidade

Últimas Notícias

Crime ocorreu no Bairro Santo Antônio, e autor fugiu após o crime

Carro foi removido ao depósito e a mulher foi conduzida à DPPA de Lajeado

Receita já informou os contribuintes sobre pendências

No Vale do Taquari, o sol aparece entre nuvens