Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Tiago Nunes deixa o comando técnico após nova derrota

Treinador deixa o Tricolor na lanterna do Brasileirão com somente dois pontos em 21 disputados no Brasileirão

Foto: Divulgação

O Grêmio comunicou, na noite deste domingo, a saída do técnico Tiago Nunes após a derrota para o Atlético Goianiense por 1 a 0 na Arena. A decisão, de acordo com o Tricolor, ocorreu por comum acordo. O treinador, que chegou no dia 21 de abril em Porto Alegre, teve um bom começo com oito vitórias seguidas e o título do Gauchão. No entanto, o time sucumbiu conforme o nível dos adversários aumentou e atualmente ocupa a lanterna do Brasileirão – são dois pontos em sete jogos e menos de 10% de aproveitamento – com nove rodadas já disputadas. O desempenho no nacional representa a pior campanha na história tricolor dos pontos corridos. Os auxiliares Evandro Fornari e Kelly Guimarães e o analista Pedro Sotero também saem. 

Nos quase três meses de trabalho, Nunes não conseguiu encontrar soluções para o Tricolor depois da classificação tranquila na Copa Sul-Americana e do título do Campeonato Gaúcho – alcançado com vitória em Gre-Nal no estádio Beira-Rio e empate na Arena. 

Após um surto de Covid-19, o treinador – que também passou pela doença – não conseguiu repetir as atuações com seus comandados. Nas últimas sete partidas, foram cinco derrotas e dois empates, o que deixou a equipe na lanterna. Na última quarta, após a derrota para o Juventude, uma reunião de cobrança foi feita depois da partida. O treinador acabou mantido.

Nessa ocasião, o presidente Romildo Bolzan Júnior concedeu entrevista e deu uma espécie de ultimado ao técnico, cobrando um “fato novo” para este domingo. Com o passar dos dias, porém, a pressão foi aumentando a ponto de que mesmo uma vitória sobre o Atlético-GO poderia não ser suficiente para manter o profissional. O revés deste domingo acabou sendoa gota d’água. 

Com Nunes no comando, foram 10 vitórias, seis empates e cinco derrotas. 

Essa demissão significa que pela primeira vez desde a temporada de 2011, quando Renato Portaluppi, Julinho Camargo e Celso Roth estiveram na casamata, que o Grêmio terá pelo menos três técnicos diferentes na mesma temporada.

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Criminosos empreenderam fuga por cerca de 20 quilômetros, mas acabaram sendo interceptados

A ministra do STF pediu ao procurador-geral da República que opine sobre a aceitação ou não do pedido de investigação

No Vale do Taquari, a quinta será de sol entre nuvens, com temperatura que varia entre 10ºC e 16ºC

Evento natalino ocorrerá no dia 9 de dezembro em Bom Retiro do Sul