Giro do Vale / Destaque / Esporte / Venâncio Aires

Jogador é preso após chutar cabeça de árbitro em jogo da Divisão de Acesso em Venâncio Aires

A Brigada Militar conduziu o agressor até a Polícia Civil, onde ele foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio

Foto: Reprodução

O jogador William Ribeiro, do São Paulo de Rio Grande, foi preso em flagrante após agredir o árbitro Rodrigo Crivellaro Dias da Costa, na partida diante do Guarani, no Estádio Edmundo Feix, em Venâncio Aires, na noite desta segunda-feira, dia 4.

Logo após o ato, o agressor foi preso pela Brigada Militar, e conduzido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para exame de lesões, e na sequência foi encaminhado à Polícia Civil, onde o delegado Vinícius Lourenço de Assunção decretou prisão em flagrante por tentativa de homicídio. Depois ele foi levado à Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva).

Como ocorreu a agressão

O Guarani vencia o confronto por 1 a 0 quando o fato lamentável ocorreu. Ribeiro teria dado um soco no árbitro, que quando caiu no chão ainda foi acertado por um chute na nuca. Atletas das duas equipes precisaram conter o jogador, e pediram urgentemente atendimento ao árbitro que precisou ser conduzido ao Hospital São Sebastião Mártir para receber atendimento médico.

A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) ordenou o cancelamento do confronto. Ainda não há uma versão oficial sobre a realização ou não dos minutos restantes da partida.

Nota do São Paulo/RG

NOTA OFICIAL

Lamentável. Lamentável e acima de tudo, revoltante.

No exato dia em que toda a família rubro-verde reuniu-se para comemorar mais um aniversário – 113 anos de Sport Club São Paulo -, nosso Clube se deparou com um dos episódios mais tristes de sua história, uma fatídica cena que chocou todas as pessoas que amam não só o futebol gaúcho, mas todas aquelas que simplesmente amam o esporte de modo geral.

Podem ter certeza, lamentamos e nos envergonhamos profundamente de todo o ocorrido, todo nós em absoluto, toda a nossa nação rubro-verde: Direção, torcida, demais jogadores, etc. Pedimos todas as desculpas do mundo ao profissional agredido e sua família, assim como pedimos desculpas ao público, de modo geral, pela cena lamentável vista hoje.

O contrato com o atleta agressor está sumariamente rescindido. Ademais, todas as medidas possíveis e legais em relação ao fato serão tomadas.

Rio Grande, 04 de outubro de 2021

Deivid Goulart Pereira

Presidente do Sport Club São Paulo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Homem que foi flagrado conduzindo o veículo, acabou preso por receptação

Dia começa muito frio e com as menores marcas do ano até agora em vários municípios

Familiares anunciaram nas redes sociais que ele foi localizado e está bem

Mulher de 72 anos que faleceu no dia 5 de maio teve causa da morte confirmada pelo Estado