Giro do Vale / Destaque / Polícia

Troca de tiros termina com 25 bandidos do “novo cangaço” mortos, em Minas Gerais

Outros vários criminosos ficaram feridos na operação que ocorreu em Varginha, no Sul de Minas

Foto: Divulgação

O Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), detalhou na manhã deste domingo, dia 31, a operação que terminou com 25 bandidos, ligados ao ‘novo cangaço’, mortos, em Varginha, no Sul de Minas. O caso, é considerado uma das maiores ações contra quadrilhas de roubo a banco no país.

A operação conjunta com a Polícia Militar (PM) ocorreu em duas chácaras da região. 

“Na primeira abordagem os criminosos que atacaram os policiais e vieram a óbito totalizando 18 mortes, recuperados 10 fuzis, além de outras armas,  munições, granadas, coletes, miguelitos (sendo levantando neste momento o arsenal) e dez veículos roubados”, informa nota do conjunta do Ministério da Justiça e Segurança Pública e da PRF. 

Parte da quadrilha estava em outro sítio, onde mais sete criminosos foram mortos após intensa troca de tiros. Três metralhadoras ponto 50, que derrubam até aeronaves, foram apreendidas.

O que é novo cangaço?

Usada para designar quadrilhas especializadas em grandes assaltos a bancos, a expressão “novo cangaço” foi cunhada há cerca de três décadas no Brasil. Bandos são responsáveis por crimes de grande repercussão, como o assalto à unidade do Banco do Brasil em Araçatuba, em São Paulo, onde os suspeitos pretendiam R$ 90 milhões e impactaram o país com imagens de populares usados como escudos-humanos. 

Em Minas Gerais, bem como em outras regiões do país, os suspeitos não chegam às cidades sem estar munidos com forte armamento – como metralhadoras de alto calibre capazes de derrubar aeronaves, fuzis e pistolas; alguns utilizam também carros blindados, e coletes balísticos são itens indispensáveis para esses criminosos. As ações do novo cangaço são marcadas por extrema violência. 

Itatiaia

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Quase todo o Estado terá predomínio de chuva

Acidente ocorreu nas proximidades da empresa Neugembauer

Além de perder o seu carro, vítima também perdeu R$ 1,5 mil

O fogo teria iniciado em uma fritadeira com óleo