Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio vence o Fluminense e respira na luta contra o rebaixamento

De cabeça, Diego Souza marcou o gol do jogo aos 16 minutos do segundo tempo

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Após quatro derrotas seguidas, o Grêmio venceu o Fluminense por 1 a 0 na noite desta terça-feira, na Arena, pela 31ª rodada do Brasileirão e segue vivo na luta pela permanência na Série A. O resultado reduz a vantagem do Santos, primeira equipe fora do Z4, para seis pontos. 

No entanto, a missão gremista – na 19ª posição, com 29 pontos, ainda é árdua. De acordo com as projeções matemáticas, a equipe de Vagner Mancini precisa de cinco vitórias nos próximos oito jogos. No sábado, o adversário será o América-MG, na Arena Independência. 

Sem presença de torcedores e repleto de desfalques, o Tricolor sofreu alguns sustos, viu o VAR anular um golaço do Fluminense, mas Diego Souza garantiu o triunfo aos 16 minutos do segundo tempo.

Olho nos adversários

Jogando na abertura da rodada e com resultado positivo, o torcedor do Grêmio agora volta ao televisor para secar os adversários diretos: Sport, Juventude, Santos e Bahia. Mirando especialmente quem tá fora do Z4, o Tricolor torce por tropeços de Bahia e Santos, que enfrentam Flamengo e Red Bull Bragantino, respectivamente. O Bahia tem sete pontos de vantagem, mas um confronto direto com a equipe de Mancini por fazer. 

Douglas Costa com curativo no banco

O meia Douglas Costa chamou atenção no banco de reservas por um curativo na altura da sobrancelha. Ele passou mal no banheiro da concentração e bateu a cabeça. Por desgaste, Mancini já optaria por poupar o atleta, que entrou no segundo tempo com uma touca de natação. 

Jogo aberto

Desesperado, o Grêmio se lançou ao ataque desde o primeiro minuto e quase abriu o placar logo com 45 segundos. Novidade na escalação, o jovem Elias Manoel ganhou em bate rebate dentro da área e finalizou no travessão do goleiro Marcos Felipe. Na sequência, o lateral Diogo Barbosa avançou bem em tabela com Campaz, mas cruzou para ninguém dentro da área. 

A resposta do Fluminense chegou aos 11 minutos. O lateral Calegari fez bom lançamento, Vanderson não conseguiu cortar e a bola ficou limpa para o atacante John Kennedy. Não fosse importante intervenção do goleiro Brenno, seria o 1 a 0. Com os dois times procurando atacar, o jogo foi franco ao longo de toda a primeira etapa. Elias, aos 14, obrigou Marcos Felipe a trabalhar em finalização cruzada. 

Em boa jogada construída pelo Tricolor Gaúcho, Diego Souza quase abriu o placar. Vanderson levantou da direita e o centroavante cutucou de cabeça a bola tirando tindo do poste aos 25 minutos. Do meio para o final, as equipes passaram a equilibrar as ações e brigar pela bola no meio de campo. 

O time gremista conseguia criar, entretanto deixava espaços na defesa. Aos 40 minutos, John Kennedy girou bem e chutou forte. Brenno, em dois tempos, conseguiu defender. Aos 45 minutos, uma chance de ouro na bola parada. Diego Souza foi derrubado a um palmo da grande área. Na cobrança, Lucas Silva mandou direto pela linha de fundo e a igualdade foi para o vestiário. 

Tensão até o fim

Mancini promoveu uma troca no Grêmio para a segunda etapa. Elias deixou o campo para Ferreira entrar. A mudança surtiu pouco efeito na ofensividade gremista. Na verdade, o time Tricolor levou mais um susto. Caio Paulista fez um golaço aos 11 minutos, mas o VAR dessa vez foi favorável. Na hora do cruzamento, Marlon estava em posição irregular. O lance foi bastante ajustado. Na sequência, John Kennedy recebeu com liberdade e Brenno fez mais uma grande defesa. 

E foi no seu pior momento no jogo que o Grêmio encontrou o gol. Sarará levantou na medida e Diego Souza cabeceou firme, sem chances para Marcos Felipe. A bola entrou na gaveta. 

Após o tento, Mancini colocou Douglas Costa na vaga de Campaz. Aos 29 minutos, o meia quase marcou um golaço. Ele passou por quatro marcadores em velocidade e chegou até a área, mas o chute foi em cima do arqueiro Fluminense. 

A tensão seguiu até o fim. O Grêmio abdicou da bola e esperou os visitantes. As ameaças surgiram principalmente pelo alto, com a defesa gremista se sobresaindo ao ataque. Nos contragolpes, quase que o time ampliou. Ferreira novamente parou em Marcos Felipe. No último minuto do jogo, drama para os tricolores. Uma falta. Por sorte, Marlon mandou direto pela linha de fundo e o time gremista voltou a vencer no Brasileirão. 

Campeonato Brasileiro – 31ª rodada

Grêmio 1 

Brenno; Vanderson, Pedro Geromel, Kannemann e Diogo Barbosa; Lucas Silva e Mateus Sarará (Darlan); Alisson (Jean Pyerre), Campaz (Douglas Costa) e Elias Manoel (Ferreira) Diego Souza (Churín). Técnico: Vagner Mancini.

Fluminense 0 

Marcos Felipe; Calegari (Samuel Xavier), Nino, David Braz e Marlon; André (Fred), Martinelli, Yago Felipe e Cazares (John Arias); Luiz Henrique (Caio Paulista) John Kennedy (Abel Hernández). Técnico: Marcão.

Gols: Diego Souza (16min/2T°)
Cartões amarelos: Nino (Fluminense) Lucas Silva, Kannemann e Douglas Costa (Grêmio)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Daniel Paulo Ziolli (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Data e hora: Terça-feira, 9 de novembro às 21h30min
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Da tarde para a noite, pancadas de chuvas isoladas poderão atingir a maioria das regiões

Acidente ocorreu no início da madrugada deste sábado, dia 22, na altura do Km 271 da rodovia

Anvisa autorizou ontem uso de imunizante para a faixa etária