Giro do Vale / Destaque / Geral

RS já tem 96 municípios em situação de emergência, pela falta de chuva

No total, já são 110 cidades afetadas no Estado

Foto: Divulgação

A escassez de chuvas já levou 96 prefeitos gaúchos a emitir decretos de situação de emergência, conforme o boletim mais recente da Defesa Civil estadual. Na quarta, o total era de 55. Outros 14 gestores devem fazer o mesmo, já que encaminharam dados preliminares ao Sistema Integrado de Informações de Desastres.

Nas últimas horas, entraram para a lista os decretos de Augusto Pestana, Boa Vista do Cadeado, Centenário, Coqueiros do Sul, Ijuí, Lagoão, Nova Esperança do Sul, Paim Filho, Pontão, Santo Ângelo e São Valentim.

As 110 cidades afetadas pela estiagem no Rio Grande do Sul correspondem a mais de 1/5 do total. Sete delas já tiveram os decretos homologados pelo governo estadual e cinco tiveram a situação reconhecida pelo governo federal.

O volume de chuvas abaixo da média dificulta o avanço do plantio da soja e ameaça o desenvolvimento do grão nas lavouras já implantadas no Rio Grande do Sul. A redução de nível de rios importantes também preocupa os arrozeiros, já que compromete os sistemas de irrigação.

Em cidades do Norte gaúcho, mais de 40 prefeituras já decretaram emergência só na zona da Produção. Falta água para o consumo humano e dos animais em locais que dependem de poços artesianos, que secaram. Com isso, dezenas de prefeituras já recorrem à distribuição de água por meio de carros-pipa.

Previsão de chuva em janeiro

Janeiro reserva um alívio para a estiagem em muitas áreas do Sul do Brasil. É esperado um aumento da chuva nos três estados da região. A perspectiva, conforme a MetSul Meteorologia, é de que vários municípios possam até terminar janeiro com chuva acima da média histórica.

Correio do Povo

Comentários

  1. Lyria disse:

    Que venha essa chuvas Tam esperada e nessecitada

Publicidade

Últimas Notícias

Município já contabiliza em janeiro, cinco vezes mais casos do que o total de dezembro de 2021

Obras serão realizadas nos bairros Laranjeiras e São João

Carro que atropelou o rapaz, fugiu do local do acidente sem prestar socorro

Olinda Bolsonaro estava internada no Hospital São João, em Registro, no interior paulista