Giro do Vale / Bom Retiro do Sul / Geral

Dalva Rocha de Souza é homenageada no 1º Encontro Setorial Mulheres na Cultura, em Bom Retiro do Sul

A homenageada possui uma grande trajetória na vida cultural do município

Martinha Dullius, Dalva Rocha de Souza e Lene Petry. (Foto: Divulgação)

A história cultural das mulheres de Bom Retiro do Sul está sendo homenageada neste mês de março, com o objetivo de valorizar e manter vivas as tradições, os valores e principalmente a esperança em um futuro melhor.

Através da Secretaria de Educação e Cultura, e da Coordenadoria de Cultura, foi realizado no dia 11 de março, o 1º Encontro Setorial Mulheres na Cultura. Um seleto grupo de mulheres representou a memória e a história de todas, levando adiante a sabedoria dos antepassados, passando para seus filhos e sua comunidade uma herança imaterial e de valor inestimável.

“Estas mulheres, cada uma em sua atuação, são mestras na arte de ouvir, de incentivar e colocar sua energia a serviço da nossa cultura, tornando o mundo a sua volta um lugar mais agradável e belo”, destacou Lene Petry, Coordenadora de Cultura.

No encontro, uma roda de conversa abordou sobre as “Trajetórias das Mulheres na Cultura em Bom Retiro do Sul”, com mapeamento de artistas locais; relatos de experiências culturais; panorama da cultura no município e projetos que possam ser desenvolvidos para agregar o setor Mulheres na Cultura de Bom Retiro do Sul.

Por fim, foi feita a homenagem a professora Dalva Rocha de Souza, como Mestra Sabedora da Cultura Popular de Bom Retiro do Sul. Dalva Rocha de Souza recebeu o título pela sua inestimável contribuição na trajetória educacional e cultural do município.

Trajetória Cultural

Dalva Rocha de Souza nasceu em 02 de julho de 1942, e possui uma grande trajetória na vida cultural de Bom Retiro do Sul.

Dedicou sua vida à memória histórica de nosso município como pesquisadora e importante incentivadora da área cultural. Uma mulher à frente do seu tempo, professora, historiadora, foi Secretária Municipal de Educação e Cultura, fundadora da Associação Cultural, criou a Casa de Cultura e o Museu Municipal.

Grande amante da Cultura Gaúcha, foi idealizadora do memorial do CTG Querência da Amizade, foi homenageada como “Mulher Tradicionalista Querenciana”. No período em que foi secretária, tornou a Semana Farroupilha como um evento municipal, realizado no CTG.

Recentemente, conquistou o prêmio “Trajetórias Culturais do RS”, sendo uma das principais referências da cultura popular.

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Declaração ocorre após pressão feita por correligionários para que ex-governador desista de disputar cargo neste ano

Campo de futebol sete do Parque Pôr do Sol passa a levar o seu nome

Acidente ocorreu no km 34 da rodovia, na localidade de Linha Cordilheira

Três carros se envolveram na colisão que vitimou um jovem de 18 anos