Giro do Vale / Esporte / Grêmio / Inter

Grêmio goleia o Inter no primeiro Gre-Nal da semifinal do Gauchão

Tricolor aproveitou contragolpes para vencer por 3 a 0 no confronto de ida

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Com uma postura completamente diferente do último clássico, o Grêmio deu um “nó” no Inter, controlou completamente a partida e goleou por 3 a 0, no estádio Beira-Rio, na tarde deste sábado, em jogo válido pela ida das semifinais do Gauchão. Sob enorme vantagem gremista, as equipes voltam a se encontrar pelo duelo de volta na próxima quarta-feira, às 22h15min, na Arena. 

O técnico Roger Machado superou o comandante Alexander Medina na estratégia e na utilização de suas peças. Deixando a bola com os donos da casa, o Tricolor explorou os contragolpes para fazer seus gols e até desperdiçar diversas chances de fazer um estrago ainda maior. Elias, logo aos 11, e Bitello, aos 22, ainda na primeira etapa, e Diego Souza, de pênalti, na segunda etapa, foram os responsáveis pelos tentos do confronto. 

Nervoso, o Inter aparentou estar mentalmente abalado conforme o relógio avançava. No meio do segundo tempo, o lateral Paulo Victor foi expulso.

Novo episódio de violência

Após um clássico ter sido suspenso por um ataque ao ônibus gremista, o Gre-Nal registrou uma nova cena de violência. Na comemoração do terceiro gol, o volante Lucas Silva foi atingido por uma celular das arquibancadas. Ele precisou ser substituído para conter seu sangramento. 

Inter falha e Grêmio se aproveita

As estratégias para o clássico Gre-Nal estavam bem claras assim que o árbitro Jean Pierre Lima apitou o começo do duelo. Após a última partida entre as equipes, o Inter queria repetir o ritmo e o Grêmio desejava mudar tudo. Na primeira metade, quem levou a melhor foi o técnico Roger Machado diante de Alexander Medina. Com Villasanti, Lucas Silva e Bitello formando a trinca no meio, o treinador povoou o setor e não deu espaços para os colorados. Donos da casa, os comandados de Medina tinham mais a posse de bola, mas praticamente não assustaram o goleiro Brenno em toda a primeira etapa. 

Nos contragolpes, o Tricolor foi tomando conta do jogo. Logo aos 10, o lateral Nicolas lançou para frente, o zagueiro Kaique Rocha furou e a bola ficou limpa para o jovem Elias Manoel. Cara a cara com o goleiro Daniel, ele só deslocou e colocou o 1 a 0 no marcador. A vantagem só fez o Grêmio manter sua postura. Sem criatividade e “frouxo” na marcação, o Colorado seguia com toques laterais que nada causavam. Mais agressivo, os visitantes ampliaram o score em um novo lance de falha individual. Bitello pegou sobra na entrada da área e arriscou. A bola foi alta, mas fraca. Entretanto, Daniel não conseguiu espalmar com força e a bola morreu no fundo da rede. 

O 2 a 0 mexeu com as arquibancadas. O torcedor colorado passou a demonstrar insatisfação e os tricolores se aproveitaram disso. Aos 24, quase o terceiro. O volante Lucas Silva entrou na área com liberdade e chutou cruzado. Após esse lance, o Grêmio baixou bastante suas linhas e passou a deixar o Inter trocar passes com liberdade e facilidade no meio de campo. Aos 33, Taison bateu de fora, na primeira finalização perigosa dos mandantes no jogo. Nos minutos finais, o Colorado se lançou ao ataque e rodou a bola perto da área. Faltou qualidade e criatividade para furar a defesa e os primeiros 45 minutos ficaram em 2 a 0 para os gremistas. 

Grêmio amplia e controla

O Inter voltou para a segunda etapa com mudanças. O meia Mauricio deixou o campo para o centroavante Wesley Moraes. O cenário do final do primeiro tempo se repetia. Posse de bola com o Colorado em busca de espaços na bem postada defesa gremista. Aos 5, Wesley Moraes girou bem e bateu para fora. Ofensivamente, o camisa 9 acrescentou na equipe de Medina. Em resposta, quase o atacante Elias fez o terceiro. No contra-ataque, Diego Souza achou Elias, que avançou e bateu nas mãos de Daniel.

Na base do abafa, os donos da casa chegaram. Edenilson em um enrosco na área, caiu e ficou pedindo pênalti. Jean Pierre Lima nada marcou. Na sequência, o árbitro apareceu para ser definitivo. O lateral-esquerdo Paulo Victor deixou a perna em Campaz e recebeu o cartão vermelho direto. O Inter sentiu mentalmente o placar e piorou sua situação. Aos 26, Elias foi derrubado dentro da área por Daniel. Na penalidade, Diego Souza cobrou sem chances para o goleiro Daniel. 

Na comemoração do gol, o volante Lucas Silva foi atingido por um celular arremessado pela torcida colorado. Assim como a torcida, o time colorado estava “pilhado” em campo e em alguns lances, acabou sendo violento. Bruno Mendez recebeu cartão amarelo por forte entrada em Campaz aos 30. Os 3 a 0 no placar fez com que Roger Machado administrasse o resultado e até promovesse alterações.

Rildo, Janderson, Churin, Gabriel Silva e Thiago Santos entraram em campo para segurar a enorme vantagem conquistada para o confronto de volta na Arena. A facilidade foi tanta, que até o sem ritmo Churin, desperdiçou uma chance de ampliar o marcador aos 51 minutos. Aos 52, apito final e vantagem enorme gremista. 

Campeonato Gaúcho – 1º jogo da semifinal 

Inter 0

Daniel; Fabricio Bustos, Kaique Rocha, Cuesta e Paulo Victor; Gabriel, Liziero, Edenilson e Taison; Mauricio (Wesley Moraes) e David. Técnico: Alexander Medina 

Grêmio 3

Brenno; Rodrigues, Pedro Geromel, Bruno Alves e Nicolas; Villasanti, Bitello (Thiago Santos ) e Lucas Silva (Gabriel Silva); Campaz (Rildo) e Elias Manoel (Janderson); Diego Souza (Churin).

Gols: Elias Manoel (11min/ 1°T) Bitello (22min / 1T°) Diego Souza (26min/2°T)
Cartões amarelos: Victor Cuesta, Bruno Mendez e Taison (Inter) Diego Souza e Rodrigues e Lucas Silva (Grêmio)
Cartão vermelho: Paulo Victor (Inter)
Arbitragem: Jean Pierre Lima
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data e hora: 19/03, às 16h30min

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Declaração ocorre após pressão feita por correligionários para que ex-governador desista de disputar cargo neste ano

Campo de futebol sete do Parque Pôr do Sol passa a levar o seu nome

Acidente ocorreu no km 34 da rodovia, na localidade de Linha Cordilheira

Três carros se envolveram na colisão que vitimou um jovem de 18 anos