Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter abre 2 a 0, mas empata com 9 de Octubre em estreia na Sul-Americana

Colorado marcou no primeiro tempo, mas viu equatorianos empatarem em 2 a 2 após falhas defensivas aéreas em sequência

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Com duas semanas para preparar o time, o torcedor esperava ver alguma evolução do Inter de Alexander Medina. No entanto, o time voltou a apresentar diversos problemas, especialmente na bola aérea defensiva. Até abriu 2 a 0 no primeiro tempo, mas na etapa final cedeu o empate em 2 a 2 para o 9 de Octubre, em Manta, no Equador. Com isso, frustrou os colorados na estreia do clube na Sul-Americana, na noite desta quarta-feira. Com o resultado, o Inter divide a liderança da chave com o adversário, pois o outro jogo do grupo E, entre Guaireña e Independiente de Medellín ocorre apenas na quinta-feira.

Os gols do Inter foram marcados no primeiro tempo, um depois do outro, com duas assistências de Taison. Aos 24, Mauricio recebeu e bateu no canto. Um minuto depois, foi a vez de Wesley Moraes finalizar de longe e fazer o segundo. Na segunda etapa, no entanto, Mauro da Luz, duas vezes de cabeça, empatou para os mandantes. 

O Inter volta a campo no domingo, quando enfrenta o Atlético-MG, no Mineirão, às 16h, em jogo válido pela 1ª rodada do Brasileirão. Pela Sul-Americana, o próximo jogo do Inter é na quinta-feira, 14 de abril, contra o Guaireña, do Paraguai, no Beira-Rio, às 21h30min. 

Boa vantagem, mesmo sem jogar bem

A principal novidade no Inter foi Mercado na lateral-esquerda. De resto, Medina manteve uma estrutura de time parecida com a que entrou em campo no Gre-Nal da Arena, na vitória do Inter por 1 a 0. David, que se lesionou na partida, deu lugar a Mauricio, escolhido pelo treinador para ajudar na função ofensiva. Assim, Liziero, que atuou na esquerda no clássico, voltou para o meio campo. 

Mas foi o 9 de Octubre que tomou a iniciativa da partida e buscou chegar com perigo em cobranças de falta para a área. Na primeira, Luna cobrou mal, direto para fora. Na segunda tentativa de Luna, a zaga colorada cortou.

O Inter iniciou mal e tinha pouco inspiração ofensiva, na maior parte com posse de bola defensiva. Na primeira chegada, aos 20, Maurício cobrou escanteio da esquerda e Kaique Rocha desviou de cabeça para fora. Logo em seguida, contudo, parecia que vinha uma virada de forças. A primeira chegada mais perigosa do Inter, aos 24, foi transformada em gol. Taison recuperou a bola no campo de ataque, partiu em velocidade e acionou Maurício. O camisa 27 invadiu a área e soltou a bomba de esquerda. O goleiro Pinos ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar que ela entrasse. 0 a 1

Não deu nem tempo do torcedor colorado comemorar o primeiro gol e logo comemorou o segundo. Um minuto depois, aos 25, em saída de bola errada dos equatorianos, Edenilson aproveitou e acionou Taison. O camisa 7 rolou para Wesley Moraes, que dominou e bateu no ângulo esquerdo de Pinos. 

O terceiro gol quase saiu aos 38 minutos. Maurício recebeu lançamento de Gabriel Mercado e finalizou de direita para ótima defesa do goleiro Pinos. Um minuto depois, aos 39, o 9 de Octubre respondeu.  Luna encontrou Williams na grande área. O camisa 7 finalizou de esquerda para boa defesa de Daniel.

A equipe equatoriana voltou a assustar aos 45 minutos, na última bola do primeiro tempo. Após boa jogada pelo lado direito, Williams teve a chance mais uma vez. Na primeira finalização, a zaga do Inter travou. Na segunda, chutou mal para fora.

Colorado acumula erros e concede o 2 a 2

Para a segunda etapa, Medina fez uma troca. Colocou Caio Vidal no lugar do efetivo Taison, que distribuiu assistências e ajudou o Inter a construir a vitória parcial. Logo aos 3 minutos, Liziero tentou surpreender, com chute de longe ao ver o goleiro Pinos adiantado. No entanto, com dois passos para trás, se recuperou a tempo de ficar com ela. 

O Inter seguiu explorando as bolas longas, tirando bons passes da cartola vindo de trás do meio campo. Aos 7 minutos, foi o próprio Caio Vidal quem recebeu belo lançamento em condição legal. No entanto, na hora de finalizar, erro de execução. Pegou muito mal na bola, chutou torto, na “orelha” dela, que saiu pela linha de fundo, sem nenhum perigo para Pinos.

Aos 11 minutos, precisando buscar reverter a desvantagem, o 9 de Octubre foi pra cima, especialmente na bola parada, obrigando Daniel a fazer sua melhor participação até então na partida. Em cobrança de escanteio da direita, Da Luz subiu livre e desviou forte, na direção da trave direita. O goleiro se espichou para dar uma ponte e mandar novamente para a linha de fundo, evitando o que seria o gol de desconto dos mandantes.

No lance seguinte, no entanto, não teve jeito. No segundo escanteio na sequência, o cruzamento mais uma vez procurou Da Luz. E agora, ele estava livre, com falha defensiva na bola aérea do Inter. Livre, livre, ele teve espaço para pegar impulso e cabecear firme, forte, no meio, dessa vez sem chances para Daniel, descontando para o 9 de Octubre em Manta.

O gol movimentou o jogo, e as duas equipes passaram a trocar golpes com frequência. O 9 de Octubre acreditou na possibilidade de chegar ao empate, e foi com determinação à frente. Aos 19, Daniel foi obrigado a fazer mais uma grande defesa evitando o empate. Na resposta do Inter, Wesley Moraes foi acionado dentro da área e, meio no susto, bateu obrigando o goleiro Pinos a espalmar.

No lance, o atacante sentiu o posterior da coxa e não conseguiu prosseguir em campo. Ele acabou substituído por De Pena, estreando com a camisa do Inter. Outra troca, quase que no mesmo momento, foi a de Liziero para a entrada de Dourado. 

Aos 29 minutos, o 9 de Octubre chegou ao merecido empate, por aquilo que produziu no segundo tempo e, mais do que isso, pelo que deixou de fazer o Inter. De novo, o sistema defensivo apresentou falhas na bola aérea. Agora em jogada pelo lado esquerdo, Luna cruzou na cabeça de Mauro da Luz, que voltou a subir sozinho. Mandou firme, mais uma vez, para empatar a partida em 2 a 2 no Equador.

No fim, o Inter escapou. Em nova jogada pela esquerda, o cruzamento viajou pela intermediária, e chegou no bico da grande área, no lado oposto. A finalização, cruzada, mais uma vez foi defendida por Daniel. Já nos acréscimos, o Inter ainda teve uma última chance, com Alemão. O também estreante arrancou e até finalizou bem, mas o goleiro Pinos caiu para fazer boa defesa e mandar para escanteio, sendo o responsável pela manutenção do empate em 2 a 2 na estreia frustrada do Inter na Sul-Americana, nesta quarta-feira, no Equador.

Copa Sul-Americana – Grupo E 

9 de Octubre 2

Pinos; Cangá, Becerra, Torres (Manuel Lucas) e Nazareno; Cazares, Jaramillo, Phillips , Da Luz e Luna (Caicedo); Williams. Técnico:

Inter 2 

Daniel; Bustos, Kaique Rocha, Bruno Mendez e Gabriel Mercado; Gabriel (Johnny), Liziero (Dourado), Edenilson e Mauricio (Alemão); Taison (Caio Vidal) e Wesley Moraes (de Pena). Técnico: Alexander Medina 

Gols: Mauricio (24/1T), Wesley Moraes (25/1T); Mauro da Luz (13, 29/2T)
Cartões amarelos: Mauro da Luz, Williams (9 de Octubre); Bruno Mendez, Gabriel e de Pena (Inter)
Arbitragem: Andres Merlo (ARG) 
Local: Estádio Jocay , em Manta (EQU)
Data e hora: 06/04, às 21h30min

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Declaração ocorre após pressão feita por correligionários para que ex-governador desista de disputar cargo neste ano

Campo de futebol sete do Parque Pôr do Sol passa a levar o seu nome

Acidente ocorreu no km 34 da rodovia, na localidade de Linha Cordilheira

Três carros se envolveram na colisão que vitimou um jovem de 18 anos