Giro do Vale / Geral

Chuva retorna ao Estado neste sábado

MetSul alerta para indicativo de ciclone na próxima semana

Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale

O tempo muda no Rio Grande do Sul neste sábado, dia 14, com um centro de baixa pressão. O sol até aparece com nuvens em parte do dia em diferentes áreas, mas a nebulosidade aumenta muito e o céu ficará nublado.

De manhã, chove em pontos da Metade Oeste. Da tarde para a noite, a precipitação atinge quase todas as regiões. A chuva, entretanto, será muito irregular e os volumes, no geral, baixos, na maior parte das cidades.

O dia começa frio, com as menores marcas na Serra e nos Aparados, que terão geada isolada. Com a nebulosidade, a temperatura se eleva menos e a tarde será amena. No Vale do Taquari, a mínima é de 11ºC, e a máxima chega aos 22ºC.

Alerta para “ciclone poderoso”

A MetSul alerta para o indicativo de um ciclone poderoso na costa ou sobre o continente no Leste gaúcho entre terça e quarta-feira. Segundo a MetSul, todos os principais modelos globais, usados pela meteorologia no mundo inteiro, apontam o mesmo: o ciclone margearia a costa gaúcha de Sul a Norte com enorme intensidade ou ingressaria no continente no Rio Grande do Sul. Qualquer destes cenários é altamente incomum.

A sua trajetória exata ainda é um ponto de interrogação e ficará mais clara até segunda-feira, diz a MetSul. A trajetória é importante porque dela vai depender a força do vento. Modelos que indicavam o ciclone margeando a costa gaúcha apontavam vento no litoral tão intenso quanto 120 km/h a 140 km/h, ao passo que as projeções apontando o ingresso do sistema no continente sinalizavam 80 km/h a 100 km/h. O cenário, então, é de enorme atenção com este possível ciclone atípico.

MetSul / NIH Univates

Ainda não há comentários

Envie-nos o seu comentário

Publicidade

Últimas Notícias

Cerca de 155 agentes cumpriram 30 mandados judiciais em 12 cidades gaúchas, tendo como alvos também a caça ilegal e o tráfico de armas

Com bastante nebulosidade e tempo instável, a temperatura varia pouco

Foi descartado qualquer tipo de sinal de violência no corpo da criança

Foi a quinta vez consecutiva que prêmio não teve seis acertadores