Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio aplica 2 a 0 no Novorizontino, e volta a vencer na Série B

Triunfo mantém equipe na cola do G-4, na 5ª colocação, com 17 pontos

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Um resultado positivo era inegociável. A equipe poderia perder posições na tabela e veria a distância para os quatro primeiros aumentar na luta pela volta à Série A. O Grêmio demorou a engrenar, perdeu gols, mas cumpriu a missão: venceu o Novorizontino por 2 a 0 na noite desta terça-feira, na Arena, e encerrou a sequência de cinco jogos sem vitória na Série B. De quebra, se manteve perto do G-4, permanecendo na 5ª posição, com 17 pontos.

Os gols foram marcados um em cada tempo. De pênalti, no último lance da etapa inicial, Diego Souza abriu o placar. Janderson, após boa troca de passes, deu números finais. O Grêmio volta a campo na próxima segunda-feira, 13 de junho, para enfrentar o Sport. A partida, válida pela 12ª rodada da Série B, acontece na Ilha do Retiro, às 20h. 

Diego Souza e Grêmio reencontram as redes

O técnico Roger Machado, manteve um esquema com três zagueiros. No entanto, precisou improvisar Rodrigues na zaga, diante do quadro de sintomas gripais do titular Bruno Alves. Na ala direita, Edilson retomou a posição após a lesão. Janderson substituiu o machucado Benítez na linha de quatro jogadores de meio campo. No comando de ataque, Diego Souza, com amigdalite, era dúvida, mas acabou sendo confirmado para o duelo contra o Novorizontino. Já o goleiro Brenno sentiu no aquecimento e foi substituído por Gabriel Grando.

Precisando de um resultado positivo, o Grêmio se lançou ao ataque, e até ocupou o campo adversário. Finalizou com perigo em pelo menos duas oportunidades nos primeiros 15 minutos. No entanto, voltou a esbarrar em um velho problema: a falta de qualidade ofensiva na hora de arrematar a jogada, no último terço do campo, como gosta de dizer Roger. As tomadas de decisão, especialmente dos pontas Biel e Janderson, também eram problemáticas.

Aos 23 minutos, essa falta de atenção com o jogo durante todo o tempo impediu a abertura do placar. Isso porque Janderson até fez boa jogada pela direita, e cruzou rasteiro para Bitello bater firme. Biel optou por reclamar da bola nas costas e saiu tarde demais no rebote dado pelo goleiro, que chegou a tempo de defender de novo e mandar para escanteio.

Outra desatenção, dessa vez no sistema defensivo, desencadeou as primeiras vaias, fruto da impaciência acumulada do torcedor com o time nas últimas rodadas. Aos 28 minutos, o Grêmio cobrou lateral para Gabriel Grando, que se atrapalhou e perdeu a bola, deixando o time sem goleiro. Por sorte, ou fruto da falta de qualidade do adversário, o Grêmio escapou de sair atrás no placar.

Aos 33, finalmente uma boa trama do setor ofensivo do Grêmio, que até chegou a resultar em gol. A triangulação chegou até Bitello, no lado esquerdo, na entrada da área, que bateu colocado, rasteiro. Ela tocou na trave e entrou, mas o bandeira flagrou posição irregular. O VAR confirmou que o volante estava adiantado e anulou o gol.

Quando parecia que a partida iria ao intervalo empatada, a história mudou no último lance do primeiro tempo. O pedido de pênalti veio em duas oportunidades de bolas na área em sequência. Na primeira, o árbitro nada marcou. Na segunda, foi ao VAR após a bola bater na mão do defensor, em dividida com Geromel. Savio Pereira Sampaio analisou e assinalou. Depois de mais de 5 minutos entre a chamada ao vídeo e a cobrança, já com 53 no cronômetro, Diego Souza bateu, deslocou o goleiro Giovanni e levou o Grêmio em vantagem de 1 a 0.

Janderson amplia e define vitória 

O jogo parecia começar em um ritmo mais lento, apesar de o Novorizontino precisar do gol. E nessas saídas o Grêmio aproveitou a velocidade para ampliar. Aos 12, Nicolas iniciou jogada na direita, achando bom passe para Biel centralizado. De primeira, meio sem querer, ele deu um toque de letra para Janderson. O ponta bateu rasteiro, de trivela, sem chances para Giovanni, fazendo 2 a 0.

Com a vantagem consolidada, o Grêmio encontrou espaços pelas pontas. E contou ainda com a boa partida do volante Thiago Santos, que fez muitos desarmes ao longo do jogo. Foi ele quem, aos 20 minutos, com mais uma roubada de bola, iniciou jogada de contra-ataque. Ela chegou para Biel, que abriu bola para Janderson. Cara a cara com Giovanni, bateu colocado, para boa defesa do goleiro do Novorizontino, evitando o terceiro.

Para tentar aproveitar esses espaços e dar fôlego novo ao time, Roger começou a fazer as trocas. Primeiro, Elkeson entrou no lugar do autor do gol, Diego Souza. Depois, mais duas trocas: entraram o volante Lucas Silva e o atacante Elias nos lugares de Thiago Santos e de Biel.

Nem tanto pelas trocas, mas mais pelo espaço encontrado, o Grêmio seguiu enfileirando jogadas em velocidade. Janderson, muito melhor na segunda etapa, era a principal válvula de escape. Pela direita, o Tricolor construiu muitas oportunidades. 

Para tentar convertê-las em gol, o técnico gremista fez as duas últimas trocas, colocando em campo Gabriel Silva e Sarará, nos lugares de Janderson e Bitello. Mas o cenário praticamente não se modificou: o Grêmio rodou a bola sem correr riscos, diante de um Novorizontino já batido. Assim, restou esperar o apito final para confirmar o reencontro com a vitória depois de cinco partidas, dando respiro ao time que voltou a se aproximar do G-4 da Série B.

Campeonato Brasileiro da Série B – 11ª rodada 

Grêmio 2 

Brenno; Rodrigues, Geromel e Kannemann; Edilson, Thiago Santos (Lucas Silva), Bitello (Sarará) e Nicolas; Janderson (Gabriel), Biel (Elias) e Diego Souza (Elkeson). Técnico: Roger Machado

Novorizontino 0

Giovanni; Felipe Rodrigues (William Lepo), Rodolfo Filemon (Johnny Douglas), Ligger e Romário; Joilson, Leo Baiano, Gustavo Bochecha e Diego Torres (Rômulo); Danielzinho (Ronald) e Ronaldo (Quirino). Técnico: Allan Aal 

Gols: Diego Souza (53/1T), Janderson (12/2T)

Arbitragem: Savio Pereira Sampaio (DF)

Cartões amarelos: Rodrigues, Lucas Silva, Janderson e Elias (Grêmio); Rodolfo Filemon, Ligger, Gustavo Bochecha e Ronald (Novorizontino)

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Data e hora: 07/06, às 21h30min

Público: 12.357 torcedores

Renda: R$ 364.029,00

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Crime foi registrado no Bairro Vale dos Pinheiros

As duas vítimas fatais estavam em uma Parati com placa de Cruzeiro do Sul

Estado também terá o avanço de ar frio e seco neste final de semana

Após vitória com autoridade, Colorado é terceiro colocado, com 24 pontos e segue na caça aos líderes da competição