Giro do Vale / Coluna do Chimarrão

Chimarrão_cabeçalho

== Uma situação suigêneris no legislativo de Bom Retiro. Por vários minutos o suplente Batista usou a palavra, por concessão da mesa diretora, para se despedir depois de cinco meses, pois retornava nessa terça-feira o titular. Ouvi atentamente algumas verdades, outras nem tanto, mas no final gostei do que Batista falou. O único fato estranho é um suplente se despedir. Mas no mundo político se vê de tudo.

== Agora, em que pese não concordar com posicionamentos, mais políticos do que comunitários do até então vereador, vou repetir o que já disse em vários ambientes: Batista, em que pese não ser o político que admire, fará falta ao legislativo, por não ter medo de falar, o que não vejo em outros políticos. Gostei da homenagem feita ao seu filho que sempre o acompanhou nos 4 anos como vereador e nesses 5 meses, também como vereador (suplente).

== Só não tive a satisfação de ver a fiscalização que tanto ouvi ao longo dos últimos anos, como sendo um dos principais papéis do vereador. Ficou a incógnita, será que Batista seria realmente o fiscal que tanto pregou. Vamos ficar aguardando, pois na política as cadeiras giram como carrossel e poderá voltar e provar que será o fiscal do povo. Aí quem sabe resgate o crédito que os políticos hoje não possuem, justamente por pregarem o que não fazem. Mas me detive ao suplente, porque ele é corajoso e pode ter um futuro político promissor ou não, dependendo de sua lapidação e autonomia.

== Uma situação que se agrava já há anos é a do abastecimento pela Corsan. A empresa na verdade não sofreu pressão para atender a demanda ao longo dos anos e com a renovação do contrato foi acenado com investimentos para melhorias, as quais acabaram não acontecendo.

== Já houve várias manifestações sobre o desabastecimento da zona alta (São João), o maior bairro e o que mais se expande há alguns anos. A população está insatisfeita segundo o vereador Tiago Pedroso, pois falta reservação na parte alta, além do que vereadores e prefeito enviaram pedido de atenção pela empresa, mas a resposta é que não há recurso disponível em orçamento para tais obras.

== Convenhamos, todos os que reclamam têm razão. Atuei na empresa por quase 4 décadas e há 6 anos estou na inatividade e já na época da ativa havia reclamação de tais deficiências e necessidade de melhorias. A empresa não está cumprindo com seu papel e se diz que não tem orçamento é porque usou para obras em outros municípios. Bom Retiro pede espaço e quer atenção e como dizia o vereador Zé Galinha, “tem que meter pressão”.

== Chove pedidos para melhorar a segurança. Prefeito oferece auxílio moradia, sugerido que foi pelo próprio comando da BM, em audiência pública, mas nem sombra de vinda de policiais. O que adianta pedir se só se houve desculpas do governo. Nessa semana o vereador Giacomini descortinou a insatisfação popular com os assaltos violentos a banco e empresários e nossa polícia não tem como combater essa horda de meliantes que vêm com armas pesadas.

== Segundo o vereador, o ofício de auxílio moradia sobre a mesa do secretário de segurança e não houve solução alguma. Disse que mais chama a atenção é ver na TV a imprensa expondo mais de dez viaturas estacionadas no pátio da Brigada militar, além de uma camionete da Força Nacional, cheios de presos em seu interior algemados por não ter mais lugar nos presídios.

== Além disso, citou que mais de 20 brigadianos caminhando ao redor dos veículos porque não possuem viaturas para trabalhar. “Essa é a verdadeira situação que temos com a segurança no RS e não falo de partido político, mas do modelo que se está adotando para a segurança aqui e de resto no país”, salientou.

== Citou que não vê criação de empresas que absorvam a mão de obra, “só se vê roubalheira, escândalos e nada mais, passando anos e não se vê expansão empresarial, mas sim a fala de segurança que está pondo medo em toda a população, mas espero que isso seja breve e haja uma solução”.

== Boa ideia lançada pelo vereador Betinho Portz, com a adoção de caçambas para recolhimento de entulhos pelo município (ou quem sabe uma empresa se instale), pois a quantidade é grande e como atua no setor o vereador disse que há vários problemas junto ao meio fio, onde às vezes o passeio público é danificado no recolhimento e se o prefeito atender irá cumprimentá-lo pessoalmente.

== Reiterou cobrança feita ao Executivo sobre os vales refeisul ao funcionalismo municipal. Disse aguardar, mas não vem resposta sobre o servidor continuar recebendo os vales mesmo quando em férias. Relembrou a promessa de reclassificação do quadro municipal, pois se aproxima a data prometida.

== As rodovias estaduais que cortam o município também foram alvo de comentário do vereador Betinho que ao final lamentou o que cem ocorrendo, o total descaso do DAER e diz que quando ocorrer acidente o primeiro culpado será o prefeito e depois os vereadores (justamente os que pressionam por melhorias). Nesse momento eu ri e o vereador estranhou, mas o motivo é simples, o DAER não existe, seus servidores não têm autonomia para servir a população. Esse é o órgão primeiro a ser entregue à área privada.

== Adilson Martins trouxe duas boas novas, sobre a regularização do fundo da Criança e do Adolescente, podendo em breve se arrecadar fundos que possibilitem o trabalho em políticas públicas a essa camada da sociedade. O conselho do idoso também está devidamente encaminhado e em breve poderá ser alvo de trabalho a seu favor.

== Alex Fritscher, que assume sua cadeira na câmara, depois de sair da secretaria de obras, fez um relato sobre sua pasta nesse curto período, garantindo ter feito o máximo possível no setor de obras. “Infelizmente nos últimos dias surgiram alguns problemas com colegas da administração e me derrubaram, mas vim para dizer que sou vereador eleito e independente de partido irei votar o que é melhor para a comunidade”.

== Afirmou que ao ir para a secretaria aprendeu a conhecer as pessoas que tinha como amigos, irmãos, “mas no fim das contas as estrelas nos derrubaram”. Estaria ele se referindo ao PT, que compõe a base aliada? Desejou sucesso ao novo secretário, Valmor Sehn, que acumula Agricultura, Meio Ambiente e Obras e se colocou a disposição para ajudar se procurado.

== Silvio Portz deseja que seja feito levante da estrada municipal da Barra do Silva Jorge, proximidade da escola, que quando há enchente fica submersa. Estima que com um metro se resolva esse problema que atinge pelo menos mil pessoas que trabalham fora ou são agricultores que dependem dessa estrada.

Reflita: Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico. (Sêneca)

Comentários

  1. Claudiomiro disse:

    Gilmar
    Achei uma vergonha a PRef adquirir um sistema de câmeras de uma empresa ilegalmente constituída; pior ainda a brigada tirar foto ao lado de uma empresa que não tem o GSVG, alvará emitido pela própria brigada, obrigatório a todas as empresas de segurança.
    Pior que a PRef mantém serviços regulares com uma empresa de zeladoria aí de Bom Retiro que também está atuando de forma ilegal.
    Em tempos de tanta falcatrua além cima, por que aqui isso acontece e não é noticiado?
    Você tem a informação pode validar ela é Vera q é verdade!!…

Envie-nos o seu comentário

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Governo alivia dívidas e multas, libera emendas e desiste de privatizações.

Foto: Divulgação

Integrantes do chamado “Centrão” também não devem fechar questão desta vez.

Foto: Divulgação

Metade Norte do Estado tem chance de chuva fraca.

Foto: Brigada Militar / Divulgação

Homem de 25 anos foi preso em flagrante