Giro do Vale / Coluna do Chimarrão

Chimarrão_cabeçalho

 

Lucro histórico

Imaginem só, a Copa do Mundo realizada no Brasil garantiu o maior resultado financeiro de toda a história da FIFA, que chegou a cifra dos R$ 16 bilhões. A curiosidade é quanto o Brasil tributou os parcos lucros obtidos pela entidade mundial do futebol, ou não houve isenção de impostos? Alguém poderia esclarecer melhor essa história, afinal de contas há que se ter transparência em nosso país.

Resgate de sua história

Leio que depois de 41 anos da escadaria do Rio Taquari, que durante cinco décadas foi porto e portão de embarque e desembarque da comunidade de Estrela, esse que foi o símbolo do desenvolvimento econômico do município foi reinaugurado no último sábado. Cumprimentos ao amigo prefeito Carlos Rafael Mallmann que continua resgatando a história de sua comunidade. Um exemplo a ser seguido. Aliás, colunista da região destaca Mallmann como um dos bons gestores do Vale do Taquari, entre outros que estão buscando continuadamente o desenvolvimento de suas comunidades.

Preocupação com a saúde

Em breve uma importante secretaria municipal estará realizando um trabalho de suma importância. Fiz uma gestão em nome de uma comunidade de bairro para que isso ocorresse, depois de várias tentativas infrutíferas da gestão anterior. Penso que os resultados irão agradar sobremaneira a população beneficiada. Em breve mais detalhes a respeito desse trabalho que é muito importante em termos de saneamento e saúde pública.

Em frente ao espelho

Li por aí “Política – muitos falam do que pouco entendem”. Poderia até comentar mais essa ilação, mas como o pintinho mal quebrou a casca do ovo e uma das primeiras coisas que viu foi a “carreira política”, diria que antes de usar redes públicas ou microfones, certas figuras que desejam vitrine deveriam rever seus próprios conceitos de vida, suas próprias ações pessoais. Deveriam ler declarações de certos políticos, como do senador Romário, por exemplo, para não precisar se retratar, remendar o dito sem se olhar no espelho. A verdade é que existem bons políticos, mas há igualmente um bando de oportunista entre esses, tudo pelo poder e pela “bendita imunidade”. E encerrando, ser ficha suja para mim é não somente apoiar, mas também praticar o calote, pois furta o suor de quem trabalha.

Incompetência I

Na sessão passada quando uma parcela da população foi ao legislativo clamar por segurança, no calor do momento muitos desabafos e entre esses de um empresário que acabou rotulando os vereadores de “incompetentes ou então descansados”, mas isso em relação ao fato segurança. Pois nessa semana vereadores foram para a tribuna repudiar o cidadão e empresário, afirmando que ele havia sido beneficiado com incentivo industrial pelo município e até em projeto aprovado pelos vereadores. Não aceitaram a pecha e trocaram as bolas, o empresário indignou-se com a situação de insegurança, pois o incentivo é uma lei e beneficia os investidores, independente de suas manifestações. Teve vereador inclusive que afirmou que o empresário somente quis aparecer.

Incompetência II

Pois os senhores vereadores voltaram a dar um mau exemplo, o que não é novidade alguma na atual legislatura, uma vez que depois de não aceitarem ser chamados de “incompetentes”, pois se julgam melhores que segmentos da população com essa postura, um deles, o vereador Carlinhos, vai para a tribuna e falando da situação das estradas, disse a exemplo do que vários outros costumam vociferar de que o trabalho estava mal feito nas estradas e também na limpeza pública de seu bairro e que isso se dava pela “incompetência” do secretário de obras. Ora, a arrogância e falta de humildade e educação é um exemplo que deve partir de cima, mas como não parte, como reclamar quando a comunidade se irrita com o vereador. E mais, porque os vereadores que reclamaram do adjetivo que julgaram injusto de parte do empresário, não cobraram do colega que usou o mesmo termo para com um secretário de governo? Simples, eles desejam ser respeitados, mas não respeitam ninguém.

Dança na Fiergs

O líder do governo, vereador Carlos Gewehr enfatizou o desenvolvimento da cultura no município e registrou que o município estará representado pelo grupo “Dança Bom Retiro” na Famurs em Porto Alegre. Disse que essa representação cultural local obteve a primeira colocação em 2014 em sua participação. Também estendeu convite à comunidade para a tradicional Feira do Peixe que acontece no município e enumerou os pontos tanto na cidade como no interior onde acontecerá feira do peixe vivo.  Sobre a reclamação da oposição dos trabalhos nas vias públicas disse que visitou os pontos que estão recebendo atenção do setor de obras e não viu falta de material nas estradas que estão sendo recuperadas, assim como ruas não pavimentadas da área urbana. Complementou que também reparos na pavimentação de algumas ruas que apresentam problemas e recuperação de bocas-de-lobo estão ocorrendo através do setor.

Falta de conservação

A proliferação de animais peçonhentos por conta da não observação da lei leva novamente o vereador Eder a enviar sugestão para que o Executivo envie notificação para os proprietários de áreas não edificadas que estão tomadas pelo matagal. Também quer recuperação de passeios públicos. Essa última indicação tem que ser mais estudada, visto que segundo informações, os passeios são de responsabilidade do proprietário e dessa forma os recursos ali aplicados pelo município poderiam servir para áreas como saúde, tanto reclamada por alguns vereadores, os quais deveriam se inteirar das leis que vigoram, pois dizem que os próprios proprietários permitem o estrago no passeio e depois querem reparos pelo município, o qual não promove isso e se não o faz também não tem obrigação de reparar.

Acabando o discurso

Ou uma coisa ou outra, ou não estão mais com aquele ímpeto inicial ou estão desistindo, pois o trabalho no município não para em todos os sentidos, pois está sendo bem gerenciado e isso a comunidade percebe. Mas o que se estranha é que temos vereadores da oposição que pedem reparos em estradas, melhorias diversas e ao mesmo tempo reclamam que consertam as vias, mas deixam poeira, não colocam material etc…etc…. Como foi a reclamação do vereador Carlinhos. Pois fui verificar o trabalho em algumas vias que estão sendo atendidas e me surpreendi, pois o material colocado, saibro com brita é de boa qualidade e foi dito que o trabalho era tão ruim que melhor seria deixar como está e não recuperar. Sinceramente, como entender. Chego à conclusão que o discurso está acabando e a oposição enfraquecendo, pois não trazem bons exemplos do recente passado. Vamos construir gente, buscar alternativas para melhorar a vida de todos, sem partidarismo, pois se percebe, tem gente querendo é vitrine e não o bem da comunidade. E pior, gente sem currículo algum de feitos pelo nosso município!

Cumprindo com seu trabalho

A comunidade preocupada com a onda de assaltos cobrou segurança das autoridades. Sabe-se que todos se envolveram para que a situação fosse melhorada. Tanto nos dois poderes (Executivo e Legislativo), houve empenho para que se aumentasse a segurança através do aumento do efetivo, do trabalho intensivo. Pois a Brigada Militar, presente tanto na câmara quanto na audiência pública, prometeu empenho para minimizar os problemas que ocorriam e se viu que realmente, em que pese à dificuldade imposta pelo próprio governo que comanda a BM, a corporação cumpriu, pois priorizou o município de Bom Retiro e está realmente com um efetivo, mesmo que itinerante, fazendo uma varredura no município, com o serviço de inteligência monitorando os meliantes conhecidos e que praticam os atos ilícitos. Enfim, a BM cumpriu com seu trabalho e merece cumprimentos, assim como os demais poderes que se levantaram contra essa situação de criminalidade, bem como segmentos da comunidade. Um momento de solidariedade que só merece elogios. Quem critica a BM, por certo não são as pessoas de bem que clamaram e clamam por segurança.

No caminho certo

Como cidadãos conscientes, temos que acreditar num futuro melhor para nós, nossas famílias e comunidade. E como tal devemos aguardar que o comprometimento que o governo vem tendo em buscar mais investimentos para nosso desenvolvimento atinja plenamente nossa expectativa. Sempre fui realista nesse aspecto e vejo que nossa economia tem tudo para ser uma das mais emergentes da nossa região. Em breve novidades que poderão mudar nosso perfil de município.

Reflita: Ser solidário não é defender uma causa esperando colher os frutos; mas, sim, espremer o suco com suas próprias frutas e ficar feliz por todos estarem bebendo. (Paulo Ricardo Zargolin)

Comentários

  1. Ivete Borger Rodrigues disse:

    Otima coluna ! tudo muito bem colocado ,Parabens

  2. Ivete Borger Rodrigues disse:

    Parabens ! tudo bem colocado nas entrelinhas .

Envie-nos o seu comentário

Publicidade

Últimas Notícias

Nos sete meses deste ano foram criados 461.411 postos de trabalho

Ao chegar no estabelecimento, o policiamento constatou que o suspeito tinha um mandado de prisão em aberto

A casa foi arrombada entre a noite da última quinta e a manhã desta sexta-feira

Homem é encontrado morto em um dos quartos