Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio perde de virada e larga em desvantagem contra Del Valle na Libertadores

Tricolor é derrotado por 2 a 1, com direito a expulsão e domínio de jogo dos equatorianos; mas reclama de gol anulado

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O desfalcado Grêmio enfrentou um adversário dos mais qualificados na noite desta sexta-feira. Sem se intimidar com a mudança de mando de campo imposta pela Conmebol, o Independiente del Valle dominou o Tricolor no Defensores del Chaco, no Paraguai, e venceu de virada pelo placar de 2 a 1. Com isso, larga na frente em busca de uma vaga na fase de grupos, no jogo de ida da terceira fase prévia da competição continental.  

O Grêmio abriu o placar no início do primeiro tempo, com Diego Souza. No entanto, dominado na maior parte da partida, cedeu dois gols, marcados por Faravelli na etapa final. O Tricolor reclama, porém, de um gol anulado, no fim da etapa inicial, em que a assistente anotou equivocadamente impedimento de Ferreira. 

Com o resultado, o Grêmio vai precisar vencer por 1 a 0 ou dois gols de diferença para ir à fase de grupos. A repetição do placar leva o jogo para os pênaltis, e o empate classifica os equatorianos. A partida de volta contra o Del Valle acontece na próxima quarta-feira, às 19h15min. Antes, o Grêmio encara o Novo Hamburgo, no domingo, às 20h, pela 10ª rodada do Gauchão.

Grêmio sai na frente, mas é pressionado no primeiro tempo

Após os casos de Covid-19 ao longo da semana, inclusive com o técnico Renato Portaluppi, o Grêmio precisou superar os desfalques para Alexandre Mendes escalar a equipe. Na lateral-direita, sem Vanderson e Victor Ferraz, e com Rafinha sem poder atuar nesta fase, o Grêmio precisou levar de Porto Alegre ao Paraguai o jovem Felipe, de 21 anos. Do meio para a frente, a trinca responsável por municiar Diego Souza foi formada por Ferreira, Alisson e Pinares. 

O Grêmio abriu o placar na bola parada, explorando o jogo aéreo e o artilheiro que sabe muito bem fazer esta função. Alisson cobrou falta da direita com perfeição. Ela chegou na cabeça de Diego Souza, que se projetou, venceu a zaga do Del Valle e testou forte, para o fundo das redes de Ramírez, fazendo 1 a 0 para o Tricolor no Paraguai. 

Após sofrer o gol, o Del Valle melhorou no jogo, e criou duas chances quase em sequência. Na primeira, aos 20 minutos, após triangulação na entrada da área, Ortíz recebeu bola escorada de Montenegro e chutou forte, tirando tinta da trave esquerda de Brenno. Depois, a mais clara: após cruzamento vindo da esquerda, o mesmo Ortíz bateu à queima roupa do goleiro Tricolor, que fez grande defesa para evitar o empate. 

Melhor ao longo de todo o primeiro tempo, o Del Valle criou a sua melhor chance aos 36. Após nova troca de passes na entrada da área, algo que se repetiu por conta da dificuldade dos volantes do Grêmio em acompanharem a movimentação intensa do time equatoriano, a bola chegou até Viti. O meia bateu forte, obrigando Brenno a desviar levemente antes da bola pegar no travessão, evitando assim o empate dos mandantes

Apesar de ser inferior ao longo do confronto, o Grêmio até chegou a marcar o segundo gol, no fim do primeiro tempo. Em linda troca de passes, com direito a passe de calcanhar, Ferreira encobriu o goleiro e mandou para as redes. No entanto, a auxiliar flagrou equivocadamente impedimento do ataque Tricolor, apontando condição irregular de Ferreira, atrás da linha do defensor. Assim, a partida foi ao intervalo com 1 a 0 no placar.

Grêmio é dominado e sofre a virada no segundo tempo 

Mas quem voltou levando perigo foi de novo o del Valle. Após falta na entrada da área, Ortiz, um dos melhores jogadores do time equatoriano na partida, chutou forte, de longe. A bola acertou a trave direita de Brenno, mais uma vez levando muito perigo ao goleiro do Tricolor. 

Melhor em boa parte do confronto, o Del Valle chegou ao merecido gol de empate logo aos sete minutos. Novamente na característica que demonstrou levando perigo em outras oportunidades, na troca de passes em espaço curto. Montenegro foi acionado e escorou bola para Faravelli, que invadiu a área e bateu cruzado, vencendo Brenno pela primeira vez e igualando o jogo em 1 a 1. 

O Tricolor até teve a chance de retomar a dianteira do placar. Em bola enfiada para Diego Souza, em posição duvidosa, o artilheiro saiu na cara de Ramírez. Ele tentou driblar o goleiro, mas acabou perdendo o ângulo, e desperdiçou a oportunidade.

No lance seguinte, o Del Valle construiu sua virada. Após falha no meio campo, o zagueiro Ruan fez pênalti. E a situação complicou ainda mais, porque o defensor já tinha cartão amarelo. Recebeu o segundo e foi expulso, deixando de presenciar Faravelli bater com categoria, para deslocar Brenno e marcar o segundo gol dele na partida, e deixando o marcador em 2 a 1 para os mandantes. 

Com um jogador a mais, o Del Valle insistiu em tentar definir o confronto no Paraguai, abrindo mais vantagem para o duelo em Porto Alegre. Adiantou suas linhas, e teve alterações ousadas do técnico português Renato Paiva, colocando jogadores ofensivos para buscar o terceiro gol. No entanto, o Grêmio resistiu, se defendeu e voltou com uma derrota por 2 a 1, com a missão de reverter a desvantagem na quarta-feira, na Arena.

Terceira fase prévia da Libertadores – jogo de ida 

Independiente del Valle 2

Ramírez; Hurtado, Scjunke e Pacho; Segovia, Caicedo, Ortíz, Pellerano, Faravelli, Vite e Montenegro. Técnico: Renato Paiva

Grêmio 1

Brenno; Felipe, Rodrigues, Ruan e Diogo Barbosa; Lucas Silva, Matheus Henrique, Pinares, Alisson e Ferreira; Diego Souza. Técnico: Alexandre Mendes 

Gols: Diego Souza (9/1T); Faravelli (7/2T) (15/2T)

Cartões amarelos: Vite (del Valle); Rodrigues (Grêmio)

Cartões vermelhos: Ruan (Grêmio)

Arbitragem: Nestor Pitana (ARG) 

Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (PAR)

Data e hora: 09/04, às 19h15min 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Este é o menor patamar desde 10 de fevereiro, quando havia 802 pessoas em estado grave no Estado

Geada ainda aparece na maior parte do Estado ao amanhecer

De acordo com o Governo do Estado, são 140.800 doses da Coronavac e 166.140 doses da Pfizer

Um carro da Brigada Militar capotou e policial ficou ferido na ação