Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter goleia o Deportivo Táchira pela Libertadores, no Beira-Rio

Colorado precisou de 45 minutos para construir triunfo por 4 a 0 sobre os venezuelanos

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Apenas 45 minutos. Foi o que o Inter precisou para construir sua primeira vitória na Libertadores de 2021. No Beira-Rio, a equipe de Miguel Ángel Ramírez venceu o Deportivo Táchira pelo placar de 4 a 0, em jogo válido pela segunda rodada da fase de grupos. Com o resultado, o Inter salta temporariamente para a primeira posição do grupo B na Libertadores, já que Olimpia x Always Ready se enfrentam apenas nesta quarta-feira.

No primeiro tempo, Cuesta, Patrick e Thiago Galhardo anotaram para o Inter. Na etapa final, Yuri Alberto definiu o placar.

No domingo, o Colorado abre a semifinal do Gauchão contra o Juventude, na Montanha dos Vinhedos, às 16h. Pela Libertadores, volta a campo na próxima quarta-feira, 5 de maio, quando enfrenta o Olimpia, no Beira-Rio, às 21h. 

Inter constrói vitória já no primeiro tempo

Após ser contestado pela ausência do meia Patrick na formação inicial na altitude na derrota para o Always Ready, dessa vez Miguel Angel Ramírez optou por começar com o jogador ao lado de Palacios, que iniciou na esquerda na semana passada. O ídolo Taison, sob o qual havia a expectativa da estreia, começou a partida no banco de reservas.

Agora com Patrick pela esquerda, foi pelo setor que o Inter forçou o jogo. Acionou o meia em três oportunidades em sete minutos, e ele foi responsável pela criação das principais jogadas em um momento de pressão inicial. 

A pressão do Inter deu resultado aos 18 minutos do primeiro tempo. Maurício chutou de fora da área, e o goleiro mandou para escanteio. Na cobrança, Rodinei, que já havia dado duas assistências no fim de semana, cruzou na medida para Cuesta vencer a zaga e fazer 1 a 0 para o Inter. 

O colorado seguiu em cima do Táchira. No lance seguinte à saída da bola, conseguiu novo escanteio, e Cuesta quase marcou de novo de cabeça. Dois minutos depois, Galhardo arrancou pela esquerda, soltou para Maurício, que carimbou a zaga. Ela voltou para Patrick, um dos destaques no primeiro tempo, mandar de primeira às redes e fazer 2 a 0.

Com a vantagem no marcador, o Inter diminuiu o ritmo, mas seguiu controlando a partida. Além dos dois gols, ficou muito mais com a bola e correu poucos riscos. Antes do intervalo, houve tempo para mais um. Cuesta lançou Thiago Galhardo, que não desperdiçou: marcou 3 a 0 e encaminhando a vitória já no intervalo. 

Segundo tempo confirma goleada

O Inter não diminuiu o ritmo, e seguiu pressionando o Táchira, agora para construir sua goleada. E quase ampliou logo aos cinco minutos do segundo tempo. Em jogada que re repetiu na etapa final, Edenilson alçou bola buscando o ponta, que apareceu centralizado e finalizou no rosto do goleiro, que meio sem querer evitou o quatro do Inter. 

E se deixou de definir de vez o confronto, acabou no prejuízo no lance seguinte. Palacios, que mais uma vez não fez bom jogo, fez falta na entrada da área. Por ela, recebeu o segundo amarelo e deixou o Inter com um jogador a menos na partida. Na tentativa de voltar à reter a bola no campo de ataque, corrigiu o setor com Yuri Alberto e Marcos Guilherme, nos lugares de Patrick e Thiago Galhardo. 

Com um a menos, o Inter diminuiu a presença ofensiva e administrou o relógio. Ramírez promoveu mais duas trocas: saíram Edenilson e Rodinei, para as entradas de Nonato e Heitor, restando assim apenas uma substituíção. E foi do banco que saiu o quarto gol: Maurício acionou Yuri Alberto, que fechou o placar no Beira-Rio, para coroar uma noite de goleada, que vale a liderança provisória do grupo B da Libertadores. 

Copa Libertadores – 2ª rodada da fase de grupos

Inter 4

Lomba; Rodinei, Zé Gabriel, Cuesta e Moisés; Dourado, Edenilson, Mauricio, Palacios e Patrick; Thiago Galhardo. Técnico: Miguel Angel Ramírez

Deportivo Táchira 0 

Varela; Camacho, Vivas, Trejo e Granados; Cova, Gondola, Flores e Hernández; Pérez e Gómez. Técnico: Juan Tolisano

Gols: Cuesta (19/1T), Patrick (25/2T), Thiago Galhardo (43/1T) Yuri Alberto (29/2T)

Cartões amarelos: Galhardo, Patrick, Palacios (Inter); Camacho (Táchira)

Cartões vermelhos: Carlos Palacios (Inter)

Arbitragem: Andres Matonte (URU)

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data e hora: 27/04, às 21h30min

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Temperatura fica amena na maioria das regiões ao longo do dia

Jean Pyerre marcou de pênalti o único gol do jogo diante do Vitória da Bahia

Restos mortais estavam às margens do rio, na localidade de Chafariz