Giro do Vale / Polícia

Menina de 13 anos é encontrada morta com sinais de violência sexual, no Vale do Caí

O principal suspeito da autoria do crime, é o padrasto da menina que está desaparecido

Foto: Polícia Civil / Divulgação

Uma adolescente de 13 anos foi encontrada morta em meio a um matagal, próximo a RS-122, em Bom Princípio, no Vale do Caí. O corpo da menina foi localizado na tarde deste domingo, dia 4, perto do Arroio Forromeco. Segundo a Polícia Civil, ela tinha marcas de enforcamento e sinais de abuso sexual. A identidade da vítima não foi divulgada pelas autoridades.

O crime é tratado como homicídio doloso. A polícia faz buscas pelo padrasto da menina, que é considerado pelo delegado o principal suspeito do caso.

Uma ligação anônima foi feita para o Corpo de Bombeiros, informando que uma menina havia se afogado no arroio daquela localidade. A suspeita é de que o próprio autor do crime contra a adolescente, tenha feito contato para informar o paradeiro do corpo. A Brigada Militar foi até o local e acionou a Polícia Civil. O local foi isolado para perícia.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Marcos Eduardo Pepe, o padrasto da menina, um homem de 39 anos, tem antecedentes criminais por três estupros. Ele ainda não foi encontrado.

A vítima morava com a mãe em Bom Princípio. A mulher, após saber do crime, precisou ser hospitalizada.

O corpo da menina foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) e uma perícia ainda deve indicar a causa da morte. Também deve comprovar se houve violência sexual.

Comentários

  1. Salet Teresinha de freitas disse:

    Só Jesus na causa culpar a mãe por se envolver com um bandido.
    Quem sou eu pra julgar que Deus a receba em seu braços e que ela Descance em paz

  2. Maria Dejanira Crispin de Lima disse:

    A polícia tem que pegar esse vagabundo, e levar até o presídio, quê lá os presidiários se encarregam de ensinar ele como se enforca, e paga pelo quê fez esse maldito

Publicidade

Últimas Notícias

Proposta que dá maior autonomia a municípios está sendo debatida com deputados, prefeitos, setores econômicos e especialistas da área de saúde

Esta é a ação com maior número de mortes desde o início dos registros, em 2016

De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, os imunizantes serão destinados para a primeira dose

Os corpos das três crianças e duas professoras mortas durante a invasão a creche, foram enterrados nesta quarta-feira, dia 5