Giro do Vale / Destaque / Polícia / Santa Catarina

Autor de ataque a creche em Santa Catarina, sofria bullying e maltratava animais

Três crianças e duas mulheres foram mortas em ataque realizado na manhã da terça-feira, dia 4

Foto: Divulgação

A Polícia Civil ainda trabalha nas investigações para entender as motivações que levaram um jovem de 18 anos a matar cinco pessoas – três crianças e duas professoras – em um ataque a uma escola infantil, em Saudades, Santa Catarina. Em entrevista coletiva para divulgar as informações preliminares, o delegado responsável, Jerônimo Marçal Ferreira, reiterou que os fatos seguem em apuração, mas “começou a traçar um perfil” do autor do ataque. “Pelas informações que colhemos até aqui, o que temos é que era um rapaz problemático, vinha enfrentando bullying na escola, maltratava animais, era introspectivo”, contou.

“Um perfil que já não é mais tão incomum, o jovem que se tranca no quarto e a família não sabe o que ele está fazendo no computador. Ele tinha alguns problemas dentro de casa e, de acordo com familiares, não queria mais ir para a escola”, revelou em entrevista com as autoridades de segurança nesta terça-feira. “A Polícia encontrou 11 mil reais em espécie com ele. Ele trabalhava em uma empresa na cidade, a família explicou que o dinheiro era dele, que não saía muito e estava guardando”, acrescentou. 

O delegado afirma que até o momento todos as análises indicam para uma ação com motivação solitária e sem conhecimento de ninguém. “Não se abria, era quietão, não tinha celular, não tinha namorada. Se afastou dos poucos amigos que tinha nos últimos dias. Ninguém da família imaginava que ele ia fazer isso. Inclusive, as informações dão conta de que ninguém sabia e ninguém ajudou”.

Sobre as armas – uma faca e uma espada katana – o chefe da investigação revelou que elas foram compradas recentemente pelo jovem. “Inclusive, a irmã dele perguntou o que ele iria fazer com as armas e ele disse, em tom de brincadeira, que era para maltratar um animal que ela tinha em casa”, pontuou. “Foram duas armas brancas, uma maior e uma menor. O Instituto Geral de Perícias nos passou que ele usou a maior, a outra tinha com ele, mas não chegou a ser utilizada”. 

O delegado garantiu que a Polícia Civil seguirá com a investigação pelos próximos dias e antecipou os próximos passos. O computador do adolescente foi apreendido e será analisado. “Não temos informações de ligação dele com as crianças da escola atacada. Não tinha passagem, não era conhecido pela Polícia”.

O autor do ataque tentou tirar a própria vida, mas não conseguiu e foi levado ao hospital. Ele foi transferido com escolta para Chapecó e está hospitalizado. Segundo as autoridades, ele não corre mais risco de vida. 

Perícia informa pelo menos 5 golpes em cada vítima

De acordo com o Instituto Geral de Perícias – IGP – cada uma das cinco vítimas fatais recebeu pelo menos cinco golpes com a arma branca usada pelo autor do ataque. “Bebês foram esfaqueados nas costas, abdômen e cabeça. A professora morta foi atingida nas costas e pernas. A agente educacional foi atingida no abdômen”, informou. 

Os corpos serão liberados pelo instituto a partir das 22h para serem velados pelos familiares. 

“Dia mais triste da nossa história”, diz prefeito

Também presente na coletiva da cúpula de segurança para tratar do caso, o prefeito de Saudades, Maciel Schneider, lamentou o ocorrido e comunicou luto oficial de três dias na cidade. “Dia mais triste da história do nosso município. Infelizmente esse fato aconteceu numa cidade tranquila como a nossa, jamais imaginávamos passar por um momento como esse que estamos passando. Imagina as famílias que perderam essas crianças e professoras. Nos assusta o fato que ocorreu no nosso município. Decretamos luto oficial de três dias. Não teremos atividades nas escolas municipais até segunda-feira, lamentamos muito o ocorrido. Nos causa muita dor”, abriu a coletiva emocionado.

Governadora em exercício, Daniela Reinehr, também participou da manifestação, expressou sua solidariedade e endossou o luto oficial de três dias, agora, em nível estadual. “O governo do Estado está à disposição das vítimas, da cidade, para ajudar. Temos 25 psicólogos disponíveis para auxiliar as famílias depois deste terrível episódio”.

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Gaúchos devem ter muitos dias frios e ao menos dois episódios de chuva na segunda quinzena deste mês

Aumento dos valores cobrados pelo sistema da bandeira tarifária vai confirmado pelo diretor-geral da Aneel, André Pepitone

Decisão deve abrir caminho para a liberação de ao menos mais duas parcelas do benefício assistencial

Temperaturas começam a diminuir por conta de ar polar