Giro do Vale / Saúde

Brasil contrata a compra de mais 100 milhões de doses de vacina contra a covid-19 da Pfizer

Previsão é de que o carregamento seja entregue entre setembro e dezembro deste ano

Foto Divulgação

O Ministério da Saúde e a Pfizer/BioNTech assinaram um contrato que garante mais 100 milhões de doses desse imunizante para o Brasil. A previsão é de que cheguem ao país entre setembro e dezembro de 2021. Em março, o governo federal contratualizou a aquisição de 100 milhões de doses do laboratório, que começaram a chegar ao país no final de abril. Com a nova aquisição, anunciada nesta sexta-feira, dia 14, pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, devem ser entregues até o final do ano 200 milhões de doses da vacina da Pfizer/BioNTech, conforme projeção do Ministério da Saúde.

“O Ministério da Saúde tem feito um esforço para obter mais doses e assim imunizar a população brasileira. O objetivo do ministério é, até o final do ano, ter esse público todo vacinado. Hoje assinamos o contrato com a Pfizer de mais 100 milhões de doses de vacina. Com esse esforço, temos a confiança de que vamos conseguir atingir essa meta”, disse Queiroga.

De acordo com o Ministério da Saúde, o cronograma junto à fabricante prevê que 2,5 milhões de doses sejam entregues ainda este mês e outros 12 milhões, em junho. O restante será entregue de forma escalonada até setembro. A previsão é de que, a partir de setembro, as 100 milhões de doses garantidas hoje comecem a chegar ao país. 

“Estamos muito felizes em celebrar esse acordo adicional e, assim, ampliar nosso apoio à imunização de milhões de brasileiros” afirmou a presidente da Pfizer Brasil, Marta Díez.

GZH

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Temperatura fica amena na maioria das regiões ao longo do dia

Jean Pyerre marcou de pênalti o único gol do jogo diante do Vitória da Bahia

Restos mortais estavam às margens do rio, na localidade de Chafariz