Giro do Vale / Destaque / Geral

Com indefinição sobre o novo modelo de distanciamento, governo do RS prorroga bandeira vermelho até 15 de maio

Proposta que dá maior autonomia a municípios está sendo debatida com deputados, prefeitos, setores econômicos e especialistas da área de saúde

Foto: Divulgação

O governo Eduardo Leite adiou para 15 de maio a substituição do atual modelo de distanciamento controlado para o novo sistema estadual de gestão da pandemia, que ainda está em debate na cúpula do Palácio Piratini. Até que ocorra a troca dos sistemas, o Estado seguirá com todas as regiões em bandeira vermelha.

No novo modelo, segundo o Piratini, os prefeitos terão maior poder de decisão, ficando o governo do Estado com a incumbência de emitir alertas sobre indicadores e recomendar medidas. Ainda sem nome, o novo modelo deixará com os prefeitos as principais decisões sobre protocolos. O Estado passaria a intervir apenas “em última instância”, segundo o governador Eduardo Leite.

A decisão sobre adiar a aplicação do novo modelo foi tomada pelo gabinete de crise do Piratini, na manhã desta quinta-feira, dia 6. Além do governador, compõem o gabinete de crise representantes das secretarias estaduais da Saúde e de Ciências, e do Comitê de Dados.

Até o dia 15, o governo fará uma série de reuniões sobre o tema com setores políticos, econômicos e científicos. Nesta sexta-feira, dia 7, Leite terá uma reunião virtual com deputados e prefeitos.

No sábado, dia 8, será a vez de ouvir o que pensam as entidades que representam setores produtivos. Na lista, estão Fecomércio, Farsul, FCDL, Fetag e Federasul, entre outras. Também no sábado, está previsto um segundo encontro com especialistas da área da saúde.

O cronograma do Piratini ainda prevê o recebimento de sugestões para o modelo, até a próxima terça-feira, dia 11. O novo sistema será apresentado, de acordo com a assessoria do governo do Estado, na quinta-feira, dia 13, entrando em vigor dois dias depois.

GaúchaZH

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Gaúchos devem ter muitos dias frios e ao menos dois episódios de chuva na segunda quinzena deste mês

Aumento dos valores cobrados pelo sistema da bandeira tarifária vai confirmado pelo diretor-geral da Aneel, André Pepitone

Decisão deve abrir caminho para a liberação de ao menos mais duas parcelas do benefício assistencial

Temperaturas começam a diminuir por conta de ar polar