Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio goleia o Aragua por 8 a 0 na Sul-Americana

Maior vitória da história da Arena mantém equipe de Tiago Nunes na liderança isolada do grupo H da competição

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio precisou de apenas 45 minutos. Foi o suficiente para atropelar o Aragua com muita naturalidade, em ritmo de treino, na noite desta quinta-feira, pela terceira rodada da Sul-Americana. O Tricolor venceu os venezuelanos por 8 a 0 em uma goleada histórica na Arena. Com o resultado, o Tricolor se isolou ainda mais na liderança do grupo H da Sul-Americana e se aproximou da classificação às oitavas de final.  

No primeiro tempo, Ferreira e Luiz Fernando marcaram duas vezes cada um. Diego Souza, de pênalti, e Hernández, contra, também anotaram. Na etapa final, Maicon, também de pênalti e Churín fecharam o placar.

O Grêmio enfrenta o Caxias, no domingo, às 16h, na Arena, pelo jogo de volta da semifinal do Campeonato Gaúcho. Um empate basta para ir à decisão. Pela Sul-Americana, a equipe de Tiago Nunes volta a campo para enfrentar o Lanús, na próxima quinta-feira, às 19h15min, também em Porto Alegre. 

Grêmio constrói goleada ainda no primeiro tempo

Pela primeira vez desde que assumiu o comando do Grêmio, Tiago Nunes não conseguiu repetir a escalação. Isso porque Jean Pyerre teve lesão muscular confirmada antes do início da partida, e Matheus Henrique já estava fora do duelo. Assim, escalou Darlan no meio campo, acompanhado de Maicon e Thiago Santos. Na frente, optou por Luiz Fernando e Ferreira municiando Diego Souza. 

Logo na primeira chegada ao ataque, o Grêmio se aproveitou da fragilidade do time venezuelano para abrir o placar. Yeguez tentou recuo após bola sobrar no alto, mas passe para o goleiro ficou curto. Luiz Fernando, oportunista, apenas deslocou o goleiro, que nem se mexeu, sem chances de evitar o gol do Grêmio na Arena.

Aos 17 minutos, o Grêmio marcou o segundo gol. Rafinha cruzou pela direita, e Diego Souza subiu mais alto, mas sem conseguir finalizar. Ela se apresentou para Luiz Fernando, que bateu forte, sem chances para o goleiro. Dois minutos depois, o mesmo Luiz Fernando foi derrubado dentro da área. Diego Souza, com categoria, bateu pênalti sem chances para o goleiro.

Aos 21, foi a vez de Ferreira brilhar, marcando seus dois gols na etapa inicial. Em contra-ataque rápido, o meia invadiu a área e chutou cruzado. Dois minutos depois, ele tabelou com Luiz Fernando, um dos destaques da etapa inicial, para anotar o quinto, livre de marcação, após boa troca de passes do ataque Tricolor. 

O sexto gol comprovou que o Aragua estava completamente entregue, atônito com o ritmo imposto pelo Grêmio. O Tricolor apertou a marcação, e roubou a bola. No cruzamento rasteiro para a área, Hernández mergulhou de carrinho, cortou errado e mandou para a própria meta, fechando em 6 a 0 o primeiro tempo em ritmo de treino do Grêmio, que seguiu apenas tocando a bola até ir ao intervalo.

Tricolor amplia no segundo tempo 

Com a vitória assegurada, o técnico Tiago Nunes optou por rodar o elenco e poupar o grupo visando a semifinal do Campeonato Gaúcho, diante do Caxias, no fim de semana. E fez três trocas já no intervalo. Saíram Geromel, Diego Souza e Ferreira para as entradas de Paulo Miranda, Churín e Gui Azevedo.

No entanto, mesmo com as trocas, o ritmo do jogo caiu muito. O Tricolor até ensaiava algumas chegadas esporádicas, mas antes dos 15 minutos não levou perigo ao gol do Aragua. Os venezuelanos, por sua vez, mal conseguiam produzir ofensivamente. E ainda escaparam de ficar com um jogador a menos quando Alvarez entrou duro por cima da bola em Diogo Barbosa, atingindo só a perna do jogador Tricolor. 

O Grêmio seguiu atacando especialmente com Rafinha pela direita, sendo mais acionado. Luiz Fernando acionou o lateral, que cortou para dentro da área e teve a progressão impedida com toque de mão do defensor do Aragua, de carrinho. Quem cobrou desta vez foi Maicon, também com categoria, para fazer 7 a 0. 

O Grêmio fechou o placar com Churín. Diogo Barbosa fez cruzamento da esquerda, e o centroavante reserva cabeceou vencendo a zaga. A bola tocou no travessão e bateu dentro do gol, encerrando a goleada por 8 a 0, garantindo a liderança isolada do grupo e deixando o Tricolor mais perto das oitavas de final da Sul-Americana.

Copa Sul Americana – 3ª rodada

Grêmio 8 

Brenno; Rafinha, Geromel (Paulo Miranda), Ruan e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Pedro Lucas), Darlan, Maicon, Luiz Fernando e Ferreira (Gui Azevedo); Diego Souza (Churín). Técnico: Tiago Nunes

Aragua 0 

Yustriz; Manríque, Hernández, Farreras e Yéguez; Álvares, Andrés Hernández, Torres e Duche; Juan García e Arace. Técnico: Enrique García

Gols: Luiz Fernando (3, 18/1T), Diego Souza (20/1T), Ferreira (21, 23/1T), Hernández (contra) (29/1T), Maicon (18/2T), Churín (33/2T) 

Cartões amarelos: Yeguez, Alvarez (Aragua) 

Arbitragem: Guillermo Guerrero (EQU) 

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS) 

Data e hora: 06/05, às 19h15min

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Este é o menor patamar desde 10 de fevereiro, quando havia 802 pessoas em estado grave no Estado

Geada ainda aparece na maior parte do Estado ao amanhecer

De acordo com o Governo do Estado, são 140.800 doses da Coronavac e 166.140 doses da Pfizer

Um carro da Brigada Militar capotou e policial ficou ferido na ação