Giro do Vale / Esporte

Grêmio é bicampeão da Recopa Gaúcha

Tricolor venceu o Santa Cruz por 3 a 0, na Arena

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Depois de uma primeira etapa truncada, o time alternativo do Grêmio melhorou no segundo tempo, venceu por 3 a 0 o Santa Cruz e se sagrou bicampeão da Recopa Gaúcha na manhã deste domingo, na Arena. Agora, o próximo compromisso do Tricolor é contra o Brasiliense, na quinta-feira, às 15h30min, em Brasília, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. 

Mais intenso na volta do intervalo, a equipe – que segue comandada pelo analista de desempenho Pedro Sotero – abriu o placar aos 7 minutos com Guilherme Azevedo e ampliou aos 20 com Léo Pereira. No final, Jonatha Robert, que entrou na vaga de Everton Cardoso, marcou o terceiro. 

Com proposta defensiva, o Galo, que disputa a terceira divisão do futebol gaúcho, conseguiu conter a equipe gremista no primeiro tempo e fez duelo honroso. No entanto, sentiu fisicamente a partida, especialmente na etapa complementar.

No momento de erguer a taça, o Grêmio prestou uma homenagem ao massagista Zezinho, que tem mais de 40 anos de serviços prestados ao Tricolor. Ao lado dos jogadores, o funcionário levantou o título acompanhado de Pedro Geromel. 

Pouca inspiração, muita transpiração 

A primeira parte da final da Recopa foi bastante truncada e de baixas emoções. Escalado com uma equipe de reservas, o Grêmio até teve mais a posse de bola, mas pouco criou e teve dificuldades para criar oportunidades de gol e lances ofensivos. Franco-atirador na decisão, o Santa Cruz exerceu com competência sua estratégia: se defender e explorar os contragolpes e as bolas paradas, especialmente com o atacante Fogaça. No entanto, os visitantes também não levaram grande perigo. 

Os planos de jogo fizeram com que a bola passasse boa parte do tempo no meio de campo e os goleiros pouco trabalharam. Quando testado, aos 22, Luiz Carlos segurou fácil o chute de longe de Diego Churín. Aos 29, foi a vez de Adriel fazer sua primeira defesa na partida em finalização do atacante David, após sobra na entrada da área. 

Depois dos 30 minutos, o Galo se soltou mais ao ataque e isso deixou espaços na defesa. Na melhor oportunidade da primeira etapa, Victor Ferraz chegou até a linha de fundo, cruzou e Diego Churín chutou por cima do gol dificultado pela marcação. 

Segunda etapa mais animada

Mesmo sem substituições, o Grêmio voltou do intervalo mais intenso na partida. Trocando passes com maior velocidade, o Tricolor logo colheu os frutos da nova postura. Aos 7 minutos, o lateral-esquerdo Guilherme Guedes levou a bola até a linha de fundo, cruzou e seu xará Guilherme Azevedo aproveitou a sobra para finalizar forte, sem chances para Luiz Carlos: 1 a 0. 

Com a vantagem, a equipe gremista passou a controlar ainda mais a partida e ampliou logo aos 19 minutos com Léo Pereira em vacilo da defesa adversária. Os jogadores do Santa Cruz foram discutir com Guilherme Azevedo e abandonaram o lance. Então, Paulo Miranda fez o lançamento e Léo Pereira entrou livre para marcar o segundo, com estilo, por cima do goleiro. 

O 2 a 0 fez com que o Galo se lançasse ao ataque para o tudo ou nada. Porém, sentiu fisicamente a intesidade do jogo e não levou perigo. Em cruzamento, aos 35, o goleiro Adriel até se atrapalhou, mas conseguiu cortar pela linha de fundo, sem maiores riscos. 

O analista de desempenho, Pedro Sotero, aproveitou os minutos finais para dar rodagem ao elenco – entraram Jean Pyerre, Ricardinho, Léo Chú e Jonatha Robert. E foi de Jonatha Robert o último gol do jogo. Aos 45 minutos, Victor Bobsin ajeitou já dentro da área e o atacante chegou chutando forte, sem chances, e deu números finais a decisão da Recopa Gaúcha. 

Recopa Gaúcha – Final 

Grêmio 3 

Adriel; Victor Ferraz, Paulo Miranda, Emanuel e Guilherme Guedes; Fernando Henrique, Victor Bobsin, Léo Pereira (Léo Chú), Everton Cardoso (Jean Pyerre) e Gui Azevedo (Jonatha Robert); Churín (Ricardinho). Técnico: Pedro Sotero

Santa Cruz 0

Luiz Carlos; Ramon, Diego Rocha, Luís Henrique e Otávio; David (Robinho), Ben Hur (Leylon), Chiquinho (Pepeto) e Laion (Kevlin); Fogaça (Felipe) e Nena. Técnico: William Campos 

Gols: Guilherme Azevedo (07min/2T°) Léo Pereira (19min /2T°) Jonatha Robert (45min/2T°)
Cartões amarelos: Léo Pereira (Grêmio) Fogaça e Laion (Santa Cruz)
Arbitragem: Erico Andrade de Carvalho
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data e hora: 06/06, às 10h30min

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Este é o menor patamar desde 10 de fevereiro, quando havia 802 pessoas em estado grave no Estado

Geada ainda aparece na maior parte do Estado ao amanhecer

De acordo com o Governo do Estado, são 140.800 doses da Coronavac e 166.140 doses da Pfizer

Um carro da Brigada Militar capotou e policial ficou ferido na ação