Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio perde para a LDU na Arena, e está eliminado da Sul-Americana

Alcívar marcou duas vezes e garantiu triunfo por 2 a 1 dos equatorianos na Arena

Foto: Ricardo Duarte / Grêmio / Divulgação

O início do jogo até deu a impressão que seria uma noite feliz aos tricolores. No entanto, a equipe voltou a repetir problemas. Sem criatividade na frente e instável na defesa, sofreu a virada por 2 a 1 para a LDU, na Arena, nesta terça-feira. Com o resultado, o Tricolor está fora da Sul-Americana. 

O Tricolor saiu na frente, com Diego Souza, de cabeça. No entanto, Alcívar marcou duas vezes, sendo a segunda de pênalti, e sacramentou a eliminação da equipe de Felipão da competição continental. Foi, aliás, a primeira derrota com Felipão como treinador nesta passagem. 

Agora, o Grêmio precisa virar a página da Sul-Americana e voltar as atenções novamente ao Brasileirão. No sábado, o Tricolor recebe o América-MG, às 17h, na Arena, em jogo válido pela 13ª rodada da competição, em confronto direto pela fuga da zona de rebaixamento. 

Grêmio sai na frente, mas sofre empate

Felipão deu sequência ao time e repetiu a escalação, no estilo cauteloso do treinador. No meio, mais uma vez Jean Pyerre esteve na armação. Nas pontas, Alisson e o autor do gol no jogo de ida, Leo Pereira, municiando Diego Souza. Vanderson começou a partida na lateral direita.

O jogo começou muito parecido com a partida da semana anterior. As duas equipes pouco agrediram nos minutos iniciais, rodando a bola no campo de defesa. A LDU, mesmo em desvantagem, não tentou acelerar o jogo no começo. Com a vantagem do empate, o Grêmio se postou de maneira semelhante, explorando o contra-ataque e as bolas longas. 

Aos 23 minutos, no entanto, Diego Souza contou com a colaboração do goleiro Gabbarinni para abrir o placar. Após cruzamento da esquerda, o centroavante venceu a zaga, subiu mais alto e cabeceou. A bola, que não foi muito forte, passou entre as mãos do goleiro da LDU, resultando no 1 a 0 para o Tricolor.

Após o gol, a LDU até criou suas chances. Na primeira, após cruzamento de Perlaza, Amarilla ganhou no alto, nas costas de Vanderson, e obrigou Chapecó a fazer boa defesa. Depois, Alcívar bateu da entrada da área e de novo o goleiro do Tricolor fez a intervenção.

Mas a melhora da LDU era evidente, e ela passou muito por Alcívar, que levava vantagem contra os volantes. E foi justamente ele quem marcou, pisando na área aos 44 da primeira etapa. Ele recebeu cruzamento da direita e, vindo de trás, venceu a zaga do Tricolor para, de cabeça, empatar o jogo e levar o confronto em 1 a 1 ao intervalo.

Pênalti sacramenta eliminação

Logo no início do confronto, antes dos cinco minutos, o Grêmio teve a chance de voltar à frente no marcador e encaminhar a classificação. Alisson enfiou grande bola para Léo Pereira, que saiu na cara de Gabbarini. O jogador do Tricolor se atrapalhou, não decidiu pelo drible ou pelo chute, e ela ficou com o goleiro no lance.

O castigo veio minutos depois. Em dividida de Fernando Henrique com Jhojan Julio, o volante do Tricolor tocou o atleta da LDU dentro da área. O árbitro inicialmente não assinalou, mas foi chamado pelo VAR. Após consulta ao vídeo, ele decidiu pelo pênalti, convertido por Alcívar, colocando a LDU em vantagem no marcador.

Para tentar reverter o quadro, Felipão colocou em campo Pinares, que já havia entrado bem diante do Fluminense. O escolhido para sair foi Léo Pereira, que errou gol feito no início do segundo tempo. Só que a situação pouco se modificou e o técnico seguiu mexendo no time. Depois, foi a vez de Cortez, com mais uma atuação ruim, e Fernando Henrique, serem sacados. Entraram Léo Chu e Diogo Barbosa. 

No entanto, nenhuma das trocas surtiu efeito. O Grêmio seguiu apresentando os problemas de falta de criatividade, rodando a bola na entrada da área sem conseguir agredir, como ocorreu na maior parte dos 180 minutos do confronto. Assim, deu adeus de forma melancólica à Sul-Americana, precisando voltar as atenções novamente à briga contra o rebaixamento no Brasileirão. 

Copa Sul-Americana – jogo de volta das oitavas de final 

Grêmio 1 
Chapecó; Vanderson, Geromel, Kannemann e Cortez; Fernando Henrique, Victor Bobsin, Jean Pyerre, Léo Pereira e Alisson; Diego Souza. Técnico: Luiz Felipe Scolari

LDU 2
Gabbarini; Perlaza, Guerra, Caicedo e Ayala; Piovi, Alcívar, Zunino, Mercado e Jhojan Julio; Amarilla. Técnico: Pablo Marini

Gols: Diego Souza (23/1T); Alcívar (44/1 e 7/2T)
Cartões amarelos: Kannemann e Léo Pereira (Grêmio); Zunino (LDU)
Arbitragem: José Argote (VEN)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Envie-nos o seu comentário

Publicidade

Últimas Notícias

Temperatura fica amena na maioria das regiões ao longo do dia

Jean Pyerre marcou de pênalti o único gol do jogo diante do Vitória da Bahia

Restos mortais estavam às margens do rio, na localidade de Chafariz