Giro do Vale / Educação Financeira

Preparados para começar a pagar as tradicionais despesas de início de ano?

“O pagamento das tradicionais despesas de início de ano exige de nós um esforço financeiro muito grande”.

 

O ano de 2020 está chegando ao seu final, porém não podemos deixar de falar sobre algumas consequências financeiras que aconteceram no decorrer dele. Muitas famílias viram sua renda encolher ou até mesmo acabar durante o ano, gerando assim uma incerteza muito grande quanto ao futuro e quanto a realização de sonhos já planejados. Todos nós em algum momento desse ano tivemos dúvidas quanto à manutenção da renda, nos sentimos inseguros. Não podemos deixar de falar também sobre as perdas de vidas humanas em função da COVID-19 o que é sem dúvida nenhuma a pior de todas as dificuldades que pode se apresentar a nós seres humanos que somos.

No quesito financeiro que é o objetivo principal desse artigo, percebemos o quanto faz falta uma reserva de dinheiro para emergências. Pôde perceber a enorme falta que faz quem não tinha um valor guardado, pois sentiu aumentar a preocupação com o futuro e quem nesse momento têm uma reserva financeira também percebeu pois está atravessando com maior tranquilidade. Fato é que nunca foi tão importante quanto está sendo agora ter um dinheirinho guardado e assim poder sentir-se mais seguro podendo aguardar o momento de dificuldade passar. Não sabemos até quando vai perdurar a instabilidade no mundo com relação a pandemia, porém o que é certo e não podemos ter dúvidas é com relação as nossas finanças, vamos precisar continuar buscando fazer uma reserva financeira, porque a instabilidade econômica deverá continuar durante boa parte do próximo ano.

E os gastos com as comemorações tradicionais de final de ano como ficam? Pois bem, é hora de maneirar, gastar com consciência, utilizar os recursos financeiros com equilíbrio, não consumir mais do que o necessário para o momento, fazendo sobrar sempre uma parte dos ganhos mensais para ser utilizado no futuro, o qual em termos econômicos e financeiros ainda é muito instável. Até porque logo adiante teremos mais despesas surgindo, aquelas também tradicionais do início de ano.

Nessa época de final de ano para quem é assalariado houve um acréscimo de renda em função do recebimento do décimo terceiro salário o qual vem muito bem, pois incrementa em mais um salário a renda do trabalhador com carteira assinada e pode fazer uma grande diferença para melhor quando bem utilizado esse valor. Aquelas pessoas que são empreendedores ou autônomas tem convivido também com uma incerteza ainda maior, porque é mais difícil prever a renda mensal e devem com isso buscar aproveitar esse período do ano onde há maior circulação de dinheiro na economia e com isso de acordo com cada atividade aproveitar as oportunidades para maximizar seu faturamento e guardar um recurso para ser utilizado mais adiante.

Mas se por um lado temos o acréscimo da renda através do décimo terceiro salário, das férias, do auxílio emergencial, o que é muito positivo frente ao cenário de dificuldades do ano que está terminando, precisamos ficar atentos porque 2021 já está pedindo passagem e vai trazer consigo aquelas despesas que vem todos os anos. Mesmo com a incerteza do mercado as despesas virão, não tem jeito, vamos ter que pagar o IPVA o carro, vamos ter que pagar o IPTU da casa, vamos ter que comprar materiais escolares para os filhos pois a educação deles é essencial, aliás essa não podemos chamar de despesa e sim de investimento, porque é através do estudo que as crianças e adolescentes poderão ter um futuro melhor.

O importante é equilibrar o desejo de gastar nas festas de final de ano, ou de comprar alguma coisa com a necessidade de ter recursos para fazer frente ao pagamento das despesas obrigatórias que vão vir junto com o início do ano. Sempre é possível rever a necessidade de muitos gastos, se perguntar se realmente eu preciso comprar aquilo que estou pensando agora ou se posso adiar para comprar quando o cenário melhorar e assim conseguir com maior facilidade pagar as despesas o que é essencial para começar o ano com as contas em dia.

O pagamento dessas tradicionais despesas de início de ano exige um esforço muito grande de todos nós, pois elas vêm logo após os gastos com as festas de final do ano e afinal quem de nós não gosta de comprar um presente para alguém importante na nossa vida, o que acaba pesando um pouco no orçamento.

Mas não se assuste, se nesse ano que estamos terminando você não conseguiu fazer uma reserva para enfrentar as famosas despesas de IPTU, IPVA e material escolar, em 2021 você terá uma nova chance fazer diferente, de começar logo cedo, assim que finalizar de pagar as contas citadas acima já começar a guardar ao menos 10% de sua renda mensal e no início de 2022 estar mais preparado financeiramente para suportar as despesas tradicionais sem ter que deixar de lado a realização de seus sonhos.

Desejo que o ano novo seja repleto de realizações positivas e com maior tranquilidade financeira.

Ainda não há comentários

Envie-nos o seu comentário

Publicidade

Últimas Notícias

Neste período, apenas a cidade de Novo Tiradentes não registrou mortes por conta da doença

O suspeito tem 29 anos e estava com mandado de prisão preventiva expedido

Temperaturas ficam agradáveis ao longo de todo o dia

Produtos estavam armazenados de forma irregular e fora da temperatura adequada, com prazos de validade vencidos ou sem prazos de validade, sem identificação e procedência, além de higiene precária