Giro do Vale / Agricultura / Bom Retiro do Sul / Destaque / Estrela

Produtores investem em moderno sistema de confinamento de gado leiteiro

Empreendimento está localizado na divisa entre Bom Retiro do Sul e Estrela.

Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale

Maurício (ao centro) comanda os trabalhos nas modernas instalações do confinamento de gado de leite. (Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale)

Nesta semana tiveram início as atividades em um dos mais modernos investimentos de confinamento de gado leiteiro do Vale do Taquari. A propriedade localizada às margens da ERS-128 na divisa entre Bom Retiro do Sul e Estrela tem instalações de ponta, que proporcionam melhores condições aos animais, e por consequência um aumento de produção. O valor investido nas instalações gira em torno de R$ 1,1 milhão.

José Adão Braun é um dos responsáveis pelo moderno confinamento. Ele tem a parceria com Maurício Eidelwei que fica responsável por comandar os trabalhos técnicos no local, juntamente com uma equipe de mais quatro colaboradores.

Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale

Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale

O prédio de 2 mil metros quadrados tem capacidade para receber 128 animais. A estrutura que recebe o gado de leite foi instalada no sistema conhecido como Free Stall, onde cada animal tem sua cama individual, e com colchão especial, para maior conforto do rebanho.

Todo o conforto gerado aos animais visa uma maior produção de leite. Até então a propriedade produzia cerca de 2 mil litros de leite por dia. Com a capacidade máxima desse novo empreendimento em funcionamento, a expectativa é de que se alcance os 3,5 mil litros diários. Cada animal produzia uma média de 22 litros por dia no sistema semi-intensivo, a perspectiva é de que chegue a 36, em média com o sistema intensivo aplicado a partir de então.

Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale

Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale

A propriedade conta com um moderno sistema de ordenha. Cada animal fica cerca de 12 minutos no espaço destinado a coleta do leite. A informatização do processo permite que ele seja acompanhado em qualquer parte do mundo pela internet. Os produtores podem acompanhar por exemplo, quanto cada animal está produzindo e em tempo real.

O novo empreendimento iniciou com 95 animais, pois algumas vacas estão prenhas. Em até 60 dias o confinamento deve receber sua lotação máxima de 128 animais e assim buscar atingir os números esperados.

 

Redação / Giro do Vale
contato@girodovale.com.br

Veja mais imagens

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Polícia Civil apreendeu arma e munição na manhã desta quinta-feira na casa da investigada

Polícia Federal faz buscas por Moreira Franco

Justiça expediu o pedido de prisão preventiva do suspeito, que ainda não teve nome e idade revelados

Veiculo de carga está carregado com produtos químicos