Giro do Vale / Agricultura / Bom Retiro do Sul / Destaque / Estrela

Produtores investem em moderno sistema de confinamento de gado leiteiro

Empreendimento está localizado na divisa entre Bom Retiro do Sul e Estrela.

Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale

Maurício (ao centro) comanda os trabalhos nas modernas instalações do confinamento de gado de leite. (Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale)

Nesta semana tiveram início as atividades em um dos mais modernos investimentos de confinamento de gado leiteiro do Vale do Taquari. A propriedade localizada às margens da ERS-128 na divisa entre Bom Retiro do Sul e Estrela tem instalações de ponta, que proporcionam melhores condições aos animais, e por consequência um aumento de produção. O valor investido nas instalações gira em torno de R$ 1,1 milhão.

José Adão Braun é um dos responsáveis pelo moderno confinamento. Ele tem a parceria com Maurício Eidelwei que fica responsável por comandar os trabalhos técnicos no local, juntamente com uma equipe de mais quatro colaboradores.

Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale

Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale

O prédio de 2 mil metros quadrados tem capacidade para receber 128 animais. A estrutura que recebe o gado de leite foi instalada no sistema conhecido como Free Stall, onde cada animal tem sua cama individual, e com colchão especial, para maior conforto do rebanho.

Todo o conforto gerado aos animais visa uma maior produção de leite. Até então a propriedade produzia cerca de 2 mil litros de leite por dia. Com a capacidade máxima desse novo empreendimento em funcionamento, a expectativa é de que se alcance os 3,5 mil litros diários. Cada animal produzia uma média de 22 litros por dia no sistema semi-intensivo, a perspectiva é de que chegue a 36, em média com o sistema intensivo aplicado a partir de então.

Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale

Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale

A propriedade conta com um moderno sistema de ordenha. Cada animal fica cerca de 12 minutos no espaço destinado a coleta do leite. A informatização do processo permite que ele seja acompanhado em qualquer parte do mundo pela internet. Os produtores podem acompanhar por exemplo, quanto cada animal está produzindo e em tempo real.

O novo empreendimento iniciou com 95 animais, pois algumas vacas estão prenhas. Em até 60 dias o confinamento deve receber sua lotação máxima de 128 animais e assim buscar atingir os números esperados.

 

Redação / Giro do Vale
contato@girodovale.com.br

Veja mais imagens

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

O Fiat Uno azul, placa IGJ 8492, de Arroio do Meio teve perda total

veículo estava abandonado na Rua Henrique Schmidt, bairro São Francisco

Teste do bafômetro acusou 0,67 miligramas de álcool por litro de ar expelido

Após registro na Delegacia de Polícia, o indivíduo foi recolhido ao presídio