Giro do Vale / Bom Retiro do Sul / Política

Busatto exonera CCs após postura de vereadores do PSB no Legislativo

PSB irá se manifestar assim que seus vereadores retornarem de Brasília onde cumprem agenda.

Para Busatto, os vereadores não estavam se mostrando como aliados. (Foto: Juliano Beppler / Arquivo)

Nesta semana ficou evidente a ruptura entre o prefeito Edmilson Busatto e o partido de seu vice-prefeito Eder Eduardo Müller Cíceri (PSB). A postura que Adilson Martins (PSB) e Alexander Negreiros Fritscher (PSB) tem adotado na Câmara de Vereadores nos últimos tempos, desagradaram o prefeito que decidiu exonerar algumas pessoas do partido, que ocupavam cargo de confiança em seu governo.

A decisão foi tomada pelo chefe do Executivo após a sessão do Legislativo da última segunda-feira, dia 4. Na reunião os vereadores rejeitaram o Projeto de Lei que tratava do reajuste da planta de valores do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Busatto afirma que essa tomada de decisão não acontece pelo voto contrário dos vereadores. “O voto a favor ou contra é compreensível, porém a postura que eles têm adotado em seus discursos para com o Executivo não condiz com o que se espera de uma base aliada”, destacou o prefeito.

O prefeito afirma que em várias oportunidades conversou com os vereadores, e também com outras lideranças do PSB, incluindo o vice-prefeito, porém a postura não foi mudada, e por isso decidiu pelas exonerações.

Por coincidência, os dois vereadores voltaram para o Legislativo, um após ser exonerado de seu cargo como secretário de Obras no caso de Fritscher, e da Saúde no caso de Martins que pediu para deixar a pasta. Ambos haviam assumido no início de 2017.

O chefe do Executivo preferiu não citar quem são os servidores que estão sendo exonerados. Consultamos no Portal da Transparência no site da prefeitura, mas até o fechamento desta matéria não havia nenhum dado publicado quanto a exonerações.

Nesse primeiro momento seriam cinco exonerações e Busatto não descarta novas mudanças em seu Governo nos próximos dias.

O Giro do Vale fez contato com o vice-prefeito Cíceri que preferiu aguardar o retorno dos vereadores do partido que estão em Brasília cumprindo agenda. Após se reunirem, e falarem sobre o assunto, irão se pronunciar.

 

Giro do Vale

Comentários

  1. anonimoo disse:

    o prefeito ta como o Temer ..quem nao apoia será punido.pois não foi o prefeito que elegeu eles .mas o povo

  2. Anônimo disse:

    É direito do prefeito contar com sua base , se não for assim tem que chutar o balde

Envie-nos o seu comentário

Publicidade

Últimas Notícias

Passo do Sobrado, também no Vale do Rio Pardo, foi outra cidade com registro de destelhamento de casas.

Outra pessoa morreu de overdose, antes do desabamento da estrutura.

Time colorado joga pelo empate fora de casa nesta primeira fase.

Uma terceira vítima foi encaminhada ao hospital e não corre risco de morte.