Giro do Vale / Destaque / Polícia / Taquari

Quadrilha faz reféns, e explode agência do Banco do Brasil em Taquari

Reféns serviram de cordão humano durante a ação dos criminosos.

Foto: Reprodução / Facebook

Moradores de Taquari viveram momentos de pânico no início da madrugada deste sábado, dia 3. Por volta de 1h30 uma quadrilha fortemente armada, fez reféns, e explodiu a agência do Banco do Brasil, localizada na Rua Osvaldo Aranha, em frente à Praça da Matriz.

O grupo armado, composto por pelo menos cinco indivíduos, chegou ao local e rendeu pessoas que estavam pela rua, fazendo elas de escudo humano durante a ação. Segundo relatos de uma testemunha, após explodirem dois caixas eletrônicos da agência, os criminosos teriam levado três pessoas como reféns, mas pouco depois todos foram liberados.

A quadrilha teria fugido em um veículo sedan de cor branca em direção ao Bairro Coqueiros que pode levar a Triunfo. Há a possibilidade deles também terem utilizado uma Blazer verde na fuga.

A Polícia Civil foi acionada, assim como o Instituto Geral de Perícias (IGP), para realizarem os levantamentos necessários no local e sequência nas investigações. Um cartucho 9mm e três estojos 762 foram localizadas nas imediações da agência. Além disso, também foram apreendidas duas cédulas de R$ 5 e uma de R$ 100. A Brigada Militar fez buscas mas não localizou os criminosos.

Confira imagens:

Foto: Reprodução / Facebook

Foto: Reprodução / Facebook

Foto: Reprodução / Facebook

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

Giro do Vale

Veja mais imagens

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Comentários

  1. Anônimo disse:

    Era um astra branco e passaram pela julio de castilho atirando para o alto com quarto pessoas encapuzados dentro

  2. Leandro disse:

    Acredito que se os Bancos implantassem vigilância 24 horas essas ações cairiam para zero.

  3. ZE DA CLERIA disse:

    Astra branco e a Blaiser verde… tudo loko da bala, meta tiro… viva bolsibario e Lula.

Publicidade

Últimas Notícias

Indivíduo, que ainda não teve a identidade confirmada, teria sido alvejado por quatro disparos de arma de fogo.

Veículo cortou a frente de ônibus que transportava cerca de 20 pessoas. Pelo menos 11 pessoas ficaram feridas, sendo que quatro permanecem no HBB, em estado regular.

Mulher havia registrado ocorrência de Maria da Penha contra o indivíduo.

Ele foi agredido com socos e teve sua carteira, com documentos e cerca de R$ 1 mil, levada.