Giro do Vale / Geral

Bolsonaro amplia beneficiários do auxílio emergencial

Presidente sancionou projeto do Congresso Nacional com vetos. Nova regra autoriza pagamento de R$ 600 a mães adolescentes

Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, o projeto que amplia os beneficiários do auxílio emergencial. De acordo com o novo texto, mães adolescentes vão poder receber o valor do governo federal. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira, dia 15, assinada pelo presidente e pelos ministros Paulo Guedes (Economia), Onyx Lorenzoni (Cidadania) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos). 

O presidente vetou o pagamento a informais que não estejam inscritos no CadÚnico (Cadastro Único) e também a possibilidade de homens solteiros chefes de família receberem o auxílio. A lei atual permite que mulheres nesta situação recebam duas cotas (R$ 1.200) por três meses. 

Na quinta-feira, dia 14, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou que o pagamento da segunda parcela do benefício começa a ser feito a partir desta segunda-feira, dia 18. Segundo o Congresso Nacional, a Constituição determina que o Congresso Nacional avalie os vetos do presidente em sessão conjunta. Para rejeitar os vetos, é necessária maioria absoluta dos deputados e senadores. 

Correio do Povo

Comentários

  1. Antonio Madri disse:

    Otimo

Publicidade

Últimas Notícias

Prisão ocorreu instantes depois de terem feito uma idosa de 80 anos de vítima

Ambos possuem extensa ficha criminal por furtos em veículos

Colorado entra em campo às 19h15min, no estádio Hernando Siles