Giro do Vale

Giro do Vale

terça-feira, 25 de junho de 2024

Barcos se despede do Grêmio: “aprendi a amar este clube”

Foto: Fernando Gomes / Divulgação

Foto: Fernando Gomes / Divulgação

O Grêmio oficializou a venda do atacante Hernán Barcos para o Changchun Yatai, da China, em coletiva à imprensa nesta terça-feira, dia 3. Emocionado, o jogador disse que este é um dos momentos mais difíceis de sua vida e que “aprendeu a amar o Grêmio” nos dois anos de atuação em Porto Alegre.

Vendido por cerca de US$ 3 milhões, dos quais o Tricolor tem direito a 85%, o artilheiro do último Gauchão voltará a atuar na Superliga chinesa.

Barcos afirmou que sua saída está ligada a situação financeira do Grêmio. “Sei que o presidente queria que eu ficasse. Mas, eu entendi sua mensagem e a situação atual do clube”, afirmou.

O argentino ainda agradeceu o apoio da torcida: “Fui xingado e vaiado muitas vezes, mas só aplaudi, pois me coloquei na pele dos torcedores”, destacou. Visivelmente emocionado, o atacante garantiu que gostaria de permanecer. “Assinaria um contrato até me aposentar no Grêmio. Mas a realidade é outra (…) Aprendi a amar este clube e me sinto parte dele. Está no meu coração e vou levar onde estiver”, complementou sobre os dois anos no Tricolor.

Rui Costa declarou que as portas estão abertas para um futuro retorno do atacante pelo seu desempenho em campo: “Um atleta que foi digno dentro do campo e fora do campo. Sempre esteve defendendo o clube”, destacou o diretor executivo do Grêmio.

Trajetória no Grêmio

O jogador estreou em 14 de fevereiro de 2013, quando marcou o primeiro de seus 45 gols com a camisa gremista na partida diante do Huachipato, do Chile, pela Copa Libertadores da América. O último jogo foi no último sábado, quando se despediu do clube balançando as redes do União Frederiquense em duas oportunidades, além de dar uma assistência para o gol marcado por Éverton, o argentino dividiu opiniões.

Na largada, com gols e boas atuações tornou-se ídolo do torcedor e chegou a ser comparado ao ex-atacante Evair, do Palmeiras, pelo então técnico Vanderlei Luxemburgo. Rapidamente virou uma das lideranças do vestiário e passou a ostentar a braçadeira de capitão do time.

A eliminação nas oitavas de final da Libertadores de 2013 e a demissão de Luxemburgo, coincidiram com o início de uma crise técnica e falta de gols do Pirata. Renato Gaúcho chegou para comandar o time e prometeu que Barcos voltaria a marcar e, na estreia do novo técnico, ele marcou no empate em 1 a 1 com o Atlético Paranaense, em Curitiba.

Mas os gols voltaram a ser raros e ele terminou o ano com um total de 14 gols em 57 jogos, bem distante da marca de 28, prometida quando de sua chegada a Porto Alegre. Mesmo contestado e até reclamando de atrasos salariais, encerrou o ano em alta com a direção do clube e com o vice-campeonato brasileiro.

O ano de 2014 iniciou de forma promissora para Barcos e o Grêmio. Com 13 gols foi artilheiro do Campeonato Gaúcho, mas a derrota por 4 a 1 para o Inter, na decisão do título, acabou ofuscando a marca do centroavante.

Uma nova eliminação nas oitavas de final da Libertadores, desta vez para o San Lorenzo, na Arena, nos pênaltis, e com o capitão errando uma das cobranças, trouxeram à tonas novas críticas e cobranças.

Alheio a tudo isso, Barcos manteve uma aparente tranquilidade e fez um bom Campeonato Brasileiro, sendo um dos principais artilheiros, com 14 gols. Mas o Grêmio ficou de fora da Libertadores e mais uma vez frustrou seus torcedores, que em parte atribuíam o desempenho abaixo da expectativa ao principal nome da equipe. No final da temporada, o argentino ainda levou a Chuteira de Ouro, oferecida pela Revista Placar, ao artilheiro da temporada brasileira.

No começo de 2015, Barcos teve proposta para jogar no México, mas não houve acerto. Nos primeiros treinos do ano, uma dupla com Marcelo Moreno deu esperanças ao torcedor de que novos tempos viriam. Mas no último final de semana, a proposta do Changchun Yatai levou o Pirata para o Oriente.

Confira os números de Barcos no Grêmio:

2013 – 57 jogos 14 gols
2014 – 56 jogos – 29 gols
2015 – 3 jogos – 2 gols
Total – 116 jogos – 45 gols

 

ZH Esportes
Compartilhe:

Ainda não há comentários

Os comentários estão fechados no momento.

Leia também