Giro do Vale

Giro do Vale

terça-feira, 18 de junho de 2024

Na raça, Inter vence o Emelec pela Libertadores

Foto: Fernando Gomes  / Agencia RBS

Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Fim do jejum. Após nove jogos oficiais sem marcar, Nilmar voltou a balançar as redes adversárias e ajudou o Inter a vencer o Emelec por 3 a 2 na noite desta quarta-feira (4), pela terceira rodada da Copa Libertadores da América. Além do camisa sete, Alex e Réver fizeram os gols do triunfo colorado. Burbano e Mena descontaram para os visitantes.

Com os três pontos conquistados em casa, a equipe do técnico Diego Aguirre chega aos mesmos seis dos equatorianos e só não é líder do grupo 4 pelos critérios de desempate. Nesta quinta-feira (5), a Universidad de Chile recebe o The Strongest no complemento da rodada.

Com seis gols sofridos em três partidas disputadas (três contra o The Strongest, um diante do Universidad de Chile e dois na partida de hoje), o Inter tem uma das piores defesa da fase de grupos da competição continental, ao lado de Deportivo Táchira (Venezuela), Danúbio (Uruguai) e Guaraní (Paraguai).

PRIMEIRO TEMPO
Aos dois minutos, Eduardo Sasha recebeu dentro da área e, de canhota, mandou para a linha de fundo. Vitinho, aos seis, carimbou o poste do goleiro Dreer, após cobrança de falta. Aos 10, Nilmar pôs fim ao jejum e abriu o placar no Beira-Rio. D’Alessandro descolou ótimo passe para o atacante às costas da zaga, o camisa sete tocou na saída do arqueiro e correu para o abraço. Sasha, aos 18, tentou arremate de primeira e não levou perigo. Aos 22 minutos, Burbano recolocou a igualdade no marcador. A zaga colorada deu bobeira e o lateral equatoriano surgiu como elemento surpresa, passou por Alisson e completou para o fundo das redes. Aos 29, Burbano tentou novamente, de longa distância e sem êxito. Nilton, aos 36, desviou de cabeça para fora, depois de levantamento de D’Alessandro. Aos 42, o capitão colorado sentiu lesão e foi substituído por Alex. Já nos acréscimos, Mena fez combinação de jogada com Bolaños, saiu na cara do gol e não teve dificuldades para virar o placar.

SEGUNDO TEMPO

Logo no início da metade final do jogo, o Emelec levou susto à defesa do Inter. Após cruzamento de Bagüi, Mena, livre, desperdiçou a oportunidade de ampliar a vantagem para os equatorianos, aos dois minutos. No minuto seguinte, o Colorado respondeu com Sasha. O atacante bateu e Dreer mandou para escanteio. Aos 14, Nilmar pifou Alex que, com um toque sutil venceu o goleiro adversário e igualou o placar. Nove minutos depois, o camisa sete do Inter percebeu o goleiro adiantado e tentou por cobertura. Dreer se recuperou e tocou para escanteio. Depois foi a vez de Alisson salvar a pátria alvirrubra. Burbano arrematou de dentro da área e o arqueiro evitou o gol. Aos 36, Réver, curtindo uma de atacante, pegou sobra da zaga e de sem-pulo decretou a vitória colorada.

FICHA TÉCNICA:
Internacional 3×2 Emelec
Local: Estádio Beira-Rio
Árbitro: Néstor Pitana

Inter: Alisson; Léo, Alan Costa, Réver e Fabrício; Nilton, Nico Freitas (Jorge Henrique), D’Alessandro (Alex), Vitinho (Martín Luque) e Eduardo Sasha; Nilmar. Técnico: Diego Aguirre

Emelec: Dreer; Burbano (Mauro Fernández), José Quiñonez, Achilier e Bagui; Narvaez, Lastra (Escalada), Pedro Quiñonez e Mena; Bolaños e Gimenez. Técnico: Gustavo Quinteros

Cartões amarelos: Narváez (EME), Pedro Quiñonez (EME), Bolaños (EME), José Quiñonez (EME); Nico Freitas (INT), Réver (INT), Jorge Henrique (INT)

Gols: Nilmar, aos 10 minutos do segundo tempo, Burbano, aos 22 minutos do primeiro tempo, Mena, aos 46 minutos do primeiro tempo; Alex, aos 14 minutos do segundo tempo, Réver, aos 36 minutos do segundo tempo.

Público: 34.109 presentes

 

Rádio Gaúcha
Compartilhe:

Ainda não há comentários

Os comentários estão fechados no momento.

Leia também