Giro do Vale

Giro do Vale

sábado, 22 de junho de 2024

Governo do RS deve atrasar dívida com a União para pagar funcionalismo

Foto: Luiz Chaves / Palácio Piratini / Divulgação

Foto: Luiz Chaves / Palácio Piratini / Divulgação

Uma reunião na noite desta quinta-feira, dia 23,  entre o governador José Ivo Sartori e demais secretários decidiu que o Piratini vai pagar em dia a folha dos servidores estaduais de abril. Em contrapartida, o governo gaúcho vai atrasar uma parcela da dívida com a União.

Essa é a tendência do anúncio que será feito em coletiva de imprensa nesta sexta-feira, dia 24, pela manhã.

Quanto à folha de pagamento de maio e dos meses seguintes, não há qualquer definição, e a possibilidade é grande de o governo terá de atrasar o salário dos servidores públicos. O problema de atrasar o pagamento da dívida com o governo federal é que o Planalto pode congelar o repassse de recursos e complicar ainda mais a situação financeira do Rio Grande do Sul.

Na noite de quinta-feira, dia 16, Sartori se reuniu com secretários e convidados em uma janta no Palácio Piratini, após a negativa do ministro da Fazenda, Joaquim Levi, dos recursos que ele havia ido buscar em Brasília. Segundo Sartori, a resposta de Levy foi de que é preciso passar pelo ajuste fiscal e, no momento, a União não tem condições de abrir espaço com o fundo de exportações ou a Lei Kandir para ajudar o Estado.

O governador esperava conseguir R$ 200 milhões com a regularização de repasses que estão em atraso.

 

ZH

Compartilhe:

Ainda não há comentários

Os comentários estão fechados no momento.

Leia também