Giro do Vale

Giro do Vale

domingo, 23 de junho de 2024

Atentado terrorista mata uma pessoa e fere duas na França

Foto: Philippe Desmazes / AFP

Foto: Philippe Desmazes / AFP

Uma pessoa morreu e pelo menos duas ficaram feridas em um atentado terrorista, provavelmente islamista, nesta sexta-feira, dia 26, em uma usina de gás na cidade francesa de Saint-Quentin Fallavier, a cerca de 500 quilômetros de Paris. O autor do ataque entrou na usina e detonou vários cilindros de gás.

Um corpo decapitado foi encontrado no local do atentado e, ao lado, foi deixada uma bandeira islâmica. Um suspeito de cometer o ataque foi detido — ele teria dito pertencer ao Estado Islâmico. O atentado aconteceu às 10h no horário local (5h da manhã no horário de Brasília).

O presidente francês, François Hollande, afirmou, em pronunciamento em Bruxelas, que o atentado é de “natureza terrorista”.

— A intenção não deixa dúvidas: era provocar uma explosão. O acidente tem as características de um atentado terrorista — disse.

Na capital belga, onde participava de uma cúpula europeia, Hollande ainda apontou que pode existir um segundo autor. Ele voltará ainda nesta sexta-feira a Paris, onde realizará uma reunião de emergência. O presidente explicou que o ataque foi lançado por meio de “um veículo conduzido por uma pessoa, talvez acompanhada de outra, e que a grande velocidade, e com cilindros de gás, se lançou sobre este centro, considerado sensível”.

O atentado ocorre quase seis meses após os ataques islâmicos em Paris contra a sede da revista satírica Charlie Hebdo e um mercado judaico, reivindicados pelo Estado Islâmico.

Os serviços de inteligência franceses já estavam em alerta máximo em função de informações de um possível atentado terrorista no país, informou o correspondente do jornal O Estado de S. Paulo em Paris, Andrei Netto, pela sua conta no Twitter. Segundo o jornalista, uma investigação foi aberta pela Direção Geral de Segurança Interna (DGSI) por assassinato, crime organizado e associação ao terrorismo, que será comandada pelo Ministério Público de Paris.

 

Correio do Povo

Compartilhe:

Ainda não há comentários

Os comentários estão fechados no momento.

Leia também