Giro do Vale

Giro do Vale

sexta-feira, 21 de junho de 2024

Eduardo Cunha defende fim da aliança entre PT e PMDB

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O presidente da Câmara do Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), respondeu pelo twitter às vaias dirigidas a ele durante o 5º Congresso Nacional do PT, ocorrido em Salvador. Em postagens feitas neste domingo, dia 14, o parlamentar defendeu o fim de futuros compromissos com o PT. “O PMDB está cansado de ser agredido pelo PT constantemente e é por isso que declarei ao Estadão que essa aliança não se repetirá”, afirmou, fazendo referência a uma entrevista publicada no fim de semana pelo jornal Estadão.

Na sequência, Cunha disse que “talvez tivesse sido melhor que eles aprovassem no congresso o fim da aliança e não sei se num congresso do PMDB terão a mesma sorte”, e ainda completou: “no momento temos compromisso com o país e a estabilidade, mas isso não quer dizer que vamos nos submeter a humilhação do PT”.

Logo após o evento em que foi criticado, no sábado, dia 13, o deputado também ironizou as vaias: “quero agradecer as manifestações de hostilidade no congresso do PT. Isso é sinal que estou no caminho certo”. Durante o encontro do PT, militantes e dirigentes gritavam “Fora Cunha! Fora Cunha!” antes da votação de um trecho da resolução final do congresso – documento que consolida as posições do partido sobre a atual situação da política e da economia.

Durante as discussões, várias lideranças propuseram fim da aliança com o PMDB, mas a revisão das coligações do partido para as eleições de 2016 ficou de fora da resolução.

 

Rádio Gaúcha

Compartilhe:

Ainda não há comentários

Os comentários estão fechados no momento.

Leia também