Giro do Vale

Giro do Vale

sábado, 22 de junho de 2024

Inter empata com o Figueirense e segue sem vencer fora no Brasileirão

Foto: Alexandre Lops/Inter/Divulgação

Foto: Alexandre Lops/Inter/Divulgação

O Inter perdeu uma grande chance de quebrar o tabu, mas deixou mais um jogo fora de casa passar sem vitórias, nesta quinta-feira. O Colorado teve mais controle de jogo, mas viu um Figueirense muito perigoso obrigar boas defesas de Alisson e pressionou com pouca qualidade no segundo tempo. O resultado foi mesmo um 0 a 0 com cara de dois pontos perdidos no Orlando Scarpelli.

A batalha do Inter no primeiro tempo foi contra o vento, pois ao Figueirense faltou qualidade para ameaçar de verdade o gol colorado. A força da ventania dentro do Orlando Scarpelli, entretanto, atrapalhou bastante na hora de sair do campo defensivo.

Nestes casos, Alisson estava atento para barrar as tentativas pouco calibradas do Figueira. Uma das melhores foi logo aos três minutos. Ricardinho recebeu na entrada da área e chutou forte no canto esquerdo, mas Alisson conseguiu chegar e tirar de soco.

Em meio às curvas esquisitas e bolas longas que não passavam do círculo central, gradualmente o Inter botou a bola no chão e conseguiu levar algum perigo. Aí faltou pontaria para Alex. Em boa jogada de Lisandro López, o meia recebeu de frente para o gol e tentou o chute forte, mas mandou para tiro de meta.

O Figueira ameaçou com um chute cruzado de Elias e mais uma tentativa de Ricardinho em cobrança de falta. A bola veio rasante, perigosa, mas Alisson catou firme. A melhor chance de todas foi desperdiçada por William, entretanto. Anderson rolou para o lateral dentro da área. A dois passos da meta, ele enfiou o pé na bola, mas pegou muito torto e isolou pelo lado direito.

A vantagem do vento passou a ser do Inter no segundo tempo, mas caiu muito a qualidade do jogo. O Colorado pouco aproveitou para pressionar com qualidade e construir chances de gol.

Por sinal, foi ameaçado e quase deixou o Figueira abrir o placar logo aos dois minutos. Ernando recuou bola errado e entregou para Elias. O atacante fez belo passe para Cleiton que chutou da meia-lua. A bola desviou em Alan Costa, evitando o gol.

Aos 11 minutos, Alisson teve que fazer milagre entre as balizas. Tiago Heleno escorou de cabeça e Elias recebeu de frente para o gol. Com toda a meta à disposição, tentou o chute rasteiro, mas o goleirão pegou no reflexo com a mão esquerda.

Aguirre colocou Vitinho e Taiberson nos lugares de Lisandro López e Alex, mas isso pouco mudou ofensivamente. A melhor chance foi aparecer apenas aos 33 minutos. Anderson enfiou bola, a zaga desviou e William recebeu na área. Sem marcação, disparou o chute, mas o goleiro do Figueira fez boa defesa. Jorge Henrique reclamou desesperado, pois corria livre na marca do pênalti para marcar.

 

Correio do Povo

Compartilhe:

Ainda não há comentários

Os comentários estão fechados no momento.

Leia também