Giro do Vale

Giro do Vale

terça-feira, 18 de junho de 2024

Movimento Vem Pra Rua realizou protesto em Lajeado

Foto: Bárbara Bottoni / Grupo Independente / Divulgação

Foto: Bárbara Bottoni / Grupo Independente / Divulgação

Os participantes do protesto organizado pelo Movimento Vem Pra Rua Lajeado neste domingo, dia 16, lavaram e varreram degraus da prefeitura do município. O ato, segundo os organizadores, simbolizou a lavagem da corrupção nos governos. A manifestação teve 13 reivindicações municipais e regionais, além de pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Cerca de 1 mil pessoas participaram da manifestação que teve concentração desde o final da manhã no Parque Professor Theobaldo Dick. Os participantes saíram do local às 15h50 de maneira pacífica. Grande parte deles usavam roupas nas cores da bandeira do Brasil, e levavam apitos e cartazes.

Seguindo pela rua Santos Filho, o público percorreu a avenida Benjamin Constant, com parada em frente à sede da Câmara de Vereadores. Neste ponto foram lidos, em meio a vaias, os nomes dos vereadores que não apoiaram a criação da CPI do Lixo em Lajeado.

A manifestação seguiu até a rua Marechal Deodoro, através da qual houve o contorno na Praça da Matriz. A sequência se deu até a sede do governo municipal. Após a lavagem de degraus, foi finalizado o protesto por volta de 17h.

O protesto ocorre paralelamente aos movimentos que acontecem em pelo menos 13 estados do país.

Confira a pauta de reivindicações:

1. Por uma Câmara de Vereadores atuante e cumpridora dos seus deveres e obrigações.

2. Pela CPI do Lixo para investigar todas as suspeitas de irregularidades, independente de período ou gestão.

3. Por uma atuação rigorosa e profunda do MP nas investigações de suspeitas envolvendo o Poder Público. Não há corruptores sem que haja corruptos.

4. Pelo cumprimento da Lei de Acesso à Informação. Transparência total dos gastos públicos.

5. Pelo rompimento imediato de todos os contratos emergenciais ou com empresas envolvidas nas acusações de superfaturamento.

6. Pela revisão de todos os contratos públicos, avaliando se os valores contratados enquadram-se nos preços praticados no mercado.

7. Por uma Reforma Administrativa Municipal visando enxugar custos desnecessários, bem como aumentar eficiência do Executivo. Menos secretarias. Menos cargos de confiança.

8. Pela revisão de salários e gratificações de acordo com atual cenário econômico. Menos benefícios para a classe política.

9. Pela revisão das tarifas e procedimentos praticados no estacionamento rotativo. Definição de regras claras dos reajustes anuais das tarifas.

10. Pela criação de índices e indicadores públicos mensais para cada uma das Secretarias Municipais. Mais controle. Menos desperdício. Melhores resultados.

11. Pelo respeito ao direito do cidadão de questionar e cobrar, sem a este ser obrigado o elogio. Mais deveres àqueles que são os servidores do povo. Chega de inversão de papéis. Que os responsáveis saibam que dar respostas é o seu dever e não um favor.

12. Por um posicionamento firme e oficial das Prefeituras Municipais do Vale sobre os atrasos na duplicação da BR 386.

13. Por esclarecimentos públicos do Prefeito Luís Fernando Schmidt sobre questões inerentes a sua gestão.

 

Grupo Independente

Compartilhe:

Ainda não há comentários

Os comentários estão fechados no momento.

Leia também