Giro do Vale

Giro do Vale

sábado, 20 de julho de 2024

Quinta-feira será de calor no Rio Grande do Sul

Foto: Divulgação

O Rio Grande do Sul terá mais dois dias de sol e calor antes do retorno da chuva e do começo de um longo período de instabilidade que trará muitos dias chuvosos para o estado e com elevados volumes de precipitação em diferentes áreas do estado.

Uma massa de ar quente cobre uma extensa área da América do Sul, inclusive o território gaúcho, trazendo temperatura acima a muito acima do normal para esta época do ano.

O Rio Grande do Sul segue sob a massa de ar quente nesta quinta. O calor segue e as máximas serão parecidas com as de hoje. O sol predomina com amplos períodos de céu claro ou de poucas nuvens, mas, novamente, o amanhecer pode ter bancos de nevoeiro.

Na sexta-feira, o sol aparece com momentos de céu claro e de parcial nebulosidade em todo o estado e o dia será muito quente com máximas acima de 30ºC em muitas cidades.

No sábado, uma frente fria acompanhada de área de baixa pressão avança pelo estado. Embora o sol chegue a aparecer com nuvens em diferentes pontos, a nebulosidade aumenta e a chuva que atinge desde cedo o Sul gaúcho avança e alcança no decorrer do dia a maioria das localidades. Na maior parte do estado, porém, os volumes na maioria das cidades não devem ser altos.

No domingo, o tempo segue instável no Rio Grande do Sul. Chove ainda na maior parte do estado e as precipitações serão mais fortes, inclusive com volumes altos, perto e acima de 50 mm, em pontos do Centro para o Norte do estado, mas com acumulados localmente superiores. Será o dia com chuva mais volumosa no fim de semana.

A MetSul enfatiza que a chuva do fim de semana, embora cercada de receio, não será uma repetição do visto no final de abril e em maio. Chuva localmente forte até pode trazer transtornos em alguns municípios, como alagamentos pontuais, mas não haverá transbordamento de rios nem novas enchentes por conta dos acumulados do sábado e do domingo.

MetSul
Compartilhe:

Ainda não há comentários

Os comentários estão fechados no momento.

Leia também