Giro do Vale / Estado / Geral

Depósitos judiciais podem auxiliar o Estado por apenas mais um mês

Menos de R$ 350 milhões podem ser sacados pelo governo para pagar o funcionalismo.

11101121_838144116257875_1625399761_n

Foto: Divulgação

Se o Estado revolver fazer uso dos Depósitos Judiciais para conseguir o equilíbrio das contas, no próximo mês, pode chegar ao limite do que pode ser sacado de acordo com a legislação. Na prática, o mês de abril pode significar o fim de mais uma fonte de recursos, já que só há no caixa R$ 350 milhões passíveis de saque. A administração de Sartori retirou, em março, R$ 300 milhões.

O governo Sartori pode sacar até 85% do total que está depositado, o que é atingido se houver a retirada de R$ 350 milhões. Sucessivos governos que passaram pelo Piratini já fizeram uso de pouco mais de R$ 8 bilhões. Os restantes 15% são suficientes para que os credores não fiquem sem pagamento. O presidente do Conselho de Comunicação do Tribunal de Justiça, desembargador Túlio Martins, lembrou que os valores não são fixos porque os depósitos e saques ocorrem diariamente.

A Secretaria da Fazenda ainda não revela se pretende fazer uso dos depósitos judiciais para incrementar o caixa único no mês de abril. O saque feito em março serviu para auxiliar a juntar o montante necessário para pagar em dia os salários do funcionalismo. O déficit estimado para este ano divulgado pelo governo do Estado é de R$ 5,4 bilhões.

 

Correio do Povo.

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

No primeiro enfrentamento entre as equipes bom-retirenses, o Largados levou a mehor

Equipe bom-retirense vai até Mato Leitão onde disputa última partida da fase classificatória

Acampamento Farroupilha e atrações culturais marcam atividades que vão até dia 22 de setembro

Quina foi marcada por 154 jogos que poderão sacar mais de R$ 47 mil