Giro do Vale / Destaque / País / Política

Eduardo Cunha será julgado pelo juiz Sérgio Moro por contas na Suíça

O deputado Eduardo Cunha ainda não comentou a decisão do STF.

Foto: Wilson Dias / Agência Brasil / Divulgação

Foto: Wilson Dias / Agência Brasil / Divulgação

O Supremo Tribunal Federal autorizou a abertura de ação penal contra o deputado federal cassado Eduardo Cunha sobre as contas na Suíça. A publicação no Diário de Justiça permite que a ação penal seja remetida definitivamente ao juiz federal Sérgio Moro, a quem caberá analisar o caso.

A mulher de Cunha, Claudia Cruz, já é alvo de ação penal em relação ao tema. Agora, o casal passa a responder pelo caso em Curitiba. Será a primeira ação contra Cunha que chegará às mãos de Moro, o juiz responsável pela operação Lava Jato, que apura a corrupção na Petrobras.

O deputado Eduardo Cunha ainda não comentou a decisão do STF, mas negou publicamente as acusações.

 

Rádio Gaúcha

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Aposentados por invalidez ou beneficiados por auxílio-doença não foram localizados anteriormente.

Dia começa com marcas abaixo de 5ºC na maior parte dos municípios.

Quina foi marcada por 93 apostas que poderão receber mais de R$ 45,6 mil.

Rua Roberto J. Herber, no Bairro São Francisco, está isolada a espera de uma equipe da RGE Sul.