Giro do Vale / Lajeado / Polícia

É preso em Lajeado o suspeito de esfaquear ex-companheira

Segundo o delegado responsável pelo caso, o suspeito foi ouvido e teria confessado a autoria do crime.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foi preso na tarde desta segunda-feira, dia 16, no bairro Santo André, em Lajeado, o principal suspeito de uma tentativa de feminicídio ocorrido na última sexta-feira, dia 13, no bairro São Cristóvão. Astor Geraldo Drecksler (52), acompanhado por um advogado, se entregou à Polícia Civil, em sua residência, localizada na rua Gonçalves Dias.

O homem é apontado por atentar contra a vida da ex-companheira Rosane Fátima Pereira (50). No dia do crime, ela conversava com Drecksler no interior de um automóvel, quando no entroncamento das ruas Bahia com Piauí, o condutor sacou uma faca e desferiu oito golpes na mulher. Rosane foi levada ao Hospital Bruno Born, onde permanece internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O suspeito estava desaparecido desde o dia o crime.

A Polícia Civil já havia solicitado o pedido de prisão preventiva do homem, o qual foi expedido, sendo cumprido. Conforme o delegado José Romaci Reis, que atualmente responde pela Delegacia de Polícia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), o suspeito foi ouvido a respeito dos fatos, tendo confessado a autoria do crime.

Na ocasião, também foram realizadas buscas na residência, no objetivo de encontrar a faca utilizada na ação. Contudo, segundo Dreckseler, a mesma caiu do veículo quando ele fugiu do local do crime, não sendo mais localizada. Após ser apresentado na Delegacia de Polícia, o homem foi recolhido ao sistema prisional de Lajeado.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Brigada Militar / Divulgação

Bandidos tentaram abrir cofre com uso de maçarico.

Foto: Divulgação

Vítima foi rendida por um jovem que fez menção de estar armado

tempo bom

Região terá máxima de 28°C nesta segunda-feira

Foto: Reprodução / RBS TV

Voto popular vai definir o vencedor entre as três entidades tradicionalistas que estão na disputa.