Giro do Vale / Esporte / Inter

Garoto Charles marca e Inter vence o Fluminense pela Primeira Liga

Antônio Carlos Zago mudou esquema colorado em vitória de 1 a 0 sobre os cariocas.

Foto: Lucas Uebel / Inter / Divulgação

Foto: Lucas Uebel / Inter / Divulgação

O Inter venceu o Fluminense por 1 a 0 na noite desta quarta-feira no Beira-Rio e manteve os 100% de aproveitamento na Primeira Liga. O gol colorado foi marcado pelo garoto Charles, ainda no primeiro tempo. Com o resultado, o time de Antônio Carlos Zaga assume a liderança isolada do Grupo A e está praticamente garantido na próxima fase.

O jogo marcou uma mudança de esquema feita por Zago. O treinador montou a equipe com três volantes e deu maior liberdade para a D’Alessandro. A formação funcionou, principalmente defensivamente, com a equipe oferecendo poucas oportunidades para o Fluminense ao longo dos 90 minutos. O time carioca causou problemas apenas em uma bola parada já no final, quando chegou a fazer o gol, mas o lance foi anulado por impedimento.

O Colorado volta a campo no domingo, às 21h, quando recebe o Caxias no Beira-Rio, pelo Gauchão. Pela Primeira Liga, o próximo compromisso colorado é no dia 21 de fevereiro diante do Criciúma, em Santa Catarina.

Liberdade a D’Alessandro

O técnico Antônio Carlos Zago mudou o esquema do Inter para enfrentar o Fluminense. Abrindo mão do 4-4-2 em linhas dos primeiros jogos da temporada, ele escalou um trio de volantes à frente da área – Dourado, Charles e Anselmo – e deu liberdade para D’Alessandro e Valdívia circularem por trás do atacante Roberson. Com a formação, o Inter iniciou tendo dificuldade para manter a posse de bola e apostando nas saídas rápidas.

Foi em um contra-ataque que o Colorado deu a primeira finalização do jogo. Aos 3 minutos, a bola esticada encontrou Roberson, que travou para a chegada de D’Alessandro. O argentino bateu colocado, mas sem força, o que facilitou a defesa de Júlio César.

Mesmo no Beira-Rio, era o Fluminense quem tinha a iniciativa de propor o jogo. Aos 15 minutos, o time carioca tinha 61% da posse. A dificuldade carioca era em criar oportunidades. Assim, o lance que preocupou a torcida do Inter no primeiro tempo veio em uma falha de Danilo Fernandes. Aos 16, o goleiro colorado tentou o drible em cima de Marcos Jr., foi desarmado e contou com a sorte ao ver o atacante do Flu bater para fora.

Aos poucos, porém, o Inter foi encaixando a marcação e vencendo o duelo com o Fluminense no meio-campo, o que proporcionou a saída dos volantes. Em uma delas veio o gol. Aos 24, Charles recebeu de Dourado e deu um belo passe às costas da defesa para Roberson. O atacante colorado acabou dividindo com o goleiro Júlio César e a bola sobrou para Charles, que acompanhou a jogada e, dentro da área, dominou antes de tocar para o fundo das redes, 1 a 0.

O Inter voltou a recuar as linhas e a esperar o Fluminense depois do gol. Com a defesa colorada bem postada, o Tricolor Carioca só finalizou em lances de fora da área. Assim, Léo e Lucas Fernandes arriscaram, mas ambas finalizações não levaram perigo.

Bolas na trave e lance polêmico

Em vantagem, o técnico Antônio Carlos Zago optou por manter o mesmo time para o segundo tempo. No Fluminense, Abel Braga sacou Lucas Fernandes e botou Patrick na tentativa de ganhar força no setor ofensivo.

O Inter retornou para o segundo tempo conseguindo valorizar a posse de bola no campo de ataque. Com boas trocas de passe sempre com a bola passando por D’Alessandro, o Colorado saiu em busca do segundo gol, que quase veio aos 2 minutos. D’Ale cruzou para a área e Roberson conseguiu desviar antes do goleiro, mas acabou acertando a trave. Aos 10, a chance veio em bola parada. Paulão subiu mais alto que a defesa após escanteio e cabeceou para defesa de Júlio César.

Com o cronômetro chegando aos 20 minutos, os dois técnicos mexeram nos times. Zago mandou a campo Andrigo na vaga de Valdívia e promoveu a estreia de Carlinhos, que entrou no lugar de Anselmo. Com a entrada do lateral-esquerdo, Uendel foi para o meio campo formar a linha de volantes com Dourado e Charles. Já Abel apostou em colocar jogadores ofensivos. Entraram Maranhão e Danielzinho nos lugares de Marcos Jr. e Renato.

E Carlinhos quase estreou marcando gol. Aos 34, ele bateu falta na entrada da área e acertou o travessão de Júlio César. O travessão do Inter também balançou. E em um lance estranho. Aos 39, Charles se atrapalhou após cobrança de escanteio, cabeceou contra o gol de Danilo Fernandes e quase marcou a favor do time carioca.

O jogo se encaminhava para um final tranquilo para o Inter quando ocorreu um lance polêmico. Em falta batida por Marquinho, Danilo Fernandes defendeu e Patrick mandou para o fundo do gol. O árbitro, porém, anulou marcando impedimento no lance, encaminhando a classificação colorada no torneio.

Primeira Liga – Grupo A

Inter 1

Danilo Fernandes; Alemão, Paulão, Klaus e Uendel; Anselmo (Carlinhos), Rodrigo Dourado e Charles; D’Alessandro e Valdívia (Andrigo); Roberson. Técnico: Antônio Carlos Zago.

Fluminense 0

Júlio César; Renato (Danielzinho), Henrique, Nogueira e Léo; Luiz Fernando, Orejuela, Marquinho, Osvaldo e Marcos Jr. (Maranhão); Lucas Fernandes (Patrick). Técnico: Abel Braga.

Gols: Charles (24min/1ºT)

Cartões amarelos: Anselmo, Alemão, Charles (INT); Marcos Jr., Luiz Fernando (FLU)

Árbitro: Marco Fazekas (MG)

Local: Beira-Rio.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Clarissa Jaeger / Divulgação

Feira segue até o dia 1º de Outubro

Foto: Divulgação

Expectativa da Secretaria da Fazenda é quitar em dia vencimentos de até R$ 1,3 mil

Foto: Departamento de Trânsito de Lajeado / Divulgação

O veículo havia sido furtado nas imediações