Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio visita o Veranópolis no jogo de ida das quartas do Gauchão

Partida será às 16h deste domingo no Antônio David Farina.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Renato Portaluppi transformou o discurso em prática. Depois de dizer que agora é que o Gauchão começa, o técnico decidiu não oferecer vantagem ao Veranópolis no jogo deste domingo, no Estádio Antônio David Farina, o primeiro das quartas de final. Fechou os portões no treinamento de sexta-feira, dia 30, o mais forte antes da partida, e manteve a escalação em sigilo.

O bom desempenho contra o Juventude, sábado, sugere a repetição da equipe. Nesse caso, Edílson seria o lateral direito, Ramiro atuaria como volante e Léo Moura prosseguiria no meio. Há, contudo, a possibilidade do aproveitamento de Lucas Barrios, o que determinaria a troca de posição de Luan. As duas alternativas foram testadas nos treinamentos.

As duas equipes se enfrentaram na Arena dia 19 de março, pela oitava rodada da fase de classificação. É possível que decorra daquele jogo toda a prudência de Renato quanto a divulgar a escalação. Surpreendido ainda no primeiro tempo com um gol de Gustavo, o Grêmio, naquela tarde contando com Lucas Barrios como centroavante, teve pela frente um adversário organizado e com troca de passes eficiente. O jogo finalizou com o resultado de 1 a 1, com algumas vaias da torcida no final.

— Não podemos dar mole. Já demos o suficiente neste campeonato. As equipes do interior estão bem melhor em todos os sentidos — justifica Renato.

A concentração teve início ainda na noite de sexta-feira. Para Renato, não se trata de um sacrifício para quem pode ter mais um título como prêmio. É questão de profissionalismo, diz. Há, também, a preocupação do técnico com a preservação física de seus jogadores.

— Estarem se excedendo ou não lá fora, é uma chance que não quero nem dar para eles. A carne é fraca. Vão ter lá na concentração, frango, carne vermelha, a única que terão dois dias antes do jogo. Depois é carne dura, mole, de pescoço, o que quiserem — brincou o técnico.

Na mesma entrevista, Renato deixou clara a importância dada pelo grupo ao título do Gauchão. Desde 2010, ano de sua última conquista regional, o Grêmio viu o rival Inter erguer seis vezes a taça.

— São 30 dias para um título depois de seis anos. Não é nem sacrifício, é profissionalismo — ressalta.

O jogo de volta será sábado, dia 8, às 16h, na Arena. Três dias depois, o time volta à Libertadores, também em casa, no confronto com o chileno Iquique.

 

Rádio Gaúcha

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ele foi detido por uma guarnição da Brigada Militar (BM) na Estação Rodoviária, no Florestal, onde aguardava um ônibus.

Condutor do veículo que atropelou a vítima, deixou o local sem prestar socorro.

Tempo fica instável, mas sol aparece com nuvens em várias cidades.

Com decisão, ex-presidente seguirá preso para cumprir condenação no caso do triplex.