Giro do Vale / Destaque / País / Saúde

Ministério da Saúde prorroga campanha de vacinação até 9 de junho

Decisão teve como motivo a baixa adesão do público-alvo à campanha.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A campanha nacional de vacinação foi prorrogada pelo Ministério da Saúde até o dia 9 de junho. A decisão foi anunciada nessa quinta-feira durante reunião da Comissão dos Intergestores Tripartites (CIT) e teve como motivo a baixa adesão do público-alvo à campanha. Até o momento, nenhum grupo prioritário atingiu a meta de vacinação, de 90%.

A campanha publicitária continuará sendo veiculada em TV aberta, rádio, nos meios impresso (jornais e revistas), mídia exterior (busdoor, placas em ruas e avenidas, abrigo de ônibus, metrô), no meio online (internet e com ações nas redes sociais). Até a manhã dessa quinta-feira  foram vacinados 35,1 milhões de brasileiros. A população prioritária desta campanha é de 54,2 milhões de pessoas. Desse total, 63,6% foram vacinados.

Para a 19ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, o Ministério da Saúde adquiriu 60 milhões de doses da vacina, garantindo estoque suficiente para a vacinação em todo o país. De acordo com a coordenadora Nacional do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Carla Domingues, é importante o público-alvo se imunizar o quanto antes para evitar a gripe e seus possíveis agravamentos quando o inverno chegar. “A vacina demora 15 dias para fazer efeito no organismo, por isso o Ministério da Saúde planeja a campanha antes do inverno, período de maior circulação dos vírus da influenza”, destacou Carla Domingues.

Os estados com a maior cobertura de vacinação no país, até o momento, são: Amapá (85,7%), Paraná (78,1%), Santa Catarina (77,7%), Rio Grande do Sul (74%), e Goiás (70,1%). Já os estados com menor cobertura são: Roraima (47,9%), Rio de Janeiro (49%), Pará (52,1%), Mato Grosso (55,8%), Rondônia (56,2%), Acre (56,4%) e Mato Grsosso do Sul (57,1%). Entre as regiões do país, o Sul apresenta maio cobertura vacinal, com 76,3%, seguida pelas regiões Centro-Oeste (63,7%), Nordeste (62,3%); Sudeste (61,2%) e Norte (58,2%).

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ele foi detido por uma guarnição da Brigada Militar (BM) na Estação Rodoviária, no Florestal, onde aguardava um ônibus.

Condutor do veículo que atropelou a vítima, deixou o local sem prestar socorro.

Tempo fica instável, mas sol aparece com nuvens em várias cidades.

Com decisão, ex-presidente seguirá preso para cumprir condenação no caso do triplex.