Giro do Vale / Destaque / Estado / Geral

Estado quita nesta sexta-feira salários de servidores que recebem até R$ 1.750

Pagamento integral vai contemplar 137 mil servidores

O governo do Estado do Rio Grande do Sul paga integralmente, nesta sexta-feira, dia 29, os salários do mês de setembro para os servidores com rendimento líquido de até R$ 1.750,00, o que contempla 40% do funcionalismo vinculado ao Executivo. A medida atende determinação do governador José Ivo Sartori para priorizar os salários menores. Ao todo, são 137 mil vínculos com o salário pago no último dia útil do mês.

Em relação ao Magistério, que é a maior categoria do serviço público, o pagamento de R$ 1.750,00 significa a quitação para 47% dos professores (76.734 matrículas). Para liquidar a folha deste primeiro grupo de servidores, a Secretaria da Fazenda precisou dispor de R$ 184,2 milhões em caixa.

O secretário da Fazenda, Giovani Feltes, igualmente confirmou para esta sexta-feira, dia 29, o crédito da décima parcela do 13º salário de 2016 para todos os servidores (mesmo aos que ganham acima de R$ 1.750,00 líquidos). O pagamento de cada etapa do 13º salário significa repasse de outros R$ 102 milhões. A folha líquida dos 342,026 vínculos do Executivo (servidores ativos, inativos e pensionistas) fechou o mês de setembro em R$ 1,135 bilhão. 

Próximos pagamentos

A Fazenda também anunciou que, no máximo, até 11 de outubro haverá o pagamento integral para mais um grupo de funcionários, a partir dos primeiros recolhimentos do ICMS. Serão pagos nesta data servidores com rendimento líquido de até R$ 4 mil, o que presenta 75,5% do funcionalismo (258.069 matrículas). No caso dos professores, a quitação dos salários de até R$ 4 mil contempla 90% da categoria (146.992 mil matrículas).

A quitação integral da folha de setembro está prevista para 17 de outubro. Antes disso, porém, haverá o pagamento total dos salários dos servidores de fundações. Este pagamento para 5.200 celetistas está confirmado para a próxima terça-feira, dia 3, segundo dia útil do mês.

 

rs.gov.br

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Material estava em tonéis, e foi levado em ação que durou cerca de 5 minutos.

O suspeito, que já foi três vezes preso por furto em pouco mais de um mês, estava no interior do carro.

Veículo estava abandonado em uma rua do Bairro Pinheiros.

Decisões no mês de agosto fazem comissão técnica pensar em preservar jogadores importantes.